Caio Mesquita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Caio Mesquita
Informação geral
Nome completo Caio de Abreu Mesquita
Também conhecido(a) como "Cáh" ou "Mesquita"
Nascimento 14 de junho de 1990 (25 anos)
Origem Santos, SP
País  Brasil
Gênero(s) MPB
Instrumento(s) Saxofone
Página oficial caiomesquitasax.com.br

Caio de Abreu Mesquita (Santos,14 de junho de 1990) é um saxofonista brasileiro [1] [2] .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou na música aos 5 anos de idade no piano, aos 10 anos com teclado nesta época demonstrou interesse pelo Sax.[1] Em televisão participou de alguns programas locais até chegar na TV Record no programa Raul Gil em 2005 onde ganhou reconhecimento nacional.[2] Ganhador do 1ª concurso nacional de novos talentos recebeu como premio Viagem ao Uruguai para gravação de um clip na cidade de Punta del Este no Hotel Conrad. A gravadora Luar Music, que tem o perfil de lançar novos músicos empresa escolheu Mesquita para lançar o primeiro álbum de música instrumental com o selo Luar Music.

Natural de Santos, Caio Mesquita começou a se interessar pela música aos 5 anos quando ganhou de uma tia um teclado de brinquedo. Depois, começou a ter aulas de piano até os 10 anos. Nessa época, se interessou pelo sax quando ouviu a música “Pense em mim”, interpretada por Leandro e Leonardo. Por coincidência, seu professor de piano era saxofonista e o ensinou a tocar. A partir daí Caio começou a apresentar-se em escolas, festas da cidade e alguns bares. Em uma dessas apresentações, conheceu a ex-caloura Jacqueline Müller que o convidou para um dueto no programa Raul Gil.

Participações[editar | editar código-fonte]

Caio participou de trilhas sonoras de algumas novelas da Rede Record, como Prova de Amor, com a música O Nosso Amor a Gente Inventa em parceria com a cantora Twiggy; e Alta Estação, com a música Só nos Resta Viver e em Luz do Sol com Jorge Vercillo. Recentemente atuava como jurado no quadro "Jovens Talentos" do Programa Raul Gil no SBT.

Disco de Platina[editar | editar código-fonte]

Após três meses do lançamento do primeiro CD totalmente instrumental e, vendeu mais de 125 mil cópias e recebeu o Disco de Platina.[1]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 2006: Caio Mesquita – Jovem Brazilidade[1] (EMI)
  • 2006: Natal (EMI)
  • 2006: Caio Mesquita Ao vivo - e DVD (EMI)
  • 2007: Jovem Brazilidade II (Sony Music)
  • 2008: Caio Mesquita Sertanejo (Universal Music)
  • 2011: Um Feliz Natal (Radar)
  • 2012: Outra vez [3] (Sony Music)
  • 2015: Músicas para orar (RG Gospel/Aliança)

Referências

  1. a b c d Caio Mesquita faz show em Teresina dia 23 Ai5Piauí - Notícias do Piauí (19 de novembro de 2009). Visitado em 10 de junho de 2010.
  2. a b Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Caio Mesquita. Visitado em 22 de outubro de 2010.
  3. Cristiano Luiz Freitas (7 de março de 2009). Hits sertanejos no sax de Caio Gazeta do Povo. Visitado em 22 de outubro de 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]