Campeonato Brasileiro de Futebol de 2018 - Série C

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Brasileiro de 2018 - Série C
Brasileirão 2018 - Série C
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 14 de abril22 de setembro
Gol(o)s 456
Partidas 194
Média 2,35 gol(o)s por partida
Campeão Operário-PR (1º título)
Vice-campeão Cuiabá
Promovido(s) Operário-PR
Cuiabá
Botafogo-SP
Bragantino
Rebaixado(s) Tupi
Juazeirense
Salgueiro
Joinville
Melhor marcador Caio Dantas (Botafogo-SP) – 11 gols
Melhor ataque (fase inicial) Cuiabá – 32 gols
Melhor defesa (fase inicial) Santa Cruz – 13 gols
Maiores goleadas
(diferença)
Atlético Acreano 5–0 Juazeirense
FlorestãoRio Branco
13 de maio, 5ª rodada
 
Cuiabá 5–0 Joinville
Arena PantanalCuiabá
14 de julho, 14ª rodada
Público 605 023
Média 3 118,7 pessoas por partida
◄◄ 2017 Soccerball.svg 2019 ►►
atualizado em 22 de setembro

A Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2018 foi uma competição equivalente à terceira divisão do futebol do Brasil. Contando como a 29ª edição da história, foi disputada por 20 clubes, onde os quatro mais bem colocados ganharam acesso à Série B de 2019 e os dois últimos colocados de cada grupo na primeira fase foram rebaixados à Série D de 2019. Após autorização da Federação Internacional de Futebol, a competição não foi paralisada durante a disputa da Copa do Mundo, realizada entre os dias 14 de junho e 15 de julho.[1][2]

Na final do campeonato, o Operário-PR garantiu o título do torneio depois de derrotar o Cuiabá por 1–0, na Arena Pantanal, na finalíssima. No jogo da ida, empate em 3–3, na cidade de Ponta Grossa.[3] Os dois finalistas, juntamente com os semifinalistas Botafogo-SP e Bragantino, obtiveram o acesso para a Série B de 2019.[4] Pela segunda vez na história, com o regulamento regente desde 2012, nenhuma equipe da região Nordeste conseguiu subir de divisão.[5] De forma inédita, também levando em consideração o formato atual, todos os clubes que obtiveram o acesso foram oriundos da mesma chave na primeira fase, no caso o Grupo B.[6]

O rebaixamento começou a ser definido na 16ª rodada, com o descenso do Joinville, confirmado após a derrota por 2–0 para o Tupi, em Juiz de Fora.[7] Na penúltima rodada, o Salgueiro também teve o rebaixamento decretado, depois de ser derrotado por 1–0 pelo Remo, em pleno Cornélio de Barros.[8] Na última rodada, Tupi e Juazeirense completaram a relação de rebaixados: a equipe mineira após ser goleada por 5–1 pelo Ypiranga de Erechim, fora de casa, enquanto o clube baiano empatou em 2–2 com o Botafogo-PB, em João Pessoa.[9][10]

Formato e regulamento[editar | editar código-fonte]

A edição de 2018 mantém o formato em vigor desde 2012, uma vez que o calendário divulgado pela CBF reserva apenas 24 datas para a competição.[11][12] A competição será disputada por 20 clubes, divididos em dois grupos: Grupo A e Grupo B. Em cada grupo, os times se enfrentam duas vezes – jogos de ida e volta – totalizando 18 rodadas, com os quatro melhores de cada grupo avançando para a fase eliminatória. As duas piores equipes de cada grupo serão rebaixadas para a Série D de 2019.[13] Por outro lado, os quatro semifinalistas estarão automaticamente garantidos na Série B de 2019. A partir desse ano, não haverá mais o critério do gol marcado fora de casa como critério de desempate nos confrontos de eliminatórios (a partir das quartas de final).[14]

Critérios de desempate[editar | editar código-fonte]

Caso haja empate de pontos entre dois ou mais clubes, os critérios de desempate serão aplicados na seguinte ordem:[13]

  1. Número de vitórias
  2. Saldo de gols
  3. Gols marcados
  4. Confronto direto
  5. Número de cartões vermelhos
  6. Número de cartões amarelos
  7. Sorteio

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2017 Estádio (mando) Capacidade[15] Títulos
ABC Natal Rio Grande do Norte RN 19º (Série B) Frasqueirão 15 082 1 (2010)
Atlético Acreano Rio Branco Acre AC 3º (Série D) Florestão 10 000 0 (não possui)
Botafogo-PB João Pessoa Paraíba PB 15º Almeidão (PB) 19 000 0 (não possui)
Botafogo-SP Ribeirão Preto São Paulo SP 10º Santa Cruz 29 292 0 (não possui)
Bragantino Bragança Paulista São Paulo SP 16º Nabi Abi Chedid 17 128 1 (2007)
Confiança Aracaju Sergipe SE Batistão 15 586 0 (não possui)
Cuiabá Cuiabá Mato Grosso MT 13º Arena Pantanal 44 000 0 (não possui)
Globo Ceará-Mirim Rio Grande do Norte RN 2º (Série D) Barretão 10 068 0 (não possui)
Joinville Joinville Santa Catarina SC Arena Joinville 22 400 1 (2011)
Juazeirense Juazeiro Bahia BA 4º (Série D) Adauto Moraes 8 000 0 (não possui)
Luverdense Lucas do Rio Verde Mato Grosso MT 17º (Série B) Passo das Emas 10 000 0 (não possui)
Náutico Recife Pernambuco PE 20º (Série B) Arena Pernambuco 44 300 0 (não possui)
Operário-PR Ponta Grossa Paraná PR 1º (Série D) Germano Krüger 8 832 0 (não possui)
Remo Belém Pará PA 14º Mangueirão 45 007 1 (2005)
Salgueiro Salgueiro Pernambuco PE 11º Cornélio de Barros 12 070 0 (não possui)
Santa Cruz Recife Pernambuco PE 18º (Série B) Arruda 60 044 1 (2013)
Tombense Tombos Minas Gerais MG Almeidão (MG) 3 050 0 (não possui)
Tupi Juiz de Fora Minas Gerais MG Mario Helênio 30 000 0 (não possui)
Volta Redonda Volta Redonda Rio de Janeiro RJ Raulino de Oliveira 20 255 0 (não possui)
Ypiranga de Erechim Erechim Rio Grande do Sul RS 12º Colosso da Lagoa 22 000 0 (não possui)

Estádios[editar | editar código-fonte]

ABC Atlético Acreano Botafogo-PB Botafogo-SP Bragantino Confiança
Frasqueirão Florestão Almeidão (PB) Santa Cruz Nabi Abi Chedid Batistão
Capacidade: 15 082 Capacidade: 10 000 Capacidade: 25 770 Capacidade: 29 292 Capacidade: 17 128 Capacidade: 15 586
Estádio Frasqueirão em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil.png Botxtre.jpg Estádio Santa Cruz BFC.JPG Estádio Nabi Abi Chedid.jpg Estádio Estadual Lourival Baptista.jpg
Cuiabá
Globo
Arena Pantanal Barretão
Capacidade: 44 000 Capacidade: 10 068
Cuiaba Arena.jpg Estádio Manoel Dantas Barretto.jpg
Joinville Juazeirense
Arena Joinville Adauto Moraes
Capacidade: 22 400 Capacidade: 8 000
Arena Joinville.jpg
Luverdense Náutico
Passo das Emas Arena Pernambuco
Capacidade: 10 000 Capacidade: 44 300
Arena de Pernambuco.jpg
Operário-PR Remo
Germano Krüger Mangueirão
Capacidade: 8 832 Capacidade: 45 007
Germano kruger.JPG Estádio Olímpico - Pará.jpg
Salgueiro Santa Cruz Tombense Tupi Volta Redonda Ypiranga de Erechim
Cornélio de Barros Arruda Almeidão (MG) Mario Helênio Raulino de Oliveira Colosso da Lagoa
Capacidade: 12 070 Capacidade: 60 044 Capacidade: 3 050 Capacidade: 30 000 Capacidade: 20 255 Capacidade: 22 000
Estadiocbarros.JPG Estádio do Arruda em Recife.jpg Estádio Antônio Guimarães de Almeida.jpg Arquibancada do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio (vista de uma bilheteria).jpg Estádio General Sylvio Raulino de Oliveira.jpeg Colosso-2-1-600x300.jpg

Outros estádios[editar | editar código-fonte]

Além dos estádios de mando usual, outros estádios serão utilizados devido a punições de perda de mando de campo impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou por conta de problemas de interdição dos estádios usuais ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma melhor renda.[16]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Pernambuco Náutico 31 18 9 4 5 26 22 +4 Zona de classificação à próxima fase
2 Acre Atlético Acreano 30 18 9 3 6 25 22 +3
3 Pernambuco Santa Cruz 28 18 7 7 4 22 13 +9
4 Paraíba Botafogo-PB 26 18 6 8 4 22 17 +5
5 Sergipe Confiança 23 18 5 8 5 24 25 –1
6 Pará Remo 22 18 6 4 8 18 20 –2
7 Rio Grande do Norte Globo 22 18 4 10 4 19 19 0
8 Rio Grande do Norte ABC 21 18 6 3 9 18 24 –6
9 Bahia Juazeirense 19 18 4 7 7 16 20 –4 Zona de rebaixamento à Série D de 2019
10 Pernambuco Salgueiro 17 18 3 8 7 11 19 –8

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Resultados do grupo A
  ABC AAC BOT CON GLO JZE NAU REM SAL STC
ABC 0–1 2–0 4–0 1–3 1–0 2–0 2–1 2–0 0–3
Atlético-AC 3–0 1–0 0–3 1–1 5–0 1–0 1–0 2–1 2–1
Botafogo-PB 2–0 1–0 2–0 1–1 2–2 4–0 1–3 0–0 2–0
Confiança 2–2 0–0 2–2 0–0 1–1 2–3 0–2 3–0 1–1
Globo 1–0 2–1 1–1 1–1 1–1 1–1 3–1 1–1 1–2
Juazeirense 2–2 4–0 1–1 0–1 2–0 2–0 1–0 0–0 0–0
Náutico 2–0 3–1 2–0 2–4 2–0 1–0 3–2 3–0 1–1
Remo 1–0 2–2 0–0 0–3 1–0 3–0 1–1 0–1 0–0
Salgueiro 3–0 1–3 0–0 1–1 1–1 1–0 1–1 0–1 0–0
Santa Cruz 0–0 3–1 2–3 4–0 1–1 1–0 0–1 2–0 1–0

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 São Paulo Botafogo-SP 35 18 10 5 3 30 14 +16 Zona de classificação à próxima fase
2 Paraná Operário-PR 35 18 10 5 3 25 17 +8
3 Mato Grosso Cuiabá 32 18 10 2 6 32 21 +11
4 São Paulo Bragantino 29 18 8 5 5 21 16 +5
5 Mato Grosso Luverdense 24 18 7 3 8 27 25 +2
6 Minas Gerais Tombense 22 18 6 4 8 17 17 0
7 Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim 22 18 6 4 8 25 27 –2
8 Rio de Janeiro Volta Redonda 20 18 6 2 10 18 25 –7
9 Minas Gerais Tupi 20 18 6 2 10 19 30 –11 Zona de rebaixamento à Série D de 2019
10 Santa Catarina Joinville 14 18 4 2 12 13 35 –22

Confrontos[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Resultados do grupo B
  BRP BRG CUI JOI LUV OPF TOM TUP VRE YPI
Botafogo-SP 1–1 0–0 3–0 3–1 2–2 1–0 4–2 2–0 2–0
Bragantino 0–2 2–1 2–0 1–1 0–0 2–1 1–0 0–1 2–1
Cuiabá 2–1 0–1 5–0 1–0 4–0 2–1 1–0 3–0 1–2
Joinville 0–2 0–2 2–3 4–2 1–3 3–1 1–1 1–0 1–0
Luverdense 1–2 3–1 1–3 2–0 1–0 2–0 3–0 4–1 2–2
Operário-PR 3–1 1–1 1–1 2–0 3–2 1–1 2–0 1–0 2–1
Tombense 0–0 1–0 3–2 3–0 1–1 0–1 0–1 1–0 2–0
Tupi 1–1 0–3 1–3 2–0 0–1 0–1 1–0 2–1 4–1
Volta Redonda 1–0 2–1 3–0 0–0 2–0 0–1 0–2 2–3 3–2
Ypiranga-RS 0–3 1–1 3–0 2–0 1–0 2–1 0–0 5–1 2–2

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Clubes que lideraram o campeonato ao final de cada rodada:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
Grupo A AAC CON BOT CON AAC CON AAC NAU
Grupo B TUP BRP BRG OPF CUI BRP OPF BRP

Clubes que ficaram na última posição do campeonato ao final de cada rodada:

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18
Grupo A ABC JZE NAU SAL NAU GLO NAU REM SAL
Grupo B YPI LUV JOI VRE JOI

Fase final[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Resultados da fase final

Em itálico, os times que possuem o mando de campo no primeiro jogo do confronto e em negrito os times classificados.

Quartas de final Semifinais Final
 18 a 27 de agosto  1 a 9 de setembro  16 e 22 de setembro
                                     
 São Paulo Bragantino* 3 1 4  
 Pernambuco Náutico 1 1 2  
   São Paulo Bragantino 0 0 0 (2)  
   Paraná Operário-PR (pen) 0 0 0 (4)  
 Pernambuco Santa Cruz 1 0 1
 Paraná Operário-PR* 0 3 3  
   Paraná Operário-PR 3 1 4
   Mato Grosso Cuiabá 3 0 3
 Mato Grosso Cuiabá* 2 2 4  
 Acre Atlético Acreano 0 2 2  
   Mato Grosso Cuiabá 0 3 3
   São Paulo Botafogo-SP 0 0 0
 Paraíba Botafogo-PB 1 0 1 (3)
 São Paulo Botafogo-SP* (pen) 0 1 1 (4)

*Classificados à Série B de 2019.

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Gols[17] Jogador Time
11 Brasil Caio Dantas Botafogo-SP
9 Brasil Felipe Augusto Botafogo-SP
Brasil Léo Ceará Confiança
Brasil Marino Cuiabá
8 Brasil Rafael Barros Atlético Acreano
7 Brasil Eduardo Atlético Acreano
Brasil Eduardo Ramos Cuiabá
Brasil Jenison Cuiabá
Paraguai José Ortigoza Náutico

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
Brasil Neto Atlético Acreano Juazeirense 5–0 13 de maio [18]

Maiores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez maiores públicos do Campeonato:

Público[nota 1] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 34 474 Santa Cruz Pernambuco 1–0 Paraná Operário-PR Arruda 19 de agosto Quartas [19]
2 29 105 Cuiabá Mato Grosso 0–1 Paraná Operário-PR Arena Pantanal 22 de setembro Final [20]
3 24 813 Náutico Pernambuco 1–1 São Paulo Bragantino Arena Pernambuco 26 de agosto Quartas [21]
4 22 372 Botafogo-SP São Paulo 1–0 Paraíba Botafogo-PB Santa Cruz 26 de agosto Quartas [22]
5 19 371 Remo Pará 1–1 Pernambuco Náutico Mangueirão 11 de agosto 18ª [23]
6 19 284 Cuiabá Mato Grosso 2–0 Acre Atlético Acreano Arena Pantanal 20 de agosto Quartas [24]
7 14 685 Cuiabá Mato Grosso 0–0 São Paulo Botafogo-SP Arena Pantanal 2 de setembro Semifinal [25]
8 12 298 Remo Pará 0–3 Sergipe Confiança Mangueirão 20 de maio [26]
9 11 261 Remo Pará 1–0 Rio Grande do Norte ABC Mangueirão 29 de julho 16ª [27]
10 11 081 Náutico Pernambuco 2–0 Rio Grande do Norte ABC Arena Pernambuco 4 de agosto 17ª [28]

Menores públicos[editar | editar código-fonte]

Estes são os dez menores públicos do Campeonato:

Público[nota 1] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 96 Ypiranga de Erechim Rio Grande do Sul 3–0 Mato Grosso Cuiabá Colosso da Lagoa 29 de julho 16ª [29]
2 118 Ypiranga de Erechim Rio Grande do Sul 1–1 São Paulo Bragantino Colosso da Lagoa 14 de julho 14ª [30]
3 121 Ypiranga de Erechim Rio Grande do Sul 2–2 Rio de Janeiro Volta Redonda Colosso da Lagoa 1 de julho 12ª [31]
4 123 Ypiranga de Erechim Rio Grande do Sul 5–1 Minas Gerais Tupi Colosso da Lagoa 11 de agosto 18ª [32]
5 140 Luverdense Mato Grosso 1–0 Paraná Operário-PR Passo das Emas 11 de agosto 18ª [33]
6 146 Juazeirense Bahia 2–2 Rio Grande do Norte ABC Adauto Moraes 23 de junho 11ª [34]
7 173 Volta Redonda Rio de Janeiro 0–1 Paraná Operário-PR Raulino de Oliveira 16 de junho 10ª [35]
Ypiranga de Erechim Rio Grande do Sul 2–0 Santa Catarina Joinville Colosso da Lagoa 16 de junho 10ª [36]
9 174 Volta Redonda Rio de Janeiro 1–0 São Paulo Botafogo-SP Raulino de Oliveira 7 de julho 13ª [37]
10 183 Globo Rio Grande do Norte 2–1 Acre Atlético Acreano Barretão 20 de maio [38]

Médias de público[editar | editar código-fonte]

Estas são as médias de público dos clubes no Campeonato. Considera-se apenas os jogos da equipe como mandante e o público pagante:[39]

  1. Pernambuco Santa Cruz – 8 637
  2. Pará Remo – 8 398
  3. Mato Grosso Cuiabá – 5 890
  4. Paraíba Botafogo-PB – 5 861
  5. Pernambuco Náutico – 5 765
  6. São Paulo Botafogo-SP – 5 337
  7. Sergipe Confiança – 4 229
  8. Paraná Operário-PR – 3 779
  9. Rio Grande do Norte ABC – 2 793
  10. Santa Catarina Joinville – 2 284
  1. Acre Atlético Acreano – 1 789
  2. São Paulo Bragantino – 1 514
  3. Pernambuco Salgueiro – 756
  4. Rio Grande do Norte Globo – 600
  5. Bahia Juazeirense – 490
  6. Minas Gerais Tombense – 453
  7. Rio de Janeiro Volta Redonda – 430
  8. Minas Gerais Tupi – 420
  9. Mato Grosso Luverdense – 340
  10. Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim – 266

Mudança de técnicos[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Motivo Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
Pernambuco Santa Cruz Brasil Júnior Rocha Contratado pelo CRB 15 de abril Náutico 1–1 Santa Cruz (Gr. A) Brasil PC Gusmão[nota 2] [41][42]
Bahia Juazeirense Brasil Luís Antônio Zaluar Demitido 19 de abril Juazeirense 0–1 Confiança (Gr. A) Brasil Ailton Silva[nota 3] [44][45]
Pernambuco Náutico Brasil Roberto Fernandes Demitido 6 de maio Náutico 2–4 Confiança 10º (Gr. A) Brasil Márcio Goiano[nota 4] [48][49]
Minas Gerais Tupi Brasil Ricardo Leão Demitido 13 de maio Tupi 1–1 Botafogo-SP (Gr. B) Brasil Eugênio Souza [50][51]
Santa Catarina Joinville Brasil Matheus Costa Demitido 13 de maio Joinville 2–3 Cuiabá 10º (Gr. B) Brasil Márcio Fernandes [52][53]
Pernambuco Santa Cruz Brasil PC Gusmão Demitido 23 de maio Santa Cruz 1–4 ABC[nota 5] (Gr. A) Brasil Roberto Fernandes [54][55]
Pará Remo Brasil Givanildo Oliveira Demitido 27 de maio ABC 2–1 Remo (Gr. A) Brasil Artur Oliveira [56][57]
Rio Grande do Norte Globo Brasil Fernando Tonet Demitido 1 de junho Náutico 2–0 Globo 10º (Gr. A) Brasil Higor César [58]
Rio de Janeiro Volta Redonda Brasil Marcelo Salles Demitido 3 de junho Volta Redonda 2–3 Tupi (Gr. B) Brasil Moacir Júnior [59][60]
Paraíba Botafogo-PB Brasil Leston Júnior Resignado 4 de junho Botafogo-PB 1–1 Globo (Gr. A) Brasil Evaristo Piza[nota 6] [62][63]
Pará Remo Brasil Artur Oliveira Demitido 26 de junho Globo 3–1 Remo 11ª 10º (Gr. A) Brasil Netão (interino) [64]
Bahia Juazeirense Brasil Ailton Silva Resignado 30 de junho Remo 3–0 Juazeirense 12ª (Gr. A) Brasil Evandro Guimarães [65][66]
Minas Gerais Tupi Brasil Eugênio Souza Demitido 15 de julho Botafogo-SP 4–2 Tupi 14ª (Gr. B) Brasil Ailton Ferraz [67][68]
Minas Gerais Tombense Brasil Ramon Menezes Demitido 15 de julho Tombense 0–1 Operário-PR 14ª (Gr. B) Brasil Eugênio Souza [69][70]
Santa Catarina Joinville Brasil Márcio Fernandes Demitido 16 de julho Cuiabá 5–0 Joinville 14ª 10º (Gr. B) Brasil Pedrinho Maradona (interino) [71]
Mato Grosso Luverdense Brasil Luizinho Vieira Demitido 16 de julho Volta Redonda 2–0 Luverdense 14ª (Gr. B) Brasil Maico Gaúcho [72]
Sergipe Confiança Brasil Luizinho Lopes Demitido 24 de julho Confiança 0–2 Remo 15ª (Gr. A) Brasil Betinho [73][74]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro 2018
Série C
Paraná
Operário Ferroviário Esporte Clube
Campeão
(1º título)

Classificação geral[editar | editar código-fonte]

A classificação geral dá prioridade ao clube que avançou mais fases, e ao campeão, mesmo que tenha menor pontuação.

Pos Times Pts J V E D GP GC SG Classificação ou rebaixamento
1 Paraná Operário-PR 44 24 12 8 4 32 21 +11 Promovidos à Série B em 2019
e finalistas
2 Mato Grosso Cuiabá 41 24 12 5 7 42 27 +15
3 São Paulo Botafogo-SP 39 22 11 6 5 31 18 +13 Promovidos à Série B em 2019
e eliminados nas semifinais
4 São Paulo Bragantino 34 22 9 8 5 25 18 +7
5 Pernambuco Náutico 32 20 9 5 6 28 26 +2 Eliminados nas quartas de final
6 Acre Atlético Acreano 31 20 9 4 7 27 26 +1
7 Pernambuco Santa Cruz 31 20 8 7 5 23 16 +7
8 Paraíba Botafogo-PB 29 20 7 8 5 23 18 +5
9 Mato Grosso Luverdense 24 18 7 3 8 27 25 +2 Eliminados na primeira fase
10 Sergipe Confiança 23 18 5 8 5 24 25 –1
11 Minas Gerais Tombense 22 18 6 4 8 17 17 0
12 Rio Grande do Sul Ypiranga de Erechim 22 18 6 4 8 25 27 –2
13 Pará Remo 22 18 6 4 8 18 20 –2
14 Rio Grande do Norte Globo 22 18 4 9 4 19 19 0
15 Rio Grande do Norte ABC 21 18 6 3 9 18 24 –6
16 Rio de Janeiro Volta Redonda 20 18 6 2 10 18 25 –7
17 Minas Gerais Tupi 20 18 6 2 10 19 30 –11 Rebaixados à Série D de 2019
18 Bahia Juazeirense 19 18 4 7 7 16 20 –4
19 Pernambuco Salgueiro 17 18 3 8 7 11 19 –8
20 Santa Catarina Joinville 14 18 4 2 12 13 35 –22

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. a b Considera-se apenas o público pagante.
  2. Adriano Teixeira comandou o Santa Cruz interinamente na 2ª rodada.[40]
  3. Alcyr da Silva comandou a Juazeirense interinamente na 2ª rodada.[43]
  4. Dudu Capixaba comandou o Náutico interinamente na 5ª e na 6ª rodadas.[46][47]
  5. Partida válida pela Copa do Nordeste.
  6. Ramiro Souza comandou o Botafogo-PB interinamente na 9ª rodada.[61]

Referências

  1. «Fifa autoriza: jogos da séries B, C e D serão realizados durante a Copa do Mundo». GloboEsporte.com. 4 de outubro de 2017. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  2. «CBF divulga calendário revisado para 2018». Tribuna do Norte. 5 de outubro de 2017. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  3. «Operário-PR vence o Cuiabá, consolida ascensão e coroa campanha com título da Série C». GloboEsporte.com. 22 de setembro de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2018 
  4. «Série B de 2019: os quatro times que subiram por meio da Série C». CBF. 28 de agosto de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2018 
  5. «Série C de 2019 poderá ter inchaço com clubes do Norte/Nordeste». Diário do Pará. 28 de agosto de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2018 
  6. «Grupo B faz história e dispara na liderança de acessos pela Série C do Brasileirão». SrGoool.com.br. 28 de agosto de 2018. Consultado em 29 de setembro de 2018 
  7. «De volta à quarta divisão: com derrota, Joinville é rebaixado na Série C». GloboEsporte.com. 28 de julho de 2018. Consultado em 28 de julho de 2018 
  8. «Remo se vinga do Salgueiro, garante permanência e manda o Carcará para a Série D». GloboEsporte.com. 6 de agosto de 2018. Consultado em 6 de agosto de 2018 
  9. «Voa, Canário! Ypiranga goleia Tupi, rebaixa adversário e se salva na Série C». GloboEsporte.com. 11 de agosto de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2018 
  10. «Lados opostos: Belo e Juazeirense empatam em 2 a 2, Alvinegro se classifica para o mata-mata, enquanto o Cancão está rebaixado para a Série D». GloboEsporte.com. 11 de agosto de 2018. Consultado em 11 de agosto de 2018 
  11. «CBF divulga Calendário do Futebol 2018». CBF. 29 de setembro de 2017. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  12. «CBF divulga calendário revisado». CBF. 4 de outubro de 2017. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  13. a b «Regulamento Específico da Competição – Campeonato Brasileiro da Série C 2018» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. 9 de fevereiro de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018 
  14. «Série C: Conselho define fim do gol qualificado». CBF. 5 de fevereiro de 2018. Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  15. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 12 de novembro de 2017 
  16. «Atlético Acreano joga melhor e bate o Remo do Pará na Arena da Floresta». Ac24horas. 17 de abril de 2018. Consultado em 30 de abril de 2018 
  17. «Brasileirão Série C - Artilharia». CBF. Consultado em 16 de setembro de 2018 
  18. «Atlético-AC 5 x 0 Juazeirense-BA - Com hat-trick de Neto, Galo vence e assume liderança». Futebol Interior. 13 de maio de 2018. Consultado em 13 de maio de 2018 
  19. «Boletim Financeiro: Santa Cruz 1x0 Operário-PR» (PDF). CBF. 19 de agosto de 2018. Consultado em 22 de agosto de 2018 
  20. «Boletim Financeiro: Cuiabá 0x1 Operário-PR» (PDF). CBF. 22 de setembro de 2018. Consultado em 29 de setembro de 2018 
  21. «Boletim Financeiro: Náutico 1x1 Bragantino» (PDF). CBF. 26 de agosto de 2018. Consultado em 30 de agosto de 2018 
  22. «Boletim Financeiro: Botafogo-SP 1x0 Botafogo-PB» (PDF). CBF. 26 de agosto de 2018. Consultado em 30 de agosto de 2018 
  23. «Boletim Financeiro: Remo 1x1 Náutico» (PDF). CBF. 11 de agosto de 2018. Consultado em 14 de agosto de 2018 
  24. «Boletim Financeiro: Cuiabá 2x0 Atlético-AC» (PDF). CBF. 20 de agosto de 2018. Consultado em 22 de agosto de 2018 
  25. «Boletim Financeiro: Cuiabá 0x0 Botafogo-SP» (PDF). CBF. 2 de setembro de 2018. Consultado em 5 de setembro de 2018 
  26. «Boletim Financeiro: Remo 0x3 Confiança» (PDF). CBF. 20 de maio de 2018. Consultado em 26 de maio de 2018 
  27. «Boletim Financeiro: Remo 1x0 ABC» (PDF). CBF. 29 de julho de 2018. Consultado em 2 de agosto de 2018 
  28. «Boletim Financeiro: Náutico 2x0 ABC» (PDF). CBF. 4 de agosto de 2018. Consultado em 7 de agosto de 2018 
  29. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 3x0 Cuiabá» (PDF). CBF. 29 de julho de 2018. Consultado em 2 de agosto de 2018 
  30. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 1x1 Bragantino» (PDF). CBF. 14 de julho de 2018. Consultado em 21 de julho de 2018 
  31. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 2x2 Volta Redonda» (PDF). CBF. 1 de julho de 2018. Consultado em 10 de julho de 2018 
  32. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 5x1 Tupi» (PDF). CBF. 11 de agosto de 2018. Consultado em 15 de agosto de 2018 
  33. «Boletim Financeiro: Luverdense 1x0 Operário-PR» (PDF). CBF. 11 de agosto de 2018. Consultado em 14 de agosto de 2018 
  34. «Boletim Financeiro: Juazeirense 2x2 ABC» (PDF). CBF. 23 de junho de 2018. Consultado em 10 de julho de 2018 
  35. «Boletim Financeiro: Volta Redonda 0x1 Operário-PR» (PDF). CBF. 16 de junho de 2018. Consultado em 20 de junho de 2018 
  36. «Boletim Financeiro: Ypiranga-RS 2x0 Joinville» (PDF). CBF. 16 de junho de 2018. Consultado em 10 de julho de 2018 
  37. «Boletim Financeiro: Volta Redonda 1x0 Botafogo-SP» (PDF). CBF. 7 de julho de 2018. Consultado em 10 de julho de 2018 
  38. «Boletim Financeiro: Globo 2x1 Atlético-AC» (PDF). CBF. 20 de maio de 2018. Consultado em 2 de junho de 2018 
  39. «Ranking de Público». SrGoool.com.br. Consultado em 29 de setembro de 2018 
  40. «Súmula: Santa Cruz 3x1 Atlético Acreano» (PDF). CBF. 22 de abril de 2018. Consultado em 22 de abril de 2018 
  41. «CRB anuncia a contratação do técnico Júnior Rocha, ex-Santa Cruz». GloboEsporte.com. 15 de abril de 2018. Consultado em 15 de abril de 2018 
  42. «Paulo César Gusmão é o novo treinador do Santa Cruz para a Série C». GloboEsporte.com. 19 de abril de 2018. Consultado em 19 de abril de 2018 
  43. «Súmula: ABC 1x0 Juazeirense» (PDF). CBF. 22 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018 
  44. «Juazeirense comunica demissão de Luís Antônio Zaluar». GloboEsporte.com. 19 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018 
  45. «Série C: Juazeirense anuncia substituto do técnico Luís Antônio Zaluar». Futebol Interior. 24 de abril de 2018. Consultado em 24 de abril de 2018 
  46. «Dudu Capixaba repete time e define Náutico para enfrentar o Salgueiro» (html). GloboEsporte.com. 10 de maio de 2018. Consultado em 12 de maio de 2018 
  47. «Dudu evita desculpas e diz que futebol do Náutico não encaixou em nova derrota» (html). GloboEsporte.com. 19 de maio de 2018. Consultado em 19 de maio de 2018 
  48. «Roberto Fernandes não é mais técnico do Náutico». Folha de Pernambuco. 6 de maio de 2018. Consultado em 6 de maio de 2018 
  49. «Série C: Náutico acerta com Marcio Goiano, ex-técnico de Figueirense e Criciúma». Futebol Interior. 20 de maio de 2018. Consultado em 20 de maio de 2018 
  50. «Ricardo Leão não é mais técnico do Tupi». O Tempo. 13 de maio de 2018. Consultado em 14 de maio de 2018 
  51. «Tupi contrata Eugênio Souza para sequência do Campeonato Brasileiro». GloboEsporte.com. 14 de maio de 2018. Consultado em 14 de maio de 2018 
  52. «Matheus Costa não resiste à quarta derrota seguida e deixa o Joinville». GloboEsporte.com. 13 de maio de 2018. Consultado em 14 de maio de 2018 
  53. «Joinville acerta com Márcio Fernandes para comandar equipe na sequência da Série C». GloboEsporte.com. 15 de maio de 2018. Consultado em 15 de maio de 2018 
  54. «Após goleada e eliminação na Copa do Nordeste, PC Gusmão está fora do Santa Cruz». GloboEsporte.com. 23 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018 
  55. «Santa Cruz anuncia Roberto Fernandes, ex-Náutico, como novo treinador». GloboEsporte.com. 23 de maio de 2018. Consultado em 23 de maio de 2018 
  56. «Série C: Após duas derrotas, Givanildo de Oliveira é demitido do Remo». Futebol Interior. 27 de maio de 2018. Consultado em 27 de maio de 2018 
  57. «Artur Oliveira é o novo técnico do Remo». GloboEsporte.com. 28 de maio de 2018. Consultado em 28 de maio de 2018 
  58. «Fernando Tonet cai e Higor César volta a comandar o Globo». GloboEsporte.com. 1 de junho de 2018. Consultado em 1 de junho de 2018 
  59. «Marcelo Salles não é mais o técnico do Voltaço». Diário do Vale. 3 de junho de 2018. Consultado em 3 de junho de 2018 
  60. «Voltaço anuncia Moacir Júnior como seu novo técnico». Diário do Vale. 3 de junho de 2018. Consultado em 3 de junho de 2018 
  61. «Ainda sem novo técnico, Belo confirma Ramiro no comando contra a Juazeirense» (html). GloboEsporte.com. 6 de junho de 2018. Consultado em 9 de junho de 2018 
  62. «Série C: Leston Júnior deixa Botafogo-PB após empate com o Globo». Futebol Interior. 5 de junho de 2018. Consultado em 5 de junho de 2018 
  63. «Botafogo-PB acerta com o treinador Evaristo Piza para a sequência da Série C». GloboEsporte.com. 11 de junho de 2018. Consultado em 11 de junho de 2018 
  64. «Remo oficializa a saída de Artur Oliveira do comando do clube na Série C». GloboEsporte.com. 26 de junho de 2018. Consultado em 26 de junho de 2018 
  65. «Série C: Técnico Ailton Silva pede reunião e deixa o comando da Juazeirense». Futebol Interior. 30 de junho de 2018. Consultado em 2 de julho de 2018 
  66. «Série C: Juazeirense age rápido e contrata ex-técnico do Salgueiro». Futebol Interior. 2 de julho de 2018. Consultado em 2 de julho de 2018 
  67. «Série C: Tupi anuncia saída do técnico Eugênio Souza». Futebol Interior. 15 de julho de 2018. Consultado em 15 de julho de 2018 
  68. «Tupi acerta o retorno do técnico Ailton Ferraz para a sequência da Série C». Futebol Interior. 16 de julho de 2018. Consultado em 16 de julho de 2018 
  69. «Série C: Após dar adeus ao sonho do acesso, Tombense confirma saída de treinador». Futebol Interior. 15 de julho de 2018. Consultado em 15 de julho de 2018 
  70. «Após demissão no Tupi, Eugênio Souza é anunciado como técnico do Tombense». GloboEsporte.com. 17 de julho de 2018. Consultado em 17 de julho de 2018 
  71. «Lanterna do grupo e perto da Série D, Joinville demite Márcio Fernandes». GloboEsporte.com. 16 de julho de 2018. Consultado em 16 de julho de 2018 
  72. «Luizinho Vieira não é mais o técnico do Luverdense; Maico Gaúcho assume». GloboEsporte.com. 16 de julho de 2018. Consultado em 16 de julho de 2018 
  73. «Série C: Após reunião com a diretoria, técnico Luizinho Lopes deixa o Confiança». Futebol Interior. 24 de julho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 
  74. «Bicampeão estadual com o Confiança em 2014-15, técnico Betinho está de volta». GloboEsporte.com. 24 de julho de 2018. Consultado em 24 de julho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]