Campanha dácia de Trajano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Guerras dácias.
Campanha dácia de Trajano
Data 101102 e 105106
Local Dácia Antiga
Desfecho Vitória romana
Mudanças territoriais Parte do território dácio é anexado por Roma
Beligerantes
Dácia Império Romano
Comandantes
Decébalo Trajano
Forças
Desconhecidas (250 000 combatentes disponíveis) 150 000 na primeira guerra - 200 000 na segunda guerra
Baixas
Desconhecidas Desconhecidas

As Campanhas dácias de Trajano (101-102 e 105-106 d.C) foram duas guerras militares travadas entre o Império Romano e Dácia, durante o reinado do imperador Trajano. Os conflitos foram provocados pela constante ameaça dácia ao Império e também pela necessidade crescente de recursos para a economia romana.[1]

Tibério Cláudio Máximo foi o soldado romano que presenteou o imperador Trajano a cabeça de Decébalo, o rei Dácio derrotado, em 107.

Principais batalhas[editar | editar código-fonte]

As principais batalhas das Guerras Dácias tiveram vitória romana, entre elas:

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Campanha dácia de Trajano
  • Campanha dácia de Domiciano

Referências