cPanel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


O cPanel é um software de gestão de Hospedagem web, com interface web na porta TCP 2082, ou na porta TCP 2083 quando em modo seguro (portas padrão). Utilizado na internet.

cPanel é um sistema baseado no Linux que fornece uma interface gráfica e ferramentas de automação, projetadas para simplificar o processo de Hospedagem de um site da web. cPanel utiliza uma estrutura de 3 camadas que fornece recursos para administradores, revendedores e usuários finais, proprietários do Web site para controlar vários aspectos de administração de site e servidor através de um navegador da web padrão.

Além do GUI, cPanel também tem linha de comando e acesso baseado em API que permite que fornecedores de software de terceiros, organizações de hospedagem web e desenvolvedores automatizar os processos de administração de sistema padrão.

cPanel é projetado para funcionar como um servidor dedicado ou servidor virtual privado. A última versão do cPanel oferece suporte à instalação no CentOS, Red Hat Enterprise Linux (RHEL) e OS CloudLinux.

Suporte baseado em aplicativo inclui Apache, PHP, MySQL, PostgreSQL, Perl e BIND (DNS). Suporte de e-mail com base inclui serviços POP3,IMAP e SMTP. cPanel é acessado via https na porta 2083.

Uma vez instalado, o cPanel não pode ser facilmente removido. FAQ do cPanel afirma que a melhor maneira de desinstalar o cPanel é reformatando o servidor. no entanto, guas de desinstalação estão disponíveis online para os administradores de servidor experientes que não pretendam reformatar seu servidor. Da mesma forma, só deve ser instalado em um sistema operacional recém-instalado com configuração prévia mínima.

WHM[editar | editar código-fonte]

WHM, abreviação de WebHost Manager, é uma ferramenta baseada na web usada para administração de servidores. Existem pelo menos duas camadas de WHM, geralmente chamadas de "WHM raiz" e "WHM não raiz" (ou "WHM do Revendedor"). O WHM raiz é usado por administradores de servidor e o WHM não raiz (com menos privilégios) é usado por outros, como departamentos de entidades e revendedores para gerenciar contas de hospedagem frequentemente chamadas de contas do cPanel em um servidor web. WHM também é usado para gerenciar certificados SSL (ambos os certificados SSL gerados pelo servidor e certificados SSL fornecidos pela CA), usuários cPanel, pacotes de hospedagem, zonas DNS, temas e métodos de autenticação.[1] O SSL automático padrão (AutoSSL) fornecido pelo cPanel é alimentado pela Sectigo (anteriormente Comodo CA).[2] Além disso, o WHM também pode ser usado para gerenciar serviços FTP, Mail (POP, IMAP e SMTP) e SSH no servidor.

Além de ser acessível pelo administrador raiz, o WHM também pode ser acessado por usuários com privilégios de revendedor. Os usuários revendedores do cPanel têm um conjunto menor de recursos do que o usuário root, geralmente limitado pelo administrador do servidor, para recursos que eles determinam que afetarão as contas de seus clientes ao invés do servidor como um todo. A partir do WHM root, o administrador do servidor pode realizar operações de manutenção, como atualizar e recompilar Apache e PHP, instalar módulos Perl e atualizar RPMs instalados no sistema.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Tech Notes (6 de abril de 2018). «Tech Notes - Steps to get 3rd/4th party SSL Certificate installed for cpanel client via non-root WHM.». technotes.whw1.com. Consultado em 6 de abril de 2018 
  2. «Comodo CA Rebrands as Sectigo». PR Newswire. 1º de novembro de 2018. Consultado em 2 de março de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre software é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.