Células procariontes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Células procariontes são células que apresentam membrana plasmática, parede celular, citoplasma, e o material genético,[1] denominado nucleoide. Elas não possuem uma fina "pele" que envolve seu núcleo, chamada de envoltório ou envelope nuclear, responsável por manter o material genético reservado. Um possível nome já em desuso, para esta estrutura, é carioteca. Quando a célula não tem esse envoltório, o núcleo, ou o material genético, fica espalhado no Citoplasma.[2]

Não há um sistema de endomembranas, ou seja, não há organelas delimitadas por membranas; as enzimas respiratórias estão associadas à própria membrana celular e o cromossomo é uma molécula única de DNA. Elas possuem também uma organela não membranosa chamada ribossomo, esse ribossomo tem a função de sintetizar fitas proteicas de RNA complementares já existentes a produzir enzimas.

Referências

  1. Fonseca, Krukemberghe. «Células Procariontes». R7. Brasil Escola. Consultado em 05 de fevereiro de 2014  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
  2. «Células procariontes». Portal Educação. 22 de janeiro de 2013. Consultado em 05 de fevereiro de 2014  Verifique data em: |access-date= (ajuda)
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.