CGI

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Imagens geradas por computador.

Em informática CGI (sigla em inglês para Common Gateway Interface, Interface Comum de Ligação) é uma especificação de interface para que servidores web possam executar programas na linha de comandos em um servidor que gera páginas web dinâmicas.[1][2] Estes programas são chamados scripts CGI ou simplesmente CGIs. Assim um navegador passa parâmetros através do script CGI para um programa executado em um servidor web, e assim gera a página web depois de processar tais scripts. Geralmente estes scripts CGI são executados no momento da requisição e geram o HTML para o navegador exibir.

Em resumo, uma requisição HTTP GET ou POST do cliente pode mandar dados em HTML ao programa CGI através da entrada padrão. Outros dados como a URL ou o cabeçalho HTTP são apresentados como variáveis de ambiente.

O CGI foi concebido nos primórdios da Internet, entre os seguintes especialistas: Rob McCool, John Franks, Ari Luotonen, George Phillips e Tony Sanders.

Embora a linguagem tipicamente associada aos CGI seja o Perl, o CGI foi concebido de forma a ser independente da linguagem utilizada. Atualmente tecnologias como ASP.NET, PHP, Python e Ruby utilizam a especificação.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «CGI: Common Gateway Interface». penta.ufrgs.br. Consultado em 17 de fevereiro de 2020 
  2. «Programaçãoo orientada a objetos: Common Gateway Interface (CGI)». DCA FEE UNICAMP. Consultado em 17 de fevereiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Internet é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.