Campanha dos Seis Dias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campanha dos Seis Dias
Guerra da Sexta Coalizão
Meissonier - 1814, Campagne de France.jpg
Data 9 de fevereiro14 de fevereiro de 1814
Local Nordeste da França
Desfecho Vitória francesa
Combatentes
França Primeiro Império Francês Flag of the Kingdom of Prussia (1803-1892).svg Reino da Prússia
Rússia Império Russo
Flag of the Habsburg Monarchy.svg Império Austríaco
Comandantes
França Napoleão Bonaparte Flag of the Kingdom of Prussia (1803-1892).svg Gebhard Leberecht von Blücher
Flag of the Kingdom of Prussia (1803-1892).svg Fabian von Osten-Sacken
Flag of the Kingdom of Prussia (1803-1892).svg Ludwig von Wartenburg
Rússia Zakhar Dmitrievitch
Forças
30 000 120 000
Baixas
+ 3 500 mortos ou feridos ~ 25 750 mortos, feridos ou prisioneiros

A Campanha dos Seis dias foi uma série de batalhas na defesa final da França por Napoleão durante o avanço aliado sobre Paris em 1814.

Com um exército de setenta mil homens, o imperador foi confrontado com pelo menos meio milhão de tropas aliadas que avançavam com grandes armamentos, comandadas por Gebhard Leberecht von Blücher e pelo Field Marshal Prince zu Schwarzenberg, entre outros.

O conflito ocorreu durante seis dias, de 10 a 14 de fevereiro durante o qual ocorreram quatro batalhas. Napoleão conseguiu infligir 17.750 baixas em cem mil das tropas de Blücher, com três mil homens armados, fazendo com que mais tarde historiadores e entusiastas afirmassem que a Campanha dos Seis Dias foi a melhor do imperador.[1]

No entanto, as vitórias do imperador não foram significativas o suficiente para fazer qualquer alteração no quadro estratégico global, e o exército maior de Schwarzenberg ameaçou Paris, o que terminou acontecendo em finais do mês de março.

Batalhas da campanha[editar | editar código-fonte]

  • Batalha de Champaubert (10 de fevereiro, 1814) – 4.000 baixas russas e a prisão do general russo Olsufiev; cerca de 200 vítimas francesas.[1]
  • Batalha de Montmirail (11 de fevereiro, 1814) – 4.000 baixas aliadas, contra 2.000 francesas.[1]
  • Batalha de Château-Thierry (12 de fevereiro, 1814) – 1.250 e 1.500 baixas prussianas e russas respectivamente, e nove canhões perdidos, para aproximadamente 600 baixas francesas.[1]
  • Batalha de Vauchamps (14 de fevereiro, 1814) – 7.000 baixas prussianas e 16 canhões perdidos, para aproximadamente 600 baixas francesas.[1]

Referências

  1. a b c d e Chandler, David. Dictionary of the Napoleonic wars, Wordsworth Editions, 1999, pp. 87, 90, 286–87, 459.
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.