Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino – 2.ª Divisão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Brasileiro de Basquete 2.ª Divisão
Temporada ou competição atual:
Basketball current event.svg Campeonato Brasileiro de Clubes de 2022
Esporte Basquete
Fundada 1996
Temporada inaugural Liga Nacional B de 1996
País(es)  Brasil
Continente União Sul-Americana de Nações América do Sul
Equipes 14
Atual campeão São Paulo São José (1º título)
Maior campeão Rio de Janeiro Tijuca (2 títulos)
Website cbb.com.br
Nomes oficiais do Campeonato Brasileiro de Basquete 2.ª Divisão
Liga Nacional B 1996–1997
Supercopa Brasil de Basquete 2011–2013
Liga Ouro de Basquete 2014–2019
Campeonato Brasileiro de Clubes CBB 2020–presente

O Campeonato Brasileiro de Basquete Masculino - 2.ª Divisão é a divisão de acesso à elite brasileira de basquete. Atualmente é organizada pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB).

Disputado pela primeira vez em 1996, teve diversas nomenclaturas ao longo dos anos, até chegar à atual: Campeonato Brasileiro de Clubes CBB. Também teve um período de hiato entre 2005 e 2010, quando não foi realizada nenhuma competição adulta de alcance nacional que dava ingresso ao Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão.

História[editar | editar código-fonte]

A primeira competição do basquete brasileiro a ser considerada a segunda divisão foi a Liga Nacional B, que dava acesso ao Campeonato Nacional de Basquete Masculino, que entre 1990 e 2008 foi o principal torneio de basquete no Brasil. Os primeiros colocados da Liga B enfrentavam, em um playoff, os últimos colocados do Campeonato Nacional para decidir a vaga no campeonato da primeira divisão do ano seguinte. O primeiro campeão foi o Dharma/Yara/Franca.[1][2] Devido a uma regra criada pela CBB, equipes paulistas da série B só poderiam jogar contra equipes do estado de São Paulo da série A.[3][4][5] A Liga Nacional B foi disputada em 1996 e 1997, sendo descontinuada após o título do Tijuca TC.[6]

Outra competição que serviu como divisão de acesso à elite do basquete brasileiro foi a Supercopa Brasil. Nos primeiros anos (1997 a 2004), era disputado como seletiva para o Campeonato Nacional de Basquete. A partir de 2011, quando foi retomado, passou a dar ao campeão e vice o direito de pleitear uma vaga no Novo Basquete Brasil (Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão), desde que atendessem as exigências técnicas e financeiras do torneio, ficando, portanto, com ares de segunda divisão. Em 2013, o vencedor e o segundo colocado da Supercopa tiveram que disputar um triangular com o penúltimo colocado da fase de classificação do NBB 12-13, com a finalidade de definir quais seriam os dois integrantes da temporada 13-14.[7]

Em 2014, a LNB criou a Liga Ouro de Basquete, que passou a ser a 2ª Divisão do NBB. Com isso, a Supercopa passou a equivaler à terceira divisão do basquetebol masculino brasileiro,[8] pois dava aos dois melhores colocados vaga na Liga Ouro.[9]

No final de 2018, a Confederação Brasileira de Basketball aunuciou a criação do Campeonato Brasileiro de Clubes CBB. O torneio substituiu a Supercopa Brasil, que também era organizada pela CBB e teve sua última edição em 2018. Em sua edição inaugural, em 2019, o Brasileiro de Clubes CBB pôde ser considerada uma 3ª divisão, atrás do NBB e da Liga Ouro; com a extinção desta última, a partir de 2020 o Campeonato Brasileiro de Clubes se tornou a 2ª divisão do basquete nacional.[10] Por ser considerado a divisão de acesso, o campeão terá direito de pleitear uma vaga no NBB.[11][12][13]

Edições[editar | editar código-fonte]

Como Liga Nacional B
Ano Campeão Placar(es) Vice
1996
Detalhes
São Paulo
Dharma/Yara/Franca
3 – 0 Paraná
Londrina
1997
Detalhes
Rio de Janeiro
Tijuca
2 – 0 Minas Gerais
Uberlândia T.C.
Como Supercopa Brasil de Basquete
Ano Campeão Placar(es) Vice
2011
Detalhes
Rio de Janeiro
Tijuca
77 – 73
(jogo único)
São Paulo
Liga Sorocabana
2012
Detalhes
São Paulo
Mogi das Cruzes
102 – 87
(jogo único)
São Paulo
Palmeiras
2013
Detalhes
Rio de Janeiro
Fluminense
106 – 93
(jogo único)
Rio de Janeiro
Macaé
Como Liga Ouro de Basquete
Ano Campeão Placar(es) Vice
2014
Detalhes
São Paulo
Rio Claro
3 – 1 São Paulo
Lins Basquete
2015
Detalhes
Rio Grande do Sul
Caxias do Sul
3 – 1 Pernambuco
Sport
2016
Detalhes
Rio de Janeiro
Vasco da Gama
3 – 2 Paraná
Campo Mourão
2017
Detalhes
Rio de Janeiro
Botafogo
3 – 2 Santa Catarina
AABJ-Joinville
2018
Detalhes
São Paulo
Corinthians
3 – 1 São Paulo
São José
2019
Detalhes
Paraíba
Unifacisa
3 – 2 São Paulo
São Paulo
Como Campeonato Brasileiro de Clubes CBB
Ano Campeão Placar(es) Vice
2020
Detalhes
Temporada cancelada devido à pandemia de COVID-19[14]
2021
Detalhes
Rio Grande do Sul
União Corinthians
80 – 68
(jogo único)
Santa Catarina
Flamengo/Blumenau
2022
Detalhes
São Paulo
São José
86 – 79
(jogo único)
São Paulo
Liga Sorocabana

Títulos[editar | editar código-fonte]

Por equipe[editar | editar código-fonte]

Clube Títulos Vices
Rio de Janeiro Tijuca 2 (1997 e 2011) 0
São Paulo São José 1 (2022) 1 (2018)
São Paulo Dharma/Yara/Franca 1 (1996) 0
São Paulo Mogi das Cruzes 1 (2012) 0
Rio de Janeiro Fluminense 1 (2013) 0
São Paulo Rio Claro 1 (2014) 0
Rio Grande do Sul Caxias do Sul 1 (2015) 0
Rio de Janeiro Vasco da Gama 1 (2016) 0
Rio de Janeiro Botafogo 1 (2017) 0
São Paulo Corinthians 1 (2018) 0
Paraíba Unifacisa 1 (2019) 0
Rio Grande do Sul União Corinthians 1 (2021) 0
São Paulo Liga Sorocabana 0 2 (2011 e 2022)
Paraná Londrina 0 1 (1996)
Minas Gerais Uberlândia T.C. 0 1 (1997)
São Paulo Palmeiras 0 1 (2012)
Rio de Janeiro Macaé 0 1 (2013)
São Paulo Lins Basquete 0 1 (2014)
Pernambuco Sport 0 1 (2015)
Paraná Campo Mourão 0 1 (2016)
Santa Catarina AABJ-Joinville 0 1 (2017)
São Paulo São Paulo 0 1 (2019)
Santa Catarina Flamengo/Blumenau 0 1 (2021)


Por federação[editar | editar código-fonte]

Estado Títulos Vices
 São Paulo 5 6
 Rio de Janeiro 5 1
 Rio Grande do Sul 2 0
 Paraíba 1 0
 Paraná 0 2
 Santa Catarina 0 2
 Minas Gerais 0 1
 Pernambuco 0 1

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Acervo Digital - Folha de S.Paulo». Acervo Digital - Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de julho de 2021 
  2. «Acervo Digital - Folha de S.Paulo». Acervo Digital - Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de julho de 2021 
  3. «Acervo Digital - Folha de S.Paulo». Acervo Digital - Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de julho de 2021 
  4. «Acervo Digital - Folha de S.Paulo». Acervo Digital - Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de julho de 2021 
  5. «Acervo Digital - Folha de S.Paulo». Acervo Digital - Folha de S.Paulo. Consultado em 21 de julho de 2021 
  6. Kroll (16 de janeiro de 2015). «c b basqueteiros: Tijuca TC... Campeão da Liga B 1997... sob o comando do Emannuel Bonfim...». c b basqueteiros. Consultado em 3 de fevereiro de 2021 
  7. Macaé, Por GLOBOESPORTE COM; RJ. «Supercopa Brasil: Flu perde para o Macaé e encara o Goiânia na semifinal». globoesporte.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  8. Janeiro, Por GloboEsporte comRio de. «Com a volta do Botafogo, Supercopa Brasil começa nesta terça em Brusque». globoesporte.com. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  9. «Os campeões». lnb.com.br. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  10. Web, Katz-Soluções. «Net Esporte Clube | Desejo do NBPG, 'Divisão de Acesso' ao NBB será extinta». Net Esporte Clube. Consultado em 4 de fevereiro de 2021 
  11. «Comunicado Oficial - CBB / LNB». bx3. Consultado em 8 de março de 2019 
  12. «Nota oficial». lnb.com.br. Consultado em 8 de março de 2019 
  13. «Campeonato Brasileiro da CBB tem times definidos e data para começar». Globoesporte. Consultado em 6 de dezembro de 2018 
  14. Databasket, Equipe (14 de julho de 2020). «Confederação Brasileira cancela o Campeonato Brasileiro 2020». Databasket. Consultado em 22 de julho de 2020