Caieiras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Caieiras
Laranjeiras,um distrito de Caieiras. Ao fundo, Pico do Jaraguá e Perus, um distrito de São Paulo

Laranjeiras,um distrito de Caieiras. Ao fundo, Pico do Jaraguá e Perus, um distrito de São Paulo
Bandeira de Caieiras
Brasão de Caieiras
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 14 de dezembro
Fundação 14 de dezembro de 1958 (57 anos)
Gentílico caieirense
Lema Urbs Pinetorum (Cidade dos pinheirais)
Prefeito(a) Roberto Hamamoto (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de Caieiras
Localização de Caieiras em São Paulo
Caieiras está localizado em: Brasil
Caieiras
Localização de Caieiras no Brasil
23° 21' 50" S 46° 44' 27" O23° 21' 50" S 46° 44' 27" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião Metropolitana de São Paulo IBGE/2008 [1]
Microrregião Franco da Rocha IBGE/2014 [1]
Região metropolitana São Paulo
Municípios limítrofes Norte: Franco da Rocha
Sul: São Paulo
Leste: Mairiporã
Oeste: Cajamar
Distância até a capital 24 km[2]
Características geográficas
Área 96,104 km² [3]
População 94 516 hab. Estimativa IBGE/2014[4]
Densidade 983,48 hab./km²
Altitude 785 m
Clima subtropical Cwa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,827 muito alto PNUD/2014 [5]
PIB R$ 7 080 001 62 Reais IBGE/2014[6]
PIB per capita R$ 75 821 43 IBGE/2014[6]
Página oficial

Caieiras é um município localizado na Zona Norte da Grande São Paulo[7], estado de São Paulo, Microrregião administrativa de Franco da Rocha. Sua população estimada em 2014, segundo o IBGE era de 94.516 habitantes e a área é de aproximadamente 96,1 km². Sua densidade demográfica é de 900,37 hab/km².

História[editar | editar código-fonte]

A história de Caieiras surgiu no século XIX quando o Coronel Antônio Proost Rodovalho, comprou uma fazenda ao longo do Rio Juqueri-Guaçu, nas proximidades de onde formou-se a cidade de Caieiras. A existência em abundância de um importante mineral próprio para a fabricação da cal. O Coronel Proost Rodovalho que era conhecido por seu empreendedorismo no comércio, agricultura e nas instituições financeiras, mandou construir dois fornos, passou a produzir a cal e transporta-la em lombos de mulas até a estação ferroviária de Perus - Ferrovia The São Paulo Railway Company Limited, conhecida na época apenas por "Inglesa".

Os fornos de cal foram inspiração para a denominação - Caieiras e surgiu em 1883, com a implantação da Estação Ferroviária da cidade. Era costume utilizar as características do lugar onde a ferrovia seria implantada para sua denominação.

Outro importante feito do Coronel foi a fundação da Companhia Cantareira de Esgotos, através de uma parceria com financistas da Capital, que facilitou a chegada de água.

Aos poucos o local foi se tornando habitável. Os primeiros moradores da cidade foram 180 trabalhadores italianos, que formaram o primeiro núcleo habitacional planejado para trabalhadores livres do Brasil.

A pedido do Coronel Proost Rodovalho a Inglesa implantou a Estação Ferroviária denominada Caieiras, em 19 de julho de 1883. Esta ferrovia, também conhecida como "inglesa", trouxe consigo o desenvolvimento da região.

A partir de abril de 1890, teve início em Caieiras a fabricação de papel. Na ocasião o presidente da Província - cargo compatível ao de governador, Prudente de Morais, além de outros políticos e empresários.

O evento foi documentado na primeira página do Jornal O Estado de S. Paulo na edição de 20 de abril de 1890.

Em 1890 um grupo de empreendedores e progressistas brasileiros fundam a Companhia Melhoramentos de São Paulo - Industria de Papéis.

Em 1890, Rodovalho e sua esposa, Etelvina Dutra Rodrigues Rodovalho, adquirem a Cia. Melhoramentos de São Paulo, intensificando ainda mais a produção de papel. Foram realizadas grandes plantações de pinheiros e eucaliptos na região para a utilização da companhia, que posteriormente, inspiraram a denominação "Cidade dos Pinheirais".

Os trabalhadores que anteriormente se dedicavam à agricultura foram fixados em 180 residências construídas na Melhoramentos. Assim, formou-se o primeiro núcleo habitacional planejado para trabalhadores livres do Brasil. Em 1890, Rodovalho e sua esposa, Etelvina Dutra Rodrigues Rodovalho, adquirem a Cia. Melhoramentos de São Paulo, intensificando ainda mais a produção de papel. Foram realizadas grandes plantações de pinheiros e eucaliptos na região para a utilização da companhia, que posteriormente, inspiraram a denominação "Cidade dos Pinheirais".

A vida política começou a tomar forma em 1953, quando os moradores da região passaram a organizar a Comissão Pró-Emancipação de Caieiras, cujo objetivo era criar o Município de Caieiras. Assim, foi enviado à Assembleia Legislativa uma solicitação para a realização de um plebiscito que decidiria sobre a criação do município.

Depois da realização do plebiscito cuja escolha da população foi pela emancipação, em 14 de Dezembro de 1958 surge oficialmente o município de Caieiras.

Caieiras é uma cidade em constante crescimento, destaca-se pelas indústrias plásticas e papeleiras. Com aproximadamente cem mil habitantes possui um dos melhores índices de qualidade de vida do Estado de São Paulo.

O município de Caieiras possui 81.163 mil habitantes, em seus 96 Km² de área territorial. Conhecida com a “cidade dos pinheirais”, por possuir uma grande área florestal preenchida principalmente por pinheiros, Caieiras tem um PIB – produto interno bruto, per capita de R$ 11.711,00 (onze mil setecentos e setenta e um reais, de acordo com censo realizado pelo IBGE em 2006).

Em serviços de saúde, a cidade oferece 19 unidades, entre elas, 12 são do Sistema Única de Saúde – SUS. No total, são 109 leitos disponíveis para atender os caieirenses.

A rede escolar municipal registrou 13.179 matrículas para o ensino fundamental, e 4.498 para o ensino médio – setor educacional que conta com 307 professores.

Caieiras tem recebido inúmeras empresas ao longo dos anos. Seu cadastro central de empresas possui 1.577 unidades locais (Censo IBGE 2008), que empregam 17.388 pessoas. Dentre esses estabelecimentos empresariais, destaca-se a Melhoramentos – MD Papéis, indústria de papel e celulose responsável pela fabricação de material utilizado e conhecido em todo Brasil.

(Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE)

Geografia[editar | editar código-fonte]

Seus limites são Franco da Rocha a norte, Mairiporã a leste, a capital a sul e Cajamar a oeste.

Caieiras situa-se a uma altitude média de 785 metros.

O clima do município, como em toda a Região Metropolitana de São Paulo, é subtropical. A média de temperatura anual gira em torno dos 11,5 °C, sendo os meses mais frios Junho e Julho (Média de 5 °C) e os mais quentes Novembro, Dezembro, Janeiro e Fevereiro (Média de 18 °C). O índice pluviométrico anual fica em torno de 2500 mm.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2015

População total: 94.516

População estimada 2014 (IBGE) 94.516

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 14,20

Expectativa de vida (anos): 80,13

População vivendo abaixo da linha da pobreza 0,26%

Taxa de fecundidade (filhos por mulher) 1,28

Taxa de alfabetização 99,02%

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M) 0,827

  • IDH-M Renda: 0,770
  • IDH-M Longevidade: 0,910
  • IDH-M Educação: 0,802

(Fonte: IPEADATA)

Etnias[editar | editar código-fonte]

Cor/Raça Percentagem
Branca 96,8%
Negra 0,8%
Parda 1,9%
Amarela 0,3%
Indigena 0,1%

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Caieiras é caracterizado subtropical, com diminuição de chuvas no inverno e temperatura média anual de 18,5 °C, tendo invernos secos e relativamente frios (com ocorrências de geadas leves em alguns poucos dias da estação) e verões chuvosos com temperatura relativamente altas.

Dados climatológicos para Caieiras
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 26,5 26,3 25,5 23,7 22 21 20,8 21,9 23 23,8 24,7 25,2 23,7
Temperatura média (°C) 21,6 21,5 20,8 18,7 16,8 15,5 15,2 16,1 17,4 18,6 19,7 20,3 18,5
Temperatura mínima média (°C) 16,7 16,8 16,1 13,8 11,6 10,1 9,6 10,4 11,9 13,5 14,8 15,5 13,4
Precipitação (mm) 235 213 157 62 54 47 35 37 67 124 134 200 1 365
Fonte: Climate-Data.org[8]

Transporte[editar | editar código-fonte]

O transporte ferroviário é realizado pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), pela linha 7-Rubi (Luz - Francisco Morato / Francisco Morato - Jundiaí).

O transporte público urbano é realizado através de concessão pela Viação Cidade de Caieiras.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

As seguintes rodovias são acessíveis a poucos quilômetros do limite com o município de São Paulo:

No limite do município de Caieiras com Franco da Rocha e a poucos quilômetros do limite de Caieiras com Mairiporã:

Bairros[editar | editar código-fonte]

Jd. Cresciúma,

Jd. São Francisco,

Jd. Santo Antônio,

Vl. Rosina,

Vera Tereza,

Serpa,

Laranjeiras,

Nova Caieiras,

Miraval,

Jd. dos Eucaliptos,

Vl. dos Pinheiros,

Pq. Santa Inês,

Sítio Aparecida,

Araucária,

Jd. Marcelino,

Morro Grande,

Pq. São Rafael,

Jd. Monte Alegre,

Jd. Vitória,

Vl. São João,

Nova Era,

Jd. Esperança,

Alpes,

Pq. Suíça,

Portal das Laranjeiras,

Jd. San Diego,

Fazenda Cantareira,

Jd. Boa Vista,

Residencial San Marino,

Jd. Europa,

Real Park.

Economia[editar | editar código-fonte]

Indústria[editar | editar código-fonte]

A economia do município destaca-se pelas indústrias plásticas e papeleiras, dando destaque para a Companhia Melhoramentos de São Paulo, empresa produtora de papel, que possui uma área de reflorestamento que abrange a maior parte do território da Cidade. O município possui um dos melhores índices de qualidade de vida do estado de São Paulo com IDH de 0,895.

Caieiras também se destaca-se pela produção de plástico e bebidas. No município também é localizada a empresa de bebida Refrigerantes Convenção. No setor papeleiro podemos destacar as empresas MD Papéis, Jandaia, Primícia.

Filhos ilustres[editar | editar código-fonte]

Administração pública[editar | editar código-fonte]

Caieiras teve os seguintes prefeitos e vice prefeitos:

  • Gino Dártora e Milton F. Neves (1960 a 1963)
  • Pde. José C. de Oliveira e Milton F. Neves (1964 a 1969)
  • Gino Dártora e Antonio Furlanetto (01/02/1969 a 16/10/1969)
  • Américo Massinelli (17/10/1969 a 28/11/1970)
  • Nelson Manzanares (28/11/1970 a 31/01/1973)
  • Pde. José C. de Oliveira e Lourides Dell´Porto (1973 a 1977)
  • Gino Dártora e Luiz Lopes Lansac (1977 a 1982)
  • Nelson Fiore e Fausto da Silva Juniorn (1983 a 1988)
  • Milton Ferreira Neves e Edson Navarro (1989 a 1992)
  • Névio L. A. Dártora e Pedro Sergio Graf  Nunes (1993 a 1996)
  • Pedro Sérgio Graf. Nunes e Edson Navarro (1997 a 2000)
  • Névio L. A. Dártora e Joaquim Costa (2001 a 2004)
  • Névio L.A. Dártora e  Joaquim Costa (2005 a 2008)
  • Roberto Hamamoto e Gerson Romero (2009 a 2012)
  • Roberto Hamamoto e Gerson Romero (2013 a 2016)

Galeria[editar | editar código-fonte]

Municípios limítrofes[editar | editar código-fonte]

Seus limites são Franco da Rocha a norte, Mairiporã a nordeste, a capital paulistana a leste/sul, e Cajamar a oeste.


Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 28 de janeiro de 2011. 
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de julho de 2013. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  7. «Lei Complementar nº 1.139, de 16 de junho de 2011». www.al.sp.gov.br. Consultado em 2016-10-08. 
  8. «CLIMA: CAIEIRAS». Climate-Data.org. Arquivado desde o original em 15 de julho de 2015. Consultado em 23 de dezembro de 2015. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Wikivoyage Guia turístico no Wikivoyage
Wikisource
O Wikisource contém fontes primárias relacionadas com Hino de Caieiras
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Caieiras
  1. http://webmairipora.com.br/.  Falta o |titulo= (Ajuda)