Campeã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Portugal Portugal Campeã 
  Freguesia  
Bandeira de Campeã
Bandeira
Brasão de armas de Campeã
Brasão de armas
Localização no concelho de Vila Real
Localização no concelho de Vila Real
Campeã está localizado em: Portugal Continental
Campeã
Localização de Campeã em Portugal
Coordenadas 41° 17' 25" N 7° 53' O
País Portugal Portugal
Concelho Vila Real brasão.gif Vila Real
Administração
- Tipo Junta de freguesia
- Presidente Jorge Luís Jorge Maio (PS)
Área
- Total 24,05 km²
População (2011)
 - Total 1 375
    • Densidade 57,2 hab./km²
Código postal 5000–(071 a 072) Campeã
Orago Santo André e Santa Ana (até 1520: Santa Maria)
Website http://www.freguesiacampea.pt/

Campeã é uma freguesia portuguesa do concelho de Vila Real, com 24,05 km² de área[1] e 1 375 habitantes (2011[2]), ocupando a maior parte da região com o mesmo nome, entre as serras do Marão e do Alvão. Das 20 freguesias do concelho resultantes da reorganização administrativa de 2012/2013,[3] é a 7.ª em área, a 13.ª em população residente e a 16.ª em densidade populacional (57,2 hab/km²).

A Campeã disputa com Mouçós e Lamares o título de freguesia do concelho com mais lugares. Devido à contiguidade de muitos destes, nem sempre é possível estabelecer inequivocamente o seu número; uma lista possível será: Aveção do Cabo, Aveção do Meio, Aveçãozinho, Balsa, Boavista, Carvalheira, Chão Grande, Cotorinho, Cruz, Espinho, Estalagem Nova, Parada, Pêpe, Pereiro, Pousada, Montes, Seixo, Vendas (sede), Viariz da Poça, Viariz da Santa e Vila Nova[4].

População da freguesia da Campeã (desde 1801)
1801

[5]

1849

[6]

1864

[7][8]

1878

[7][9]

1890

[7][10]

1900

[7][11]

1911

[7][12]

1920

[7][13]

1930

[7][14]

1940

[7][15]

1950

[7][16]

1960

[7]

1970

[17]

1981

[18]

1991

[19]

2001

[20]

2011

[2]

1 476 1 532 * 2 030 2 064 1 981 1 959 1 921 1 910 2 012 2 180 2 416 2 742 2 224 2 211 1 958 1 627 1 375
* Nesta data a freguesia pertencia ao (agora extinto) concelho de Ermelo
Distribuição da População por Grupos Etários em 2001 e 2011
Idade 0-14 15-24 25-64 > 65 0-14 15-24 25-64 > 65
2001 222 207 786 412 13,6% 12,7% 48,3% 25,3%
2011 138 140 686 411 10,0% 10,2% 49,9% 29,9%

História[editar | editar código-fonte]

O mais antigo documento conhecido que lhe faz referência data de 1091in terrotoris Pannoniarum… subtus mons Campelana»). Em 1134, foi por D. Afonso Henriques concedida carta de couto à chamada «albergaria do Marão», aí situada.

Segundo as Memórias de Vila Real,[21] em 1530 a freguesia é denominada de Santo André, mas na Relação de Vila Real e seu Termo (1721) já surge com o nome actual.[22]

Tal como todas as demais terras pertencentes aos Marqueses de Vila Real, a Campeã passou em 1641 para a posse da Coroa, quando o Marquês e o seu herdeiro foram executados sob acusação de conjura contra D. João IV. Em 1654, passou a integrar o património da recém-criada Sereníssima Casa do Infantado, situação que se manteve até à extinção desta, aquando das reformas do Liberalismo (1836). Com estas, a região da Campeã passou a pertencer ao antigo concelho de Ermelo, tendo sido de novo transferida para o de Vila Real pelo decreto de 31 de Dezembro de 1853 que extinguiu aquele.

Em 1958, um avião pilotado por Pierre Clostermann foi obrigado a fazer uma aterragem de emergência na Campeã. O piloto, que terá saído ileso dessa arriscada aterragem, foi para Vila Real, onde se hospedou por uns dias no Hotel Tocaio. A cidade pacata que Vila Real então era ficou em polvorosa com a presença de Clostermann.[23]

Notas e Referências

  1. Instituto Geográfico Português, Carta Administrativa Oficial de Portugal (CAOP), versão 2013 (ficheiro Excel zipado)
  2. a b INE (2012) – "Censos 2011 (Dados Definitivos)", "Quadros de apuramento por freguesia" (tabelas anexas ao documento).
  3. Diário da República, Reorganização administrativa do território das freguesias, Lei n.º 11-A/2013, de 28 de janeiro, Anexo I.
  4. Não confundir com a aldeia homónima da freguesia de Folhadela.
  5. Luís Nuno Espinho da Silveira, coord. (2001) – "Os Recenseamentos da População Portuguesa de 1801 e 1849: Edição crítica, vol. I" (Censos 1801), p. 240 (ficheiro: p. 249).
  6. Luís Nuno Espinho da Silveira, coord. (2001) – idem, vol. III (Censos 1849), p. 783 (ficheiro: p. 128).
  7. a b c d e f g h i j INE (1964) – "X Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes às 0 horas de 15 de Dezembro de 1960. Tomo I, volume I" (Censos 1960), p. 90 (ficheiro: p. 116).
  8. Estatística de Portugal (1868) – "População: Censo no 1.º de Janeiro 1864" (Censos 1864), p. 231 (ficheiro: p. 257).
  9. Estatística de Portugal (1881) – "População no 1.º de Janeiro 1878 (parte 2)" (Censos 1878), p. 330 (ficheiro: p. 142).
  10. Direcção da Estatística Geral e Comércio (1896) – "Censo da População do Reino de Portugal no 1.º de Dezembro de 1890. Volume I" (Censos 1890), p. 238 (ficheiro: p. 357).
  11. Direcção Geral da Estatística e dos Próprios Nacionais (1905) – "Censo da População do Reino de Portugal no 1.º de Dezembro de 1900 (Quarto recenseamento geral da população). Volume I" (Censos 1900), p. 246 (ficheiro: p. 256).
  12. Direcção Geral da Estatística (1913) – "Censo da População de Portugal no 1.º de Dezembro de 1911 (5.º Recenseamento Geral da População). Parte I" (Censos 1911), p. 228 (ficheiro: p. 267).
  13. Direcção Geral de Estatística (1923) – "Censo da População de Portugal no 1.º de Dezembro de 1920 (6.º Recenseamento Geral da População). Volume I" (Censos 1920), p. 176 (ficheiro: p. 227).
  14. Direcção Geral de Estatística (1933) – "Censo da População de Portugal no 1.º de Dezembro de 1930 (7.º Recenseamento Geral da População). Volume I" (Censos 1930), p. 188 (ficheiro: p. 190).
  15. INE (1945) – "VIII Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes em 12 de Dezembro de 1940. Volume XVIII: Distrito de Vila Real" (Censos 1940), p. 28 (ficheiro: p. 32).
  16. INE (1952) – "IX Recenseamento Geral da População no Continente e Ilhas Adjacentes em 15 de Dezembro de 1950. Tomo I" (Censos 1950), p. 238 (ficheiro: p. 240).
  17. INE (1975) – "11.º Recenseamento da População, 1.º Recenseamento da Habitação: População e Alojamento por lugares: distrito de Vila Real", p. 41. (Ficheiro: "11.º Recenseamento da População, 1.º Recenseamento da Habitação: continente e ilhas" (Censos 1970), p. 1025.)
  18. INE (1983) – "XII Recenseamento Geral da População, II Recenseamento Geral da Habitação: Resultados Definitivos: Distrito de Vila Real" (Censos 1981), p. 5 (ficheiro: p. 15).
  19. INE (1993) – "Censos 91: Resultados Definitivos – Região do Norte", p. 34 (ficheiro: p. 32).
  20. INE (2003) – "Censos 2001: Resultados definitivos: XIV Recenseamento Geral da População, IV Recenseamento Geral da Habitação: Norte", p. 27 (ficheiro: p. 130).
  21. Fernando de Sousa e Silva Gonçalves (1987) — Memórias de Vila Real. Vila Real: Arquivo Distrital de Vila Real / Câmara Municipal de Vila Real. 2 vol.
  22. Ribeiro Aires (2007) — História das Freguesias do Concelho de Vila Real. Vila Real: Maronesa. pp. 181 ss.
  23. «Clostermann em Vila Real» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.