Célula de Betz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Um neurônio piramidal do neocórtex humano tal como uma célula de Betz corada através da técnica de Golgi.

As células de Betz (também conhecida como células piramidais de Betz) são células piramidais gigantes (neurônios) localizadas dentro da quinta camada da substância cinzenta no córtex motor primário. Elas foram nomeadas com o sobrenome do cientista ucraniano Vladimir Betz, que as descreveu em seu trabalho publicado em 1874.[1] Esses neurônios são os maiores no sistema nervoso central, às vezes atingem 100 micrometro de diâmetro.[2][3] As células de Betz são neurônios motores superiores que enviam seus axônios para a medula espinhal através do [[trato corticoespinhal, onde, nos humanos, sintetizam-se diretamente com as células do corno anterior, que por sua vez sinalizam diretamente com os músculos alvo. Enquanto as células de Betz possuem uma dendrite apical típica de neurônios piramidais, elas possuem mais eixos dendríticos primários, que podem se ramificar em quase qualquer ponto do soma (corpo celular).[4] Estes perissomáticos (em torno do corpo da célula) e dendritos basais se projetam em todas as camadas corticais, mas a maioria de seus ramos horizontais povoam as camadas V e VI, algumas atingindo a substância branca.[5] De acordo com um estudo, as células de Betz representam cerca de 10% da população total de células piramidais na camada Vb do córtex motor primário humano.[6]

Referências

  1. Betz W. (1874) Anatomischer Nachweis zweier Gehirncentra. Centralblatt für die medizinischen Wissenschaften. 12:578-580, 595-599.
  2. Purves, Dale; George J. Augustine; David Fitzpatrick; William C. Hall; Anthony-Samuel LaMantia; James O. McNamara & Leonard E. White (2008). Neuroscience 4ª ed. [S.l.]: Sinauer Associates. pp. 432–4. ISBN 978-0-87893-697-7 
  3. Nolte, J. (2002). The Human Brain 5ª ed. Missouri: [s.n.] ISBN 0-323-01320-1 
  4. Braak, H; Braak, E (1976). «The pyramidal cells of Betz within the cingulate and precentral gigantopyramidal field in the human brain. A Golgi and pigmentarchitectonic study.». Cell and Tissue Research. 172 (1): 103–19. PMID 991201. doi:10.1007/bf00226052 
  5. Meyer, G (1987). «Forms and spatial arrangement of neurons in the primary motor cortex of man.». The Journal of Comparative Neurology. 262 (3): 402–28. PMID 3655019. doi:10.1002/cne.902620306 
  6. Rivara, CB; Sherwood, CC; Bouras, C; Hof, PR (2003). «Stereologic characterization and spatial distribution patterns of Betz cells in the human primary motor cortex.». The Anatomical Record Part A: Discoveries in Molecular, Cellular, and Evolutionary Biology. 270 (2): 137–51. PMID 12524689. doi:10.1002/ar.a.10015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]