Copa Sub-23 de Futebol de 2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Campeonato Brasileiro Sub-23)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
I Copa Sub-23
Copa Sub-23
Dados
Participantes 10
Anfitrião  Brasil
Período 15 de setembro14 de novembro
Gol(o)s 78
Partidas 28
Média 2,79 gol(o)s por partida
Campeão Rio Grande do Sul Internacional
Vice-campeão São Paulo Corinthians
Campeão do interior
Melhor marcador Guto (Internacional) - 7 gols
Melhor ataque (fase inicial) Rio de Janeiro Vasco da Gama (13 gols)
Melhor defesa (fase inicial) Rio Grande do Sul Internacional (2 gols)

A Copa Sub-23 foi a 1ª edição do campeonato nacional da categoria. Contou com a participação de 10 clubes participantes da Série A do Campeonato Brasileiro sendo disputada entre 15 de setembro e 14 de novembro. A competição foi vencida pelo Internacional.

O regulamento é no formato dos Jogos Olímpicos, aonde, cada equipe, pode contar com até 3 jogadores acima de 23 anos de idade. Todos os jogos foram disputados na preliminar do time principal, durante os jogos do Campeonato Brasileiro.

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Copa Sub-23 será disputada em três fases (primeira fase, semi-final e final) em que as equipes jogarão no mínimo 5 e no máximo sete partidas. As equipes foram divididas em 2 grupos (A e B) com cinco participantes cada.

Com o objetivo de estimular a busca da vitória em todas as partidas que terminarem empatadas no tempo regulamentar, em todas as fases da Competição, haverá a disputa de pênaltis, conforme procedimento estabelecido nas regras do jogo de futebol, tal como definidas pela International Football Association Board. Caso isso ocorra, cada equipe terá a oportunidade de ganhar um ponto extra em uma disputa de três penalidades alternadas. Assim, o vencedor da disputa leva dois pontos, enquanto o derrotado fica com apenas um.

Primeira Fase

Nesta fase as equipes jogarão grupo contra grupo, em turno único, classificando-se para a fase semifinal as duas equipes com o maior número de pontos ganhos, nesta fase.

Semi-final

A fase semifinal da Copa Sub-23, será disputada pelas quatro equipes classificadas na primeira fase, divididas em dois grupos (C e D) de dois, que jogarão dentro dos respectivos grupos em partida única, classificando-se para a fase final a equipes com o maior número de pontos ganhos nos respectivos grupos, considerados exclusivamente os resultados obtidos nesta fase.

Final

Na fase final, o primeiro colocado do grupo C e o primeiro colocado do grupo D jogarão entre si em partida única, sagrando-se campeão o que somar o maior número de pontos ganhos, considerados exclusivamente os resultados obtidos nesta fase.

Na partida da fase final a equipe que tiver obtido a melhor campanha na somatória de todas as fases anteriores, realizará a partida na condição de mandante.

Condições de jogo

As equipes poderão utilizar atletas nascidos a partir de 1987 e mais três nascidos em 1986, ou antes, por partida. Para os goleiros, não haverá faixa de idade limite.

O atleta advertido com cartão vermelho ou a cada série de três cartões amarelos, ficará automaticamente impedido de participar de partida seguinte. O Clube mandante sempre jogará com seu uniforme número um, salvo alteração por acordo prévio entre as equipes.

Critérios de Desempate[editar | editar código-fonte]

Ocorrendo igualdade em pontos ganhos entre duas ou mais equipes na primeira fase, serão aplicados sucessivamente os seguintes critérios técnicos de desempate:

  • Maior número de vitórias;
  • Maior saldo de gols;
  • Maior número de gols marcados;
  • Menor número de cartões vermelhos recebidos;
  • Menor número de cartões amarelos recebidos;
  • Sorteio público na sede da FPF.

Nas aplicações dos critérios de desempate, serão computados apenas os resultados e gols conquistados no tempo regulamentar, não considerando as vitórias e os gols nas cobranças de pênaltis.

Televisionamento[editar | editar código-fonte]

Os jogos da Copa Sub-23, serão televisionados pelo canal aberto de televisão Esporte Interativo, canal fechado Sportv e acompanhado também no site de internet Portal Terra.[1]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Estádio Capacidade[2]
Atlético Mineiro Belo Horizonte Minas Gerais MG Arena do Jacaré[a] 18 000
Avaí Florianópolis Santa Catarina SC Ressacada 17 800
Botafogo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Engenhão 44 000
Corinthians São Paulo São Paulo SP Pacaembu 37 952
Flamengo Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Engenhão 44 000
Fluminense Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ Engenhão 44 000
Internacional Porto Alegre Rio Grande do Sul RS Beira-Rio 56 000
Palmeiras São Paulo São Paulo SP Arena Barueri[b] 35 000
Santos Santos São Paulo SP Vila Belmiro 21 256
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ São Januário 25 000

Classificação[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Classificação
Pos Times Pts J V E D GP GC SG %
1 Rio Grande do Sul Internacional 15 5 5 0 0 10 2 +8 100
2 Rio de Janeiro Vasco da Gama 11 5 3 1 1 13 6 +7 73
3 Santa Catarina Avaí 9 5 3 0 2 7 4 +3 60
4 São Paulo Palmeiras 5 5 1 2 2 4 8 -4 33
5 Rio de Janeiro Fluminense 0 5 0 0 5 2 9 -7 0
Zona de classificação à semi-final.

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Classificação
Pos Times Pts J V E D GP GC SG %
1 Minas Gerais Atlético Mineiro 9 5 3 0 2 7 3 +4 60
2 São Paulo Corinthians 8 5 2 1 2 4 10 -6 53
3 São Paulo Santos 6 5 2 0 3 4 6 -2 40
4 Rio de Janeiro Botafogo 6 5 2 0 3 9 12 -3 40
5 Rio de Janeiro Flamengo 6 5 1 2 2 5 5 0 40
Zona de classificação à semi-final.

Geral[editar | editar código-fonte]

Classificação
Pos Times Pts J V E D GP GC SG %
1 Rio Grande do Sul Internacional 15 5 5 0 0 10 2 +8 100
2 Rio de Janeiro Vasco da Gama 11 5 3 1 1 13 6 +7 73
3 Minas Gerais Atlético Mineiro 9 5 3 0 2 7 3 +4 60
4 Santa Catarina Avaí 9 5 3 0 2 7 4 +3 60
5 São Paulo Corinthians 8 5 2 1 2 4 10 -6 53
6 São Paulo Santos 6 5 2 0 3 4 6 -2 40
7 Rio de Janeiro Botafogo 6 5 2 0 3 9 12 -3 40
8 Rio de Janeiro Flamengo 6 5 1 2 2 5 5 0 40
9 São Paulo Palmeiras 5 5 1 2 2 4 8 -4 33
10 Rio de Janeiro Fluminense 0 5 0 0 5 2 9 -7 0
Melhor campanha.

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Para ler a tabela, a linha horizontal representa os jogos da equipe como mandante. A coluna vertical indica os jogos da equipe como visitante.

Equipes do mesmo grupo não se enfrentam na primeira fase.
  ATM AVA BOT COR FLA FLU INT PAL SAN VAS
Atlético-MG 1-0 0-1
Avaí 4-1 1-2 1-0
Botafogo 1-2 4-3
Corinthians 2-1 0-0
Flamengo 2-0 1-1 2-2
Fluminense 0-2 1-2 0-1
Internacional 1-0 4-0 1-0
Palmeiras 1-4 2-1
Santos 0-1 1-2 2-0
Vasco da Gama 4-0 3-0

Finais[editar | editar código-fonte]

  Semi-final Final
                 
Rio Grande do Sul Internacional  5  
Rio de Janeiro Vasco da Gama  0  
     Rio Grande do Sul Internacional  3
   São Paulo Corinthians  0
Minas Gerais Atlético Mineiro  1
São Paulo Corinthians  4  

Premiação[editar | editar código-fonte]

Copa Sub-23
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg
Sport Club Internacional
(1º título)

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 14 de novembro às 20:16 UTC-3

Gols Jogador Time
7 Brasil Guto Rio Grande do Sul Internacional
5 Brasil D. Rosa Rio de Janeiro Vasco da Gama
4 Brasil Weslley São Paulo Corinthians
3 Colômbia C. Borja Rio de Janeiro Flamengo
Brasil W. Morais São Paulo Corinthians
Brasil Willian Rio de Janeiro Botafogo
2 Brasil A. Patrick Rio de Janeiro Vasco da Gama
Brasil Careca São Paulo Corinthians
Brasil E. Sasha Rio Grande do Sul Internacional
Brasil F. Canavan Rio de Janeiro Fluminense
Brasil J. Silva Rio de Janeiro Vasco da Gama
Brasil Joedson Minas Gerais Atlético Mineiro
Brasil M. Gabriel Rio Grande do Sul Internacional

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Copa Sub-23 (16 de julho de 2010). «Copa Sub23». Consultado em 14 de outubro de 2010 [ligação inativa]
  2. «Cadastro Nacional de Estádios de Futebol (CNEF)» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 15 de setembro de 2009. Consultado em 9 de maio de 2010. Arquivado do original (PDF) em 10 de maio de 2013 
  3. UOL Esporte (22 de maio de 2010). «Palmeiras ignora crise, afunda o Grêmio e faz a festa na despedida do Palestra». Consultado em 23 de maio de 2010 
  4. UOL Esporte (6 de junho de 2010). «No 4º tropeço seguido, Atlético-MG perde para o Ceará, que segue invicto». Consultado em 7 de junho de 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]