Caldelas (Guimarães)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Caldas das Taipas)
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Caldelas  
—  Freguesia  —
Ara de Trajano
Ara de Trajano
Bandeira de Caldelas
Bandeira
Brasão de armas de Caldelas
Brasão de armas
Localização no concelho de Guimarães
Localização no concelho de Guimarães
Caldelas está localizado em: Portugal Continental
Caldelas
Localização de Caldelas em Portugal
Coordenadas 41° 29' N 8° 21' O
País  Portugal
Concelho GMR.png Guimarães
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente Constantino João Quintas Veiga (PPD/PSD.CDS-PP)
Área
 - Total 2,69 km²
População (2011)
 - Total 5 723
    • Densidade 2 127,5 hab./km²
Orago São Tomé
Sítio http://caldas-taipas.com/

Caldelas é uma freguesia portuguesa do concelho de Guimarães, com 2,69 km² de área[1] e 5 723 habitantes (2011).[2] A sua densidade populacional é de 2 127,5 hab/km².

Foi elevada a vila pelo decreto n.º 30 518 de 19 de Junho de 1940, sob o nome de Caldas das Taipas.

A sede da freguesia de Caldelas é conhecida por Caldas das Taipas, devido às termas reconhecidas desde a presença romana.[3]Localiza-se na estrada que liga Guimarães a Braga (EN 101). Dista cerca de 7Km da primeira de 14 km da segunda.

Da época dos romanos, que utilizavam as águas com qualidades medicinais, ficaram alguns testemunhos, como a Ara de Trajano, com inscrições ao imperador. Foram encontrados diversos vestígios dessa época no local onde se instalou o primeiro balneário, que entretanto foi reconstruído para o que hoje é conhecido como Banhos Velhos.

A descoberta de novas nascente de água e a necessidade de construção de novas instalações para as termas, determinaram a localização do que ficou desde então conhecido como Banhos Novos. Depois de um período de interregno, as termas retomaram o seu funcionamento nos anos 80 e têm vindo a desenvolver melhorias técnicas, com objectivo de alargar os serviços.

As qualidades paisagísticas foram outrora descritas por artistas escritores que eternizaram as belezas naturais: Ferreira de Castro e Ramalho Ortigão.

Contudo, a vila teve um grande crescimento quer em termos de população residente, quer em termos de aglomerado urbano. Este crescimento explica-se, num primeiro momento pela instalação expressiva da indústria de cutelarias e num segundo momento, pelo facto da proximidade de duas importantes cidades – Braga e Guimarães e da melhoria das facilidades de acesso às cidades. O crescimento, não tendo sido controlado, levou a situações de ruptura e a ligação rodoviária a Guimarães é feita com alguma dificuldade, devido ao elevado tráfego que se regista ao longo daquela via. Indelevelmente, aquele crescimento teve impactes negativos na paisagem e as descrições daqueles autores seriam hoje bastantes diferentes.

Para além das termas, existe na localidade um parque de campismo, um complexo de piscinas e um parque natural que margina o rio Ave, que em conjunto, vincam a forte vocação turística da vila, que é ainda potencial e expectante.

Património[editar | editar código-fonte]

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Caldelas (1864 – 2011) [7]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
853 996 1 172 1 228 1 383 1 385 1 489 1 817 2 184 2 413 2 728 3 543 3 874 5 252 5 723

Actividades económicas[editar | editar código-fonte]

Artesanato[editar | editar código-fonte]

Colectividades/associações[editar | editar código-fonte]

  • Banda Musical de Caldas das Taipas
  • Clube Caçadores das Taipas
  • Centro de Actividades Recreativas Taipense
  • Rotary Club de Caldas das Taipas
  • Centro Social Pe. Manuel Joaquim de Sousa
  • Clube de Ténis
  • Clube de Ténis de Mesa
  • Clube de Caça do Vale do Ave
  • Clube de Pesca
  • CNE - Agrupamento 666 de Caldas das Taipas
  • Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Caldas das Taipas
  • Movimento Artístico das Taipas - Associação Cultural

Festas e romarias[editar | editar código-fonte]

  • S. Pedro (Festas da Vila)
  • S. Tomé e Santo Ovidio

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

  • Rojões com papas de sarrabulho

Outros locais[editar | editar código-fonte]

  • Parque com praia fluvial e termas

Feiras[editar | editar código-fonte]

  • Semanal às segundas-feiras

Avepark[editar | editar código-fonte]

Encontra-se em construção desde Junho de 2006, entre a vila das Caldas das Taipas e a freguesia de Barco, como pólo do Ave do Parque de Ciência e Tecnologia do Porto onde em parceria com a Universidade do Minho, se prevê também a instalação, no âmbito de uma candidatura efectuada à União Europeia, do primeiro Centro Europeu de Excelência em território nacional (o Instituto Europeu de Excelência em Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa).

Referências

  1. «Carta Administrativa Oficial de Portugal CAOP 2013». descarrega ficheiro zip/Excel. IGP Instituto Geográfico Português. Consultado em 13 de Março de 2014. 
  2. INE Instituto Nacional de Estatística - Censos 2011 - População residente por freguesia, CAOP 2013
  3. «Caldas das Taipas». IGESPAR. Consultado em 25 de Março de 2014. 
  4. «Lápide das Taipas». IGESPAR. Consultado em 25 de Março de 2014. 
  5. «Ponte do Rio Ave». IGESPAR. Consultado em 25 de Março de 2014. 
  6. «Ponte sobre o Rio Ave/Ponte das Taipas». SIPA. Consultado em 25 de Março de 2014. 
  7. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Caldelas (Guimarães)