César Pelli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 20 de julho de 2019; editado pela última vez em 20 de julho de 2019) Twemoji 1f464.svg
Nome completo César Pelli
Nascimento 12 de outubro de 1926
San Miguel de Tucumán, Tucumán
Morte 19 de julho de 2019 (92 anos)
Nova Iorque
Nacionalidade argentino
norte-americano
Obras notáveis Petronas Twin Towers
World Financial Center
Prêmios Prêmio Pritzker de Arquitetura, dos Estados Unidos, 1988

César Pelli (San Miguel de Tucumán, 12 de outubro de 1926 - Nova Iorque, 19 de julho de 2019) foi um arquiteto argentino conhecido por construir um dos maiores arranha-céus do mundo, as Torres Petronas.

Em 1991, o Instituto Americano de Arquitetos (AIA) listou-o como um dos dez mais influentes arquitetos americanos vivos. Dentre seus prêmios mais importantes encontram-se o 1995 AIA Gold Medal, que reconhece trabalhos de grande influência para a teoria e prática da arquitetura.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pelli emigrou para os Estados Unidos em 1952 e se naturalizou cidadão norte-americano em 1964. Após cursar arquitetura na Universidad Nacional de Tucumán, Pelli concluiu seus estudos na Escola de Arquitetura da Universidade de Illinois. Iniciou sua carreira no escritório de Eero Saarinen, em New Haven. Entre 1977 a 1984, atuou como reitor da Universidade de Yale de 1977 a 1984. Foi dono de uma firma de engenharia que emprega cem arquitetos sediada em New Haven.

Ele era casado com Diana Balmori, uma renomada designer paisagista e urbanista. Juntos, teve dois filhos: Denis, um neurobiologista e professor de Psicologia e Neurociência, na Universidade de Nova York; e Rafael, também arquiteto.

Morreu aos 92 anos em 19 de julho de 2019.[1]

Prêmios e honrarias[editar | editar código-fonte]

Em 26 de maio de 2008, a Universidade de Yale concedeu um diploma de Doutor das Artes pelo seu trabalho em arquitetura.[2] Ainda em 2008, recebeu o The Lynn S. Beedle Lifetime Achievement Award, do Council on Tall Buildings and Urban Habitat, pelo seu trabalho no campo de arranha-céus.[3] Em 2012, a Fundação Konex, da Argentina, entregou a ele o Diamond Konex Award for Visual Arts, premiando-o como o mais importante artista argentino da última década.

Projetos[editar | editar código-fonte]

Wells Fargo Center, Minneapolis, Minnesota, 1989.
Bank of America Corporate Center, localizado na cidade de Charlotte, Carolina do Norte, 1992.
Vista do World Financial Center, juntamente com o World Trade center, a partir do Rio Hudson em 26 de Agosto, 2000.
The Zurich tower, em Haia, Países Baixos, 1999.
BOK Center em Tulsa, Oklahoma.
Kurayoshi Park Square em Kurayoshi, Japão
Pacific Design Center em West Hollywood, California.
Adrienne Arsht Center for the Performing Arts em Miami, Florida.

Completos[editar | editar código-fonte]

Em construção[editar | editar código-fonte]

Propostos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «César Pelli, Argentine architect behind the Petronas Towers, dies aged 92». Reuters. 19 de julho de 2019. Consultado em 20 de julho de 2019 
  2. «University awards 3,117 degrees at Commencement». Consultado em 2 de setembro de 2013. Arquivado do original em 11 de outubro de 2008 
  3. «2008 Lynn S. Beedle Award Winner». Council on Tall Buildings and Urban Habitat. Consultado em 17 de maio de 2012 
  4. «Design Awards». Ajla.com. Consultado em 21 de abril de 2013 [ligação inativa] 
  5. «Kukui Gardens residents escape increase in rent». Starbulletin.com. 18 de maio de 2001. Consultado em 21 de abril de 2013 
  6. «City of San Bernardino». Ci.san-bernardino.ca.us. Consultado em 21 de abril de 2013 
  7. «About The Commons». Consultado em 19 de maio de 2015. Arquivado do original em 24 de julho de 2011 
  8. «Columbus, Indiana». Columbus.in.us. Consultado em 21 de abril de 2013 
  9. «Pacific Design Center - Quick Facts». Consultado em 19 de maio de 2015. Arquivado do original em 28 de agosto de 2008 
  10. Mary Ann Sullivan (2003). «Robert R. Herring Hall, Rice University». Bluffton.edu. Consultado em 21 de abril de 2013 
  11. «Blumenthal Performing Arts Center history». Performingartsctr.org. Consultado em 21 de abril de 2013. Arquivado do original em 27 de agosto de 2007 
  12. Chris Gregerson (2002). «Gaviidae Common». Cgstock.com. Consultado em 21 de abril de 2013 
  13. «Gaviidae Common». Gaviidae Common. Consultado em 21 de abril de 2013 
  14. «181 West Madison». Consultado em 19 de maio de 2015. Arquivado do original em 16 de dezembro de 2005 
  15. «Frances Lehman Loeb Art Center». Fllac.vassar.edu. Consultado em 21 de abril de 2013 
  16. «Aronoff Center for the Arts». Cincinnatiarts.org. Consultado em 21 de abril de 2013. Arquivado do original em 25 de abril de 2013 
  17. Mary Ann Sullivan (2004). «Aronoff Center for the Arts». Bluffton.edu. Consultado em 21 de abril de 2013 
  18. «Gerald Ratner Athletics Center». Consultado em 10 de outubro de 2009. Arquivado do original em 16 de junho de 2008 
  19. «Federal Building Eastern District Courthouse». Wirednewyork.com. 13 de setembro de 2001. Consultado em 21 de abril de 2013 
  20. «BOK Center». Consultado em 19 de maio de 2015. Arquivado do original em 5 de fevereiro de 2012 
  21. «College of Business > University of Illinois». Consultado em 19 de maio de 2015. Arquivado do original em 15 de setembro de 2006 
  22. Appel, Allan (20 de janeiro de 2009). «$70M Co-op High School Debuts». New Haven Independent. Consultado em 21 de abril de 2013 
  23. «Winnipeg Airports Authority». Consultado em 2 de julho de 2008. Arquivado do original em 3 de julho de 2008 
  24. «DePaul Breaks Ground on Pelli-designed Theatre School Building». Newsroom.depaul.edu. 1 de junho de 2011. Consultado em 21 de abril de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Media relacionados com César Pelli no Wikimedia Commons

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.