Camille Chamoun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Camille Chamoum
Camille Chamoum
Presidente do Líbano
Período 23 de stembro de 1952 – 22 de setembro de 1958
Antecessor(a) Bechara El Khoury
Sucessor(a) Fuad Chehab
Dados pessoais
Nascimento 3 de maio de 1900
Deir el Qamar, Líbano
Morte 7 de agosto de 1987 (87 anos)
Beirute, Líbano
Partido Partido Nacional Liberal
Religião Maronita
Profissão Advogado e Político

Camille Nimr Chamoun (كميل نمر شمعون, Kamīl Sham'ūn) (Deir El Qamar, 3 de abril de 1900Beirute, 7 de agosto de 1987) foi presidente do Líbano entre 1952 e 1958, líder cristão maronita durante a Guerra Civil do Líbano e criador do Partido Nacional Liberal além de auxiliar na fundação da Frente Libanesa durante a Guerra Civil.

Seu governo no entanto sofreu muita oposição no Líbano por ser caracterizado como pró ocidente, o auge da oposição a seu governo foi quando Chamou decidiu apoiar os britânicos e franceses na Crise de Suez em 1956, o que desagradou completamente grupos pan arabistas e apoiadores de Nasser no Líbano. Isso levaria a conflitos e rebeliões que ocorreriam durante o seu mandato no qual ele receberá apoio de países estrangeiro como os Estados Unidos que asseguraram o término de seu mandato sem interrupções. Devido à sua baixa popularidade com a comunidade muçulmana, Chamoun deu espaço a Fuad Chehab que era bem visto pelos muçulmanos libaneses e conseguiu trazer um clima de prosperidade para o país.