Caio Sulpício Galo (cônsul em 243 a.C.)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Caio Sulpício Galo, o famoso astrônomo romano que foi cônsul em 166 a.C..
Caio Sulpício Galo
Cônsul da República Romana
Consulado 243 a.C.

Caio Sulpício Galo (em latim: Caius Sulpicius Gallus) foi um político da gente Sulpícia da República Romana eleito cônsul em 243 a.C. com Caio Fundânio Fúndulo.

Consulado (243 a.C.)[editar | editar código-fonte]

Teatro de operações da Primeira Guerra Púnica entre 248 e 241 a.C..
  Território siracusano
  Território cartaginês
  Territórios romanos
1. Amílcar Barca apóia Drépano, que esta sitiada, e saqueia a costa italiana.
2. Amílcar desembarca em monte Ercte.
3. Amílcar muda sua base de monte Ercte para Érice (Eryx).
4. Vitória naval romana nas ilhas Égadas e queda de Drépano. Cartago pede a paz (241 a.C.).

Caio Sulpício foi depois eleito cônsul em 243 a.C., o vigésimo-segundo ano da Primeira Guerra Púnica, com Caio Fundânio Fúndulo e enviado à Sicília para lutar contra Amílcar Barca, que ocupava a cidade de Érice.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
'Aulo Mânlio Torquato Ático

com Caio Semprônio Bleso II

Caio Fundânio Fúndulo
243 a.C.

com Caio Sulpício Galo

Sucedido por:
'Caio Lutácio Cátulo

com Aulo Postúmio Albino


Referências

  1. (em alemão) Friedrich Münzer: Sulpicius 65). In: Realencyclopädie der classischen Altertumswissenschaft (RE). Vol. IV A,1, Stuttgart 1931, Col. 808.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]