Campeonato Baiano de Futebol - Terceira Divisão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Baiano de Futebol Terceira Divisão
Baianão - Terceira Divisão
Dados gerais
Organização FBF
Edições 1
Local de disputa Bahia,  Brasil
Sistema Não disponível
Divisões
1ª Divisão2ª Divisão • 3ª Divisão
editar

A Terceira Divisão do Campeonato Baiano de Futebol foi uma das divisões de acesso ao Campeonato Baiano de Futebol. Teve a sua única edição realizada em 2000.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Tudo começou no arbitral para a 2ª Divisão de 2000 quando 13 clubes se inscreveram para a competição, um aumento de cinco clubes em relação ao ano anterior, isso despertou no então presidente da FBF, Virgílio Elísio, a percepção que havia muitos clubes interessados em entrar no profissionalismo e então decidiu criar a 3ª Divisão. Para a primeira edição houve quatro novatos no profissionalismo: Independente (atual Palmeiras Nordeste), Itapetinga, Esporte Clube Paulo Afonso e Renascente Esporte Clube. Somados a eles participaram a Associação Desportiva Atlanta e o Simões Filho Futebol Clube que retornavam de licença.

Em 2001 a FBF decidiu organizar a segunda edição da 3ª Divisão, porém paralelamente decidiu organizar a Taça Estado da Bahia que dava uma vaga na 1ª Divisão. Logo, era muito mais vantajoso disputar uma vaga na 1ª Divisão do que lutar por uma vaga na 2ª Divisão. Desta forma times da 3ª Divisão como Serrinha Esporte Clube, Associação Atlética Sisal Bonfinense e Simões Filho Futebol Clube escolheram o mais apropriado, disputar a Taça Estado da Bahia e a 3ª Divisão ficou esvaziada com apenas duas inscrições: o próprio Simões Filho Futebol Clube e o Malacarne Futebol Clube de Eunápolis que nem chegou a se profissionalizar. No fim das contas a FBF decidiu por extinguir a 3ª Divisão o que resultou numa diminuição enorme de clubes em atividade já em 2002.

Em 2008 a FBF decidiu criar um Torneio Seletivo que funcionaria como acesso a 2ª Divisão[1], porém por falta de clubes em 2009 e 2010 a mesma não foi realizada. Em 2011 cinco clubes se inscreveram, porém como três clubes da 2ª Divisão desistiram (Associação Desportiva Atlanta, Madre de Deus Sport Clube e Catuense Futebol S/A) a competição foi cancelada[2]. A FBF só conseguiu organizar a competição em 2012 quando participaram a Associação Desportiva Comunitária Astro, que sagrou-se campeã, o Cruzeiro Esporte Clube, vice-campeão, o Atlântico Esporte Clube e o Sport Clube Camaçariense.[3] O São Cristóvão chegou a inscrever-se, mas foi excluído por não conseguir regularizar seus atletas, o Esporte Clube Poções chegou a se inscrever, mas desistiu antes mesmo do Conselho Arbitral. Em 2013 muitos foram os clubes interessados em entrar na competição, porém apenas quatro se inscreveram: os recém filiados Sociedade Esportiva Luís Eduardo Magalhães e Clube Esportivo Flamengo além do Esporte Clube Poções e a Catuense Futebol S/A, porém o Poções não conseguiu a liberação de seus estádios e o Selem não conseguiu a tempo sua filiação na CBF ambos foram excluídos e Flamengo de Guanambi e Catuense entraram diretamente na competição sem a necessidade da disputa da competição.[4]

Campeões[editar | editar código-fonte]

Como Terceira Divisão
Ano Campeão Vice-campeão Terceiro lugar Quarto lugar
2000 Flag of None.svg
Itapetinga
Feira de Santana
Independente
Paulo Afonso
Paulo Afonso
Candeias
Renascente
Como Torneio Seletivo
Ano Campeão Vice-campeão Terceiro lugar Quarto lugar
2012 Feira de Santana
Astro
Cruz das Almas
Cruzeiro
Lauro de Freitas
Atlântico
Camaçari
Camaçariense

Títulos por clube[editar | editar código-fonte]

Equipe Títulos Último título
Itapetinga 1 2000
Astro 1 2012

Títulos por cidade[editar | editar código-fonte]

Cidade Títulos Vices Clubes campeões
Itapetinga 1 0 1
Feira de Santana 1 1 1
Cruz das Almas 0 1 0

Referências

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]