CBN Campinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
CBN Campinas
{{{alt}}}
Rádio Cultura de Campinas Ltda.
País Brasil
Frequência(s) FM 99.1 MHz
AM 1390 kHz
Sede Campinas, SP
Slogan A rádio que toca notícia
Fundação 26 de março de 1953 (66 anos)
Fundador Sinésio Pedroso
Abel Pedroso
Pertence a Grupo Pedroso de Comunicação
Antigo(s) proprietário(s) Abel Pedroso
Afiliações CBN
Idioma Português
Prefixo ZYD 809 (FM)
ZYK 570 (AM)
Nome(s) anterior(es) Nova Rádio Brasil
Rádio Publicidade e Cultura
Rádio Cultura
Rádio Cultura JB
Cobertura Região Metropolitana de Campinas
Página oficial www.portalcbncampinas.com.br
Cultura FM (FM)
Rádio Globo (AM)

CBN Campinas é uma emissora de rádio brasileira sediada em Campinas, município do estado de São Paulo. Opera no dial FM e AM, nas frequências 99.1 MHz e 1390 kHz, e é afiliada a Central Brasileira de Notícias, sendo pertencente ao Grupo Pedroso de Comunicação. A emissora foi inaugurada em 1991 na frequência AM 1390 kHz, em substituição à Rádio Cultura, e entrou no FM em 1999, substituindo a Cultura FM.

História[editar | editar código-fonte]

Os irmãos Sinésio Pedroso e Abel Pedroso já eram proprietários da Rádio Brasil, quando o deputado José Correa Pedroso consegue outra concessão e entrega aos irmãos, que fundam a Nova Rádio Brasil em 26 de março de 1953. Sua programação era composta somente por publicidade e música e era voltada para as classes mais elevadas. Inicialmente, a emissora funcionava num banheiro da Rádio Brasil e foi uma das primeiras a ter programação 24 horas no ar. Em 1957, a programação da Nova Rádio Brasil já possuía programas de variedades.[1]

Em 1958, a administração das emissoras da Família Pedroso é dividida. Sinésio Pedroso fica com a Rádio Brasil, enquanto que Abel Pedroso passa a administrar a Rádio Publicidade e Cultura, novo nome que a segunda emissora adotou desde então.[1] A partir da década de 1960, passa a investir em jornalismo e esporte. Na década de 1980, a já nomeada Rádio Cultura reforça sua atuação jornalística com a direção de Paulo Pedroso, onde monta uma equipe que fazia cobertura nas áreas de educação, saúde e política em toda a cidade.

Entre 1989 e 1990, a emissora passa a se chamar Rádio Cultura JB, após firmar parceria com a Rádio Jornal do Brasil para implantar um estilo semelhante a da emissora carioca em Campinas. Após o fim da parceria, uma parceria foi firmada com o Sistema Globo de Rádio para o lançamento da CBN em 1991. A CBN Campinas foi inaugurada em 1.º de novembro de 1991, se tornando a primeira emissora da CBN numa cidade de interior.[1] Em 1999, a CBN Campinas passa a operar em 99.1 MHz, após o fim da Cultura FM. A transmissão simultânea dura até junho de 2001, quando é lançada a Rádio Globo Campinas na frequência AM. A retransmissão no dial AM retornou em 1.º de junho de 2018.

Programas[editar | editar código-fonte]

  • Repórter CBN - As principais notícias do dia a cada meia hora.
  • Jornal da CBN - jornal matutino apresentado por Flávio Botelho, em revezamento com a rede nacional.
  • CBN Campinas - jornal matutino apresentado por Flávio Paradella.
  • CBN Brasil - jornal vespertino apresentado por Guilherme Pierângeli, em revezamento com a rede nacional.
  • CBN Total - vespertino de variedades apresentado por Carolina Rodrigues.
  • CBN Esportes Campinas - vespertino esportivo apresentado por Marco Massiarelli.
  • Jornal da CBN 2ª Edição - jornal vespertino apresentado por Lúcia Gomes, em revezamento com a rede nacional.
  • Espaço CBN Cultura - sabático sobre arte e cultura apresentado por Flávio Botelho.
  • Futebol Globo no Rádio - transmissão dos jogos dos times locais Guarani e Ponte Preta em conjunto com a Rádio Globo e retransmissão dos jogos da matriz paulistana.

Equipe[editar | editar código-fonte]

  • Marco Massiarelli - diretor de jornalismo e apresentador
  • Anderson Moraes - produtor
  • Flávio Botelho - apresentador
  • André Berenguel - repórter e apresentador
  • Valéria Hein - repórter
  • Flávio Paradella - chefe de redação e apresentador
  • Leandro Las Casas - repórter
  • Stephanie Haidar - apresentadora
  • Marco Guarizzo - apresentador
  • Guilherme Pierangeli - produtor e repórter

Esportes[editar | editar código-fonte]

Narradores
  • Carlos Cabela
  • Ederaldo Poy
  • Marco Guarizzo
Comentaristas
  • João Carlos de Freitas
  • Carlos Eduardo Freitas
Repórteres
  • Rafael Pio
  • Gabriel Castro
Plantonista
  • Valdenê Amorim
  • Roberto Diogo
  • Caio Almeida
Coordenação de Esportes
  • João Carlos de Freitas

Notas e referências

Notas

Referências

  1. a b c Profa. Dra. Ivete Cardoso do Carmo Roldão (2007). «Rádio e Política em Campinas: a trajetória do rádio AM» (PDF). Campinas: Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (em português brasileiro): 1-15. Consultado em 2 de abril de 2017 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CARMO-ROLDÃO, Ivete Cardoso do. Nas ondas do rádio - da PRC-9 à Educativa: a trajetória das emissoras de Campinas. Holambra, SP: Editora Setembro, 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]