CCD (grupo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O CCD foi uma associação de ex-participantes de olimpíadas de astronomia que trabalhava em projetos de ensino e divulgação de astronomia, junto à Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica e as olimpíadas internacionais correspondentes que o Brasil participa (IOAA, IAO e OLAA).

O grupo foi oficialmente desligado em maio de 2013, por "graves problemas" junto ao coordenador da OBA e à diretoria da Sociedade Astronômica Brasileira[1].

Histórico[editar | editar código-fonte]

O grupo foi fundado em 2004, a partir de alguns dos estudantes que participaram da IAO de 2002 e 2003, que queriam preservar e fazer crescer o espírito olímpico astronômico. O nome do grupo foi oficialmente adotado em 2008; na ocasião, a sigla CCD significava Comitê Científico e Didático[2]. Posteriormente, o significado foi mudado para Corpo de Criação e Desenvolvimento[3], nome também abandonado. O grupo então assumiu CCD como o seu nome oficial, sem uma versão extensa.

Atividades[editar | editar código-fonte]

O CCD realiza diversas atividades de ensino e divulgação de astronomia. Dentre elas, as principais envolvem cursos, seleção internacional e produção de material didático.

Cursos e Escolas[editar | editar código-fonte]

Desde 2006, o CCD realiza anualmente a Escola de Astronomia da OBA, evento que reúne os cerca de cem alunos com melhor desempenho no Nível 4 da olimpíada (ensino médio). Inspirada na Semana Olímpica da OBM, possui com um enfoque mais holístico, usando a astronomia como um ponto integrador de matemática, física, filosofia e outros conhecimentos.[4][5]

O CCD realizou as seguintes edições da Escola:

Em 2010, foi realizado o I Curso Regional do CCD, para os estudantes com melhor desempenho no estado do Rio de Janeiro[8].

Seleção Internacional[editar | editar código-fonte]

Desde 2006, o CCD trabalha na seleção e treinamento das equipes brasileiras nas olimpíadas internacionais de astronomia que o Brasil participa, o que incluiu os seguintes times:

Além disso, o CCD trabalhou como uma das instituições parceiras na organização da 6a IOAA, realizada no Rio de Janeiro em Agosto de 2012[9]

Material Didático[editar | editar código-fonte]

O principal material produzido pelo grupo é o Curso de Astronomia Geral, um conjunto de cinco volumes que cobrem os principais temas astronômicos e servem como referência para a seleção das equipes internacionais.[10]

A última edição do material, codinome Iota, ainda está disponível no blog do grupo[11].

Referências

  1. Fabricio (segunda-feira, maio 20, 2013). «CCD - OBA: COMUNICADO - CCD». CCD - OBA. Consultado em 6 de agosto de 2019  Verifique data em: |data= (ajuda)
  2. «Aluna da UTFPR-AP é selecionada para Curso da OBA». UFTPR - Campus Apucarana. Consultado em 15 de junho de 2012 
  3. Victor Alencar. «Brasil é sede de mais uma olimpíada internacional». Jornal O Povo. Consultado em 15 de junho de 2012 
  4. L'Astorina, Bruno e Pereira, Felipe (2008). «Olimpíada e Formação». Boletim Anual da Sociedade Astronômica Brasileira 
  5. «Aluno de RC participa da Olimpíada de Astronomia». Jornal da Cidade - Rio Claro 
  6. Colégio Militar de Porto Alegre. «Aluno é selecionado para a X Escola de Astronomia». Consultado em 29 de Janeiro de 2010 
  7. Colégio Master. «X Escola de Astronomia da Olimpíada Brasileira de Astronomi e Astronáutica (OBA)». Consultado em 29 de Janeiro de 2010 
  8. «I Curso Regional da OBA» (PDF). CEFET-RJ. Consultado em 15 de junho de 2012 
  9. «Realized by». 6th IOAA. Consultado em 15 de junho de 2012 
  10. «Curso de Astronomia Geral - Apostilas Theta». CCD Blog. Consultado em 15 de junho de 2012 
  11. Biúnil (segunda-feira, outubro 29, 2012). «CCD - OBA: Apostilas Iota». CCD - OBA. Consultado em 6 de agosto de 2019  Verifique data em: |data= (ajuda)