Cícero Lucena

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cícero Lucena Filho
Foto:Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr
45º Prefeito de João Pessoa
Período 1 de janeiro de 2021
até a atualidade
Vice-prefeito Léo Bezerra
Antecessor Luciano Cartaxo
Senador pela Paraíba
Período 1 de fevereiro de 2007
até 1 de fevereiro de 2015
41º Prefeito de João Pessoa
Período 1 de janeiro de 1997
até 1 de janeiro de 2005
(2 mandatos consecutivos)
Antecessor Chico Franca
Sucessor Ricardo Coutinho
43º Governador da Paraíba
Período 2 de abril de 1994
até 1 de janeiro de 1995
Antecessor Ronaldo Cunha Lima
Sucessor Antônio Mariz
Vice-governador da Paraíba
Período 15 de março de 1991
até 2 de abril de 1994
Dados pessoais
Nascimento 5 de agosto de 1957 (63 anos)
São José de Piranhas, Paraíba
Esposa Maria Lauremília Assis de Lucena
Partido PMDB (1987-2001)
PSDB (2001-2020)
PP (2020-presente)
linkWP:PPO#Brasil

Cícero Lucena Filho (São José de Piranhas, 5 de agosto de 1957) é um político brasileiro filiado ao Progressistas (PP) e atual prefeito de João Pessoa.

Empresário da construção civil, foi presidente do Sinduscon de João Pessoa. Sobrinho do político paraibano Humberto Lucena, iniciou sua carreira política em 1990 quando foi escolhido para concorrer como vice-governador do PMDB na chapa encabeçada por Ronaldo Cunha Lima. A chapa venceu a eleição no segundo turno. Em 1994, com o afastamento de Cunha Lima para candidatar-se ao Senado, Cícero Lucena assume o governo do estado para o restante do mandato. Com 37 anos de idade, tornou-se o governador mais jovem a assumir o governo da Paraíba.

Em 1995 chefiou a Secretaria Especial de Políticas Regionais, então órgão do Ministério do Planejamento. Em 1996, disputou a prefeitura de João Pessoa, logrando êxito no segundo turno. Reelegeu-se em 2000, já no primeiro turno, com 74% dos votos válidos.

Em 2001 acompanhou Ronaldo Cunha Lima, que desfiliara-se do PMDB, e ingressaram no PSDB. Na campanha eleitoral de 2002, sua esposa Lauremília Lucena concorreu a vice-governadora na chapa liderada por Cássio Cunha Lima, que obteve a vitória no segundo turno sobre Roberto Paulino, do PMDB.

Enquanto ocupava o cargo de secretário estadual de Planejamento da Paraíba, foi preso em 21 de julho de 2005 pela Polícia Federal, acusado de chefiar uma quadrilha que foi desmascarada pela Operação Confraria[1].

Em 2006, foi eleito senador com 803.600 votos (48,25% dos votos válidos), derrotando seu maior rival, o então senador e candidato à reeleição Ney Suassuna.

Em 2012, Cícero foi indicado pelo PSDB como candidato a prefeito de João Pessoa para a eleição municipal deste ano, onde conseguiu chegar ao 2° turno do pleito como o segundo candidato mais votado no 1° turno com 75.170 votos (20,27% dos votos válidos). No 2° turno, foi derrotado nas urnas pelo candidato Luciano Cartaxo do PT que obteve 386.581 votos (78,13% dos votos válidos) contra seus 98.369 votos (21,87% dos votos válidos).

Em 2020, foi novamente eleito prefeito de João Pessoa, obtendo 53,16% dos votos e vencendo o candidato Nilvan Fereira (MDB) no segundo turno.[2]

Operação Confraria[editar | editar código-fonte]

Em julho de 2005, Lucena teve a prisão decretada e foi detido pela Operação Confraria da Polícia Federal, acusado de chefiar um grupo com outras sete pessoas que participaram de um esquema de licitações irregulares e desvio de verbas em obras. Os indiciados foram soltos, mas estão à disposição da justiça e da PF. Em 12 de novembro de 2019, Cícero Lucena foi inocentado pelo TRF da 5ª Região.[3][4]

Em 9 de Setembro de 2020, o TRF5 suspendeu decisões do TCU e tornou Cícero Lucena elegível. O ex-prefeito da capital foi absolvido sob o fundamento de não ter sido demonstrada a intenção de causar dano ao erário ou beneficiar empresas contratadas, segundo o TRF5. O trânsito em julgado aconteceu em setembro de 2019. [5]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Folha de S. Paulo, 22/7/2005». Consultado em 23 de dezembro de 2006. Arquivado do original em 11 de março de 2007 
  2. «Cícero Lucena, do Progressistas, é eleito prefeito de João Pessoa». G1. Consultado em 29 de novembro de 2020 
  3. «Ex-prefeito tucano é preso acusado de fraudar licitação». Consultado em 23 de dezembro de 2006. Arquivado do original em 11 de março de 2007 
  4. Redação. «Absolvido, Cícero Lucena tem ações transitadas em julgado». Consultado em 15 de setembro de 2020 
  5. «TRF5 suspende decisões do TCU e torna Cícero Lucena elegível». G1. Consultado em 15 de setembro de 2020 

Precedido por
Ronaldo Cunha Lima
Governador da Paraíba
1994 — 1995
Sucedido por
Antônio Mariz
Precedido por
Chico Franca
Prefeito de João Pessoa
1997 — 2005
Sucedido por
Ricardo Coutinho
Precedido por
Luciano Cartaxo
Prefeito de João Pessoa
2021 — 2025
Sucedido por
-