Campanha da Fraternidade de 2006

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O tema da Campanha da Fraternidade de 2006 foi deficiência física.

O trabalho da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em 2006 realmente é fundamental para o desenvolvimento dessa visão que carece pela sociedade. Dessa forma, a campanha propôs algumas mudanças de atitudes à sociedade, apresentadas em síntese, em relação aos deficientes físicos, conforme segue:

  • Deixar de entender a deficiência como doença, nem como fatalismo, maldição, pecado da família ou incapacidade: entender a deficiência como uma diferença natural, através da desconstrução e desqualificação do preconceito
  • Deixar de entender a deficiência como uma questão individual, e sim como uma questão social com dever de todos, por meio de políticas públicas que adaptem os meios de convívio com a sociedade e garantam os direitos pela inclusão social
  • Conceder a autonomia dos deficientes, de forma que possam participar decidindo sobre a construção de sua história, com o fortalecimento dos conselhos municipais e estaduais em defesa de seus direitos
  • Promover ações de prevenção das deficiências, com campanhas permanentes
  • Promover ações de dignidade e inclusão voltadas para a geração de emprego e renda