Cabecera municipal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2015). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Cabecera municipal é um termo genérico usado na administração local, em vários países de língua espanhola. A palavra cabecera significa literamente "cabeceira", pelo que o termo deve ser traduzido como sede do município, ou capital municipal.

México[editar | editar código-fonte]

A cabecera municipal é a povoação que onde se localizam as funções administrativas de um município, também definida como o lugar onde o município tem os seus serviços mais importantes (prefeitura, finanças, registro predial).

Alguns municípios têm suas subdivisões locais; na Baixa Califórnia, onde os municípios podem ser muito extensos, como Ensenada ou Mexicali, os distritos mais afastados estão agrupados em delegações, onde a população municipal pode estar representada por uma cabecera delegacional.

Colômbia[editar | editar código-fonte]

A cabecera municipal é um termo utilizado na Colômbia para se referir à povoação principal de um município de médio ou pequeno tamanho que tenha várias localidades; na cabecera é onde se encontram a prefeitura e a igreja principal. A cidade pode servir como um centro para a região em geral.

Este termo é geralmente utilizado nos municípios de médio porte, mas com grande significado como Ocaña e Pamplona (Colômbia) em Norte de Santander, uma vez que alguns deles existem várias vilas e aldeias, que são, em sua jurisdição.