Calcas (mongóis)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Calcas
Халх
Yagaan noyon.jpg
Namnansüren, homem calca, o primeiro primeiro-ministro da mongólia (1912)
População total

2 659 985 (na Mongólia em 2020) [1]

Regiões com população significativa
Mongólia
Línguas
mongol
Religiões

Maioria:

Tibetian Wheel.svg Budismo tibetano[1][2]
Atheismsymbol endorsed by AAI.svg Irreligião[1]

Minorias:

Star and Crescent.svg Islão[1]
Sámi mythology shaman drum Samisk mytologi schamantrumma 086.png Xamanismo[1]
Ichthus.svg Cristianismo[1]
Etnia
Mongóis
Grupos étnicos relacionados
Buriates

Calcas[3] (em mongol: Халх; romaniz.: Ḫalẖ; pronúncia: [xɑɮx]) é o maior subgrupo dos mongóis na Mongólia desde o século XV. Juntos com os chaares, ordos e tumedes, foram diretamente governados pelos cãs do clã Borjiguim até o século XX; ao contrário dos Oirates, que eram governados por nobres jungares ou pelos corchins, que eram governados pelos descendentes de Casar.

Referências

  1. a b c d e f «2020 POPULATION AND HOUSING CENSUS OF MONGOLIA /summary/» (PDF) 
  2. «Mongolia – Religion». Michigan State University. Consultado em 24 de janeiro de 2015. Cópia arquivada em 15 de março de 2015 
  3. GEPB 1981, p. 135.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Grande enciclopédia portuguesa e brasileira. Lisboa e Rio de Janeiro: Editorial Enciclopédia. 1981