Campeonato Brasileiro de Futebol de 2022 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Brasileiro de 2022 - Série B
Brasileirão 2022 - Série B
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 8 de abril – 5 de novembro
Gol(o)s 458
Partidas 242
Média 1,89 gol(o)s por partida
Melhor marcador Gabriel Poveda (Sampaio Corrêa) – 13 gols
Melhor ataque Cruzeiro – 30 gols
Melhor defesa Grêmio – 11 gols
Maiores goleadas
(diferença)
Bahia 4–0 Londrina
Arena Fonte NovaSalvador
6ª rodada, 3 de maio
 
Vasco da Gama 4–0 CRB
Estádio São JanuárioRio de Janeiro
28 de julho, 21ª rodada
 
Grêmio 5–1 Operário-PR
Arena do GrêmioPorto Alegre
9 de agosto, 23ª rodada
 
Sport 4–0 CSA
Arena de PernambucoSão Lourenço da Mata
13 de agosto, 24ª rodada
◄◄ 2021 Soccerball.svg 2023 ►►
atualizado em 17 de agosto

A Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2022, oficialmente Brasileirão SportingBet – Série B 2022 por motivos de patrocínio,[1] é uma competição de futebol realizada no Brasil, equivalente à segunda divisão. É disputada por 20 clubes, dos quais os quatro primeiros colocados ao final de 38 rodadas sobem para a Série A de 2023 e os quatro últimos serão rebaixados a Série C de 2023.

A região Sudeste é a detentora do maior número de representantes na Série B, com sete equipes. Na sequência, as regiões Sul e Nordeste contam com seis representantes cada, enquanto uma equipe goiana representa a região Centro-Oeste. A região Norte não possui representantes. A edição é também a recordista de participantes campeões da Série A.[2]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

A Série B é disputada por 20 clubes no sistema de ida e volta por pontos corridos, em dois turnos. Em cada turno, os clubes jogam entre si uma única vez. Os jogos do primeiro turno são realizados na mesma ordem no segundo turno, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão o clube que obtiver o maior número de pontos após as 38 rodadas do campeonato. Ao final, os quatro primeiros clubes garantem acesso para a Série A de 2023, da mesma forma que os quatro últimos serão rebaixados para a Série C de 2023. O campeão ingressará diretamente na terceira fase da Copa do Brasil de 2023.[3]

Essa é a primeira edição em que todos os jogos contam com o árbitro assistente de vídeo (VAR).[carece de fontes?] Já o limite para a troca de técnicos, introduzido na edição anterior, foi retirado assim como ocorreu na Série A.[4]

Critérios de desempate:[editar | editar código-fonte]

Em caso de empate por pontos entre dois clubes, os critérios de desempate foram aplicados na seguinte ordem:[3]

  1. Número de vitórias;
  2. Saldo de gols;
  3. Gols pró (marcados);
  4. Confronto direto;
  5. Menor número de cartões vermelhos;
  6. Menor número de cartões amarelos;
  7. Sorteio.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2021 Estádio (mando) Capacidade[5] Títulos
Bahia Salvador Bahia BA 18º (Série A) Arena Fonte Nova 47 907 0 (não possui)
Brusque Brusque Santa Catarina SC 12º Augusto Bauer 5 000 0 (não possui)
Chapecoense Chapecó Santa Catarina SC 20º (Série A) Arena Condá 20 089 1 (2020)
CRB Maceió Alagoas AL Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Criciúma Criciúma Santa Catarina SC 4º (Série C) Heriberto Hülse 19 900 1 (2002)
Cruzeiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 14º Mineirão 61 846 0 (não possui)
CSA Maceió Alagoas AL Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Grêmio Porto Alegre Rio Grande do Sul RS 17º (Série A) Arena do Grêmio 55 662 1 (2005)
Guarani Campinas São Paulo SP Brinco de Ouro 29 130 1 (1981)
Ituano Itu São Paulo SP 1º (Série C) Novelli Junior 15 600 0 (não possui)
Londrina Londrina Paraná PR 16º Estádio do Café 30 000 1 (1980)
Náutico Recife Pernambuco PE Aflitos 22 856 0 (não possui)
Novorizontino Novo Horizonte São Paulo SP 3º (Série C) Jorge Ismael de Biasi 16 000 0 (não possui)
Operário-PR Ponta Grossa Paraná PR 13º Germano Krüger 10 632 0 (não possui)
Ponte Preta Campinas São Paulo SP 11º Moisés Lucarelli 17 728 0 (não possui)
Sampaio Corrêa São Luís Maranhão MA 15º Castelão 40 149 1 (1972)
Sport Recife Pernambuco PE 19º (Série A) Ilha do Retiro 26 418 1 (1990)
Tombense Tombos Minas Gerais MG 2º (Série C) Soares de Azevedo[nota 1] 13 971 0 (não possui)
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 10º São Januário 21 680 1 (2009)
Vila Nova Goiânia Goiás GO OBA 11 788 0 (não possui)

Estádios[editar | editar código-fonte]

Bahia Brusque Chapecoense CRB Criciúma Cruzeiro
Arena Fonte Nova Augusto Bauer Arena Condá Rei Pelé Heriberto Hülse Mineirão
Capacidade: 50 052 Capacidade: 5 000 Capacidade: 20 089 Capacidade: 12 314 Capacidade: 17 126 Capacidade: 61 846
Arena Fonte Nova 2020 03.jpg Estádio Augusto Bauer.jpg Arena Condá.jpg Rei Pelé.jpg Heriberto Hulse lotado - panoramio.jpg Mineirao Stadium.jpg
CSA
Grêmio
Rei Pelé Arena do Grêmio
Capacidade: 17 126 Capacidade: 55 662
Rei Pelé.jpg Arena do Grêmio.jpg
Guarani Ituano
Brinco de Ouro Novelli Junior
Capacidade: 29 130 Capacidade: 15 660
Palmeiras x Goiás - Brasileirão 2019 (49214416046).jpg EstádioNovelliJúnior.jpg
Londrina Náutico
Estádio do Café Aflitos
Capacidade: 30 000 Capacidade: 22 856
Estádio Municipal Jacy Scaff - Estádio do Café.jpg Nauticoaflitos.jpg
Novorizontino Operário-PR
Jorjão Germano Krüger
Capacidade: 16 000 Capacidade: 10 632
Estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi.jpg Germano kruger.JPG
Ponte Preta Sampaio Corrêa Sport Tombense Vasco da Gama Vila Nova
Moises Lucarelli Castelão Ilha do Retiro Soares de Azevedo São Januário OBA
Capacidade: 17 728 Capacidade: 40 149 Capacidade: 26 418 Capacidade: 13 971 Capacidade: 21 680 Capacidade: 11 788
Ponte Preta x Palmeiras - Campeonato Brasileiro 2016 (27180085085).jpg Estádio Castelão em São Luís, Maranhão, Brasil.jpg Estádio da Ilha do Retiro Lotada.jpg Estádio Soares de Azevedo.jpg São Januário 2020.jpg Estádio OBA (cropped).jpg

Outros estádios:[editar | editar código-fonte]

Além dos estádios de mando usual, outros estádios foram utilizados devido a punições de perda de mando de campo impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou por conta de problemas de interdição dos estádios usuais ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma melhor renda.[7][8][9][10][11][12][13][14]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 17 de agosto.
Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1 Minas Gerais Cruzeiro 53 24 16 5 3 30 12 +18 74 Estável Zona de promoção à Série A de 2023
2 Bahia Bahia 44 25 13 5 7 28 14 +14 59 Estável
3 Rio Grande do Sul Grêmio 43 24 11 10 3 28 11 +17 60 Estável
4 Rio de Janeiro Vasco da Gama 42 24 11 9 4 27 16 +11 58 Estável
5 Paraná Londrina 35 25 9 8 8 25 24 +1 47 Estável
6 Pernambuco Sport 34 24 8 10 6 21 18 +3 47 Estável
7 Maranhão Sampaio Corrêa 33 24 9 6 9 29 26 +3 46 Estável
8 Santa Catarina Criciúma 33 25 8 9 8 26 24 +2 44 Aumento4
9 Minas Gerais Tombense 33 24 7 12 5 23 23 0 46 Baixa1
10 Alagoas CRB 32 24 8 8 8 23 30 –7 44 Baixa1
11 São Paulo Novorizontino 31 24 8 7 9 26 29 –3 43 Baixa1
12 São Paulo Ituano 30 24 7 9 8 27 25 +2 42 Baixa1
13 São Paulo Ponte Preta 29 24 7 8 9 21 21 0 40 Estável
14 Santa Catarina Brusque 28 24 7 7 10 18 22 –4 39 Estável
15 Santa Catarina Chapecoense 26 24 5 11 8 20 23 –3 36 Estável
16 Paraná Operário-PR 25 25 6 7 12 22 34 –12 33 Estável
17 São Paulo Guarani 23 24 4 11 9 15 26 –11 32 Estável Zona de rebaixamento à Série C de 2023
18 Alagoas CSA 23 24 4 11 9 15 26 –11 32 Estável
19 Pernambuco Náutico 21 24 5 6 13 20 32 –12 29 Estável
20 Goiás Vila Nova 21 24 2 15 7 14 22 –8 29 Estável

Confrontos[editar | editar código-fonte]

  BAH BRU CHA CRB CRI CRU CSA GRE GUA ITU LON NAU NOV OPF PON SAM SPT TOM VAS VIL
Bahia R–34 0–1 1–1 2–1 2–0 1–0 0–0 R–37 2–0 4–0 3–0 0–1 R–31 2–1 1–0 1–0 R–28 R–26 R–36
Brusque 0–2 0–0 R–37 R–32 0–0 2–0 1–1 1–0 0–1 R–26 1–2 R–36 2–0 2–1 1–1 R–33 1–0 R–28 R–30
Chapecoense R–32 R–25 1–2 2–3 0–2 R–30 0–0 0–0 1–1 0–3 R–37 2–2 R–34 R–28 3–1 0–1 R–36 0–0 R–27
CRB R–38 1–1 R–33 R–26 R–30 0–0 2–0 1–1 1–1 1–0 1–2 2–1 R–36 1–1 2–1 R–28 0–0 1–1 1–0
Criciúma R–29 0–1 R–31 3–0 0–1 2–1 R–27 0–0 R–35 1–0 R–34 1–1 2–0 1–1 3–1 1–1 R–38 0–1 1–0
Cruzeiro 1–0 1–0 1–1 2–0 R–28 R–38 1–0 R–36 R–33 1–0 R–26 2–1 R–29 2–0 2–0 2–1 2–0 R–31 2–0
CSA 1–1 1–0 1–1 R–29 1–1 1–1 1–1 R–32 1–3 R–35 R–27 2–1 0–0 0–1 R–34 1–0 R–31 R–25 R–37
Grêmio R–35 R–38 0–1 2–0 0–0 R–25 R–33 3–1 R–26 1–0 2–0 2–0 5–1 2–1 2–0 R–31 3–0 R–29 R–28
Guarani 0–2 1–1 R–38 R–35 1–0 1–0 0–0 1–2 0–2 R–33 1–0 R–31 0–3 0–0 R–28 0–0 R–26 0–0 1–1
Ituano 1–0 R–31 1–0 R–32 1–2 1–1 0–0 1–1 R–34 0–0 0–0 R–25 R–27 1–2 R–36 4–1 R–29 R–38 3–1
Londrina 1–1 2–1 R–29 R–27 1–1 1–2 0–0 R–34 3–1 R–37 2–0 1–1 2–1 R–31 1–0 R–36 1–1 0–1 2–2
Náutico 0–1 R–29 1–2 2–1 1–1 0–1 1–1 R–36 1–1 R–28 1–2 3–1 2–0 R–38 R–31 1–1 R–33 2–3 R–25
Novorizontino R–33 1–0 0–3 3–1 3–1 R–37 R–28 R–30 1–2 2–1 0–1 R–35 2–1 R–26 0–0 0–0 1–3 2–0 1–1
Operário-PR 0–1 R–35 2–1 2–3 2–0 1–2 R–26 0–1 R–30 3–2 R–28 1–0 R–38 2–0 1–1 0–0 0–0 R–33 R–32
Ponte Preta R–27 2–0 0–0 1–0 R–37 R–32 R–36 0–0 R–25 R–30 1–2 1–0 0–1 3–0 0–0 R–29 0–0 3–1 R–34
Sampaio Corrêa 2–0 3–1 R–35 R–25 R–30 R–27 2–0 R–32 2–1 2–0 R–38 2–0 R–29 1–1 R–33 4–1 1–1 3–1 2–0
Sport R–30 0–0 R–26 0–1 1–1 R–34 4–0 0–0 2–1 1–0 2–0 R–32 R–27 R–37 2–1 1–0 2–0 R–35 0–0
Tombense 1–0 R–27 2–1 R–34 1–0 1–1 2–1 R–37 1–1 2–1 R–30 1–1 R–32 1–1 R–35 3–0 R–25 1–1 0–0
Vasco 1–0 2–0 0–0 4–0 R–36 1–0 1–0 0–0 R–27 1–1 R–32 R–30 R–34 3–0 1–0 R–37 0–0 3–1 1–1
Vila Nova 1–1 0–2 0–0 R–31 R–33 R–35 1–2 0–0 R–29 1–1 0–0 2–0 0–0 0–0 1–1 R–26 R–38 1–1 1–0

Desempenho por rodada[editar | editar código-fonte]

Posições de cada clube por rodada:[15]

Rodada ↓ BAH BRU CHA CRB CRI CRU CSA GRE GUA ITU LON NAU NOV OPF PON SAM SPT TOM VAS VIL
1 4 5 13 13 20 13 11 18 9 2 19 13 5 11 17 3 10 7 7
1 7 3 13 6 8 15 17 18 12 5 20 14 2 19 16 4 10 9 11
1 13 3 19 8 10 17 6 20 2 7 12 16 9 11 5 4 14 15 18
1 6 2 20 12 5 18 4 14 9 11 7 19 13 15 10 3 16 8 17
2 10 4 20 11 3 13 1 17 5 15 7 12 16 8 14 6 18 9 19
1 12 6 20 14 2 15 4 16 9 18 11 7 8 10 17 3 19 5 13
3 14 10 20 7 1 18 6 17 8 13 15 5 9 12 11 2 19 4 16
2 8 10 19 9 1 17 6 18 11 15 14 5 7 13 12 3 20 4 16
3 12 10 13 15 1 11 5 20 14 9 17 6 7 16 8 4 18 2 19
10ª 2 15 14 13 17 1 11 5 20 16 12 9 6 7 19 8 3 10 4 18
11ª 2 8 16 17 9 1 11 5 20 18 14 15 7 6 13 12 4 10 3 19
12ª 2 13 18 11 6 1 15 5 19 14 10 17 12 8 16 9 4 7 3 20
13ª 3 7 13 12 9 1 16 4 18 14 11 17 15 8 19 10 5 6 2 20
14ª 3 10 14 9 7 1 15 4 19 16 8 17 11 12 18 13 5 6 2 20
15ª 3 13 15 11 7 1 17 4 19 14 12 16 8 9 18 10 5 6 2 20
16ª 3 8 14 10 5 1 17 4 19 16 13 15 9 12 18 11 6 7 2 20
17ª 3 12 15 9 7 1 19 4 18 14 11 17 8 13 16 10 5 6 2 20
18ª 3 12 13 9 8 1 17 4 19 15 10 18 11 14 16 6 5 7 2 20
19ª 3 12 13 10 11 1 17 4 19 16 7 18 8 15 14 9 6 5 2 20
20ª 4 12 14 8 9 1 17 2 18 13 5 19 11 16 15 7 10 6 3 20
21ª 3 14 15 10 9 1 17 4 18 12 6 19 11 16 13 8 7 5 2 20
22ª 2 14 16 10 9 1 17 3 18 12 5 20 11 15 13 8 7 6 4 19
23ª 3 14 15 12 10 1 17 2 19 9 5 18 13 16 11 7 8 6 4 20
24ª 2 14 15 9 12 1 18 3 17 11 5 19 10 16 13 7 6 8 4 20
25ª 1
26ª 1
27ª
28ª
29ª
30ª
31ª
32ª
33ª
34ª
35ª
36ª
37ª
38ª
Rodada ↑ BAH BRU CHA CRB CRI CRU CSA GRE GUA ITU LON NAU NOV OPF PON SAM SPT TOM VAS VIL

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Hat-tricks[editar | editar código-fonte]

Jogador Clube Adversário Placar Data Ref.
Brasil Diego Souza Grêmio Guarani 3–1 (C) 21 de abril [18]

Público[editar | editar código-fonte]

Maiores públicos

Estes são os dez maiores públicos do campeonato:

N.º Público[nota 2] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 58 659 Vasco da Gama Rio de Janeiro 1–0 Minas Gerais Cruzeiro Maracanã 12 de junho 12ª [19]
2 55 750 Vasco da Gama Rio de Janeiro 0–0 Pernambuco Sport Maracanã 3 de julho 16ª [20]
3 54 529 Cruzeiro Minas Gerais 2–0 São Paulo Ponte Preta Mineirão 16 de junho 13ª [21]
4 53 460 Cruzeiro Minas Gerais 2–0 Maranhão Sampaio Corrêa Mineirão 22 de maio [22]
5 44 885 Bahia Bahia 1–0 Alagoas CSA Arena Fonte Nova 6 de agosto 22ª [23]
6 44 288 Cruzeiro Minas Gerais 1–0 Bahia Bahia Mineirão 23 de julho 20ª [24]
7 41 932 Grêmio Rio Grande do Sul 2–1 São Paulo Ponte Preta Arena do Grêmio 23 de julho 20ª [25]
8 41 617 Bahia Bahia 0–0 Rio Grande do Sul Grêmio Arena Fonte Nova 3 de julho 16ª [26]
9 41 440 Cruzeiro Minas Gerais 2–1 São Paulo Novorizontino Mineirão 17 de julho 18ª [27]
10 38 179 Cruzeiro Minas Gerais 2–0 Alagoas CRB Mineirão 8 de junho 11ª [28]
Menores públicos

Estes são os dez menores públicos do campeonato, sem considerar as partidas com portões fechados:

N.º Público[nota 2] Mandante Placar Visitante Estádio Data Rodada Ref.
1 141 Tombense Minas Gerais 0–0 Goiás Vila Nova Soares de Azevedo 9 de agosto 23ª [29]
2 151 Tombense Minas Gerais 2–1 Alagoas CSA Soares de Azevedo 12 de junho 12ª [30]
3 170 Tombense Minas Gerais 2–1 São Paulo Ituano Soares de Azevedo 4 de junho 10ª [31]
4 174 Brusque Santa Catarina 1–0 São Paulo Guarani Ressacada 8 de abril [32]
5 239 Tombense Minas Gerais 1–1 São Paulo Guarani Soares de Azevedo 14 de maio [33]
6 416 Tombense Minas Gerais 1–1 Paraná Operário-PR Soares de Azevedo 9 de abril [34]
7 500 Londrina Paraná 2–2 Goiás Vila Nova Estádio do Café 29 de abril [35]
8 502 Tombense Minas Gerais 3–0 Maranhão Sampaio Corrêa Soares de Azevedo 29 de julho 21ª [36]
9 519 Sampaio Corrêa Maranhão 2–0 Alagoas CSA Castelão 28 de junho 15ª [37]
10 627 Londrina Paraná 1–1 Bahia Bahia Estádio do Café 16 de agosto 25ª [38]

Mudanças de técnicos[editar | editar código-fonte]

Clube Antecessor Data Última partida Rod Pos Sucessor Ref.
Pernambuco Náutico Brasil Felipe Conceição 11 de abril Londrina 2–0 Náutico 19º Brasil Roberto Fernandes[nota 3] [41][42]
São Paulo Guarani Brasil Daniel Paulista 4 de maio Náutico 1–1 Guarani 15º Brasil Marcelo Chamusca[nota 4] [45][46]
Minas Gerais Tombense Brasil Hemerson Maria 12 de maio Ceará 2–0 Tombense[nota 5] 19º Brasil Bruno Pivetti [47][48]
Alagoas CRB Brasil Marcelo Cabo 14 de maio Criciúma 3–0 CRB 20º Brasil Daniel Paulista [49][50]
Goiás Vila Nova Brasil Higo Magalhães 15 de maio Sampaio Corrêa 2–0 Vila Nova 16º Brasil Dado Cavalcanti [51][52]
Santa Catarina Brusque Brasil Waguinho Dias Londrina 2–1 Brusque 14º Brasil Luan Carlos [53][54]
Rio de Janeiro Vasco da Gama Brasil Zé Ricardo 5 de junho Vasco da Gama 0–0 Grêmio 10ª Brasil Maurício Souza[nota 6] [55][56]
Alagoas CSA Brasil Mozart 13 de junho Tombense 2–1 CSA 12ª 15º Brasil Alberto Valentim [57][58]
São Paulo Novorizontino Brasil Allan Aal 18 de junho Novorizontino 1–3 Tombense 13ª 15º Brasil Rafael Guanaes [59][60]
São Paulo Guarani Brasil Marcelo Chamusca 25 de junho Londrina 3–1 Guarani 14ª 19º Brasil Mozart[nota 4] [61][62]
Bahia Bahia Brasil Guto Ferreira 26 de junho Bahia 0–1 Novorizontino 14ª Brasil Enderson Moreira [63][64]
Pernambuco Sport Brasil Gilmar Dal Pozzo Sport 0–0 Brusque 14ª Brasil Lisca[nota 7] [67][68]
Goiás Vila Nova Brasil Dado Cavalcanti 2 de julho Cruzeiro 2–0 Vila Nova 16ª 20º Brasil Allan Aal [69][70]
Santa Catarina Chapecoense Brasil Gilson Kleina 5 de julho Chapecoense 0–3 Londrina 16ª 15º Brasil Marcelo Cabo[nota 8] [72][73]
São Paulo Ituano Brasil Mazola Júnior 12 de julho Sampaio Corrêa 2–0 Ituano 17ª 16º A definir [74]
Pernambuco Náutico Brasil Roberto Fernandes 17 de julho Náutico 1–2 Chapecoense 18ª 18º Brasil Elano[nota 3] [75][76]
Pernambuco Sport Brasil Lisca 19 de julho Sport 0–0 Vila Nova 19ª Brasil Claudinei Oliveira[nota 7] [77][78]
Paraná Operário-PR Brasil Claudinei Oliveira 20 de julho Novorizontino 2–1 Operário-PR 19ª 15º Brasil Matheus Costa[nota 9] [80][81]
Rio de Janeiro Vasco da Gama Brasil Maurício Souza 24 de julho Vila Nova 1–0 Vasco da Gama 20ª A definir [82]
Alagoas CSA Brasil Alberto Valentim 8 de agosto Bahia 1–0 CSA 22ª 17º Brasil Roberto Fernandes[nota 10] [85][86]

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeonato Brasileiro 2022
Série B
Brasil
A definir
Campeão
(?º título)

Jogador do mês[editar | editar código-fonte]

Mês Jogador Pos. Clube Estatísticas Ref.
J G A
Abril Brasil Diego Souza A Grêmio 3 3 1 [87]
Maio Brasil Oliveira Z Cruzeiro 4 0 0 [88]
Junho Brasil Andrey Santos V Vasco da Gama 5 1 0 [89]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. O Tombense não pode utilizar o Estádio Antônio Guimarães de Almeida, em Tombos, por não atender à capacidade mínima imposta pela CBF para a disputa da competição. O clube mandará seus jogos no Estádio Soares de Azevedo, em Muriaé.[6]
  2. a b Considera-se apenas o público pagante.
  3. a b Dudu Capixaba comandou o Náutico interinamente na 2ª e na 19ª rodada.[39][40]
  4. a b Ben-Hur Moreira comandou o Guarani interinamente da 6ª à 8ª rodada e na 15ª rodada.[43][44]
  5. Partida válida pela Copa do Brasil.
  6. Emílio Faro comandou o Vasco da Gama interinamente da 11ª à 12ª rodada.
  7. a b César Lucena comandou o Sport interinamente na 15ª e na 20ª rodada.[65][66]
  8. Bolívar comandou a Chapecoense interinamente na 17ª rodada.[71]
  9. Sandro Forner comandou o Operário-PR interinamente na 20ª rodada.[79]
  10. Adriano Rodrigues comandou o CSA interinamente na 22ª rodada. E Fernando Alves comandou o CSA da 23ª à 24ª rodada, após o técnico receber uma suspenção de duas partidas, quando ainda era treinador do Náutico.[83][84]

Referências

  1. «CBF e SportingBet fecham acordo por naming rights do Brasileirão SportingBet - Série B». CBF. 8 de abril de 2022. Consultado em 9 de abril de 2022 
  2. «Série B de 2022 bate recorde e terá times com 14 títulos brasileiros». Ge.globo. 9 de dezembro de 2021. Consultado em 11 de junho de 2022 
  3. a b «Regulamento Específico da Competição – Campeonato Brasileiro Série B 2022» (PDF). CBF. 7 de fevereiro de 2022. Consultado em 9 de abril de 2022 
  4. «Clubes realizam conselho técnico da Série B 2022». CBF. 3 de fevereiro de 2022. Consultado em 17 de abril de 2022 
  5. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016 
  6. «Tombense verbaliza acordo com NAC para mandar jogos da Série B do Brasileiro em Muriaé». Ge.globo. 20 de dezembro de 2021. Consultado em 31 de março de 2022 
  7. «Estreia do Brusque na Série B 2022 será na Ressacada, em Florianópolis». O Município. 30 de março de 2021. Consultado em 2 de abril de 2022 
  8. «Brasileirão Série B: Cruzeiro e Grêmio se enfrentam no Independência». CBF. 3 de maio de 2022. Consultado em 3 de maio de 2022 
  9. «CBF volta atrás e confirma Guarani x Vasco, pela Série B, dia 19, em Manaus». Ge.globo. 11 de maio de 2022. Consultado em 11 de maio de 2022 
  10. «Vila Nova transfere jogo contra o Grêmio para o Serra Dourada». Ge.globo. 14 de maio de 2022. Consultado em 14 de maio de 2022 
  11. «Brasileirão Série B: Sport x CRB será nesta terça-feira (24)». CBF. 23 de maio de 2022. Consultado em 24 de maio de 2022 
  12. «Brasileirão Série B: Vasco x Cruzeiro será no Maracanã». CBF. 3 de junho de 2022. Consultado em 3 de junho de 2022 
  13. «Náutico solicita mudança à CBF, e jogo contra o Vasco será no Arruda». Ge.globo. 6 de junho de 2022. Consultado em 6 de junho de 2022 
  14. «Cruzeiro enfrenta a Chapecoense no Mané Garrincha, no dia 13 de agosto». Ge.globo. 16 de julho de 2022. Consultado em 16 de julho de 2022 
  15. «CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL - SÉRIE B - 2022». CBF. Consultado em 10 de abril de 2022 
  16. «CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL - SÉRIE B - 2022 – ESTATÍSTICAS – Artilharia». CBF. Consultado em 14 de agosto de 2022 
  17. «Campeonato Brasileiro Série B 2022 - ESTATÍSTICAS - MAIS ASSISTÊNCIAS». oGol. Consultado em 13 de agosto de 2022 
  18. «O artilheiro resolve! Diego Souza faz três, Grêmio supera o Guarani e vence a primeira na Série B». Ge.globo. 21 de abril de 2021. Consultado em 21 de abril de 2021 
  19. «Boletim Financeiro: Vasco 1x0 Cruzeiro» (PDF). CBF. 12 de junho de 2022. Consultado em 21 de junho de 2022 
  20. «Boletim Financeiro: Vasco 0x0 Sport» (PDF). CBF. 3 de julho de 2022. Consultado em 6 de julho de 2022 
  21. «Boletim Financeiro: Cruzeiro 2x0 Ponte Preta» (PDF). CBF. 16 de junho de 2022. Consultado em 21 de junho de 2022 
  22. «Boletim Financeiro: Cruzeiro 2x0 Sampaio Corrêa» (PDF). CBF. 22 de maio de 2022. Consultado em 24 de maio de 2022 
  23. «Boletim Financeiro: Bahia 1x0 CSA» (PDF). CBF. 6 de agosto de 2022. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  24. «Boletim Financeiro: Cruzeiro 1x0 Bahia» (PDF). CBF. 23 de julho de 2022. Consultado em 25 de julho de 2022 
  25. «Boletim Financeiro: Grêmio 2x1 Ponte Preta» (PDF). CBF. 23 de julho de 2022. Consultado em 25 de julho de 2022 
  26. «Boletim Financeiro: Bahia 0x0 Grêmio» (PDF). CBF. 3 de julho de 2022. Consultado em 4 de julho de 2022 
  27. «Boletim Financeiro: Cruzeiro 2x1 Novorizontino» (PDF). CBF. 17 de julho de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022 
  28. «Boletim Financeiro: Cruzeiro 2x0 CRB» (PDF). CBF. 8 de junho de 2022. Consultado em 9 de junho de 2022 
  29. «Boletim Financeiro: Tombense 0x0 Vila Nova» (PDF). CBF. 9 de agosto de 2022. Consultado em 10 de agosto de 2022 
  30. «Boletim Financeiro: Tombense 2x1 CSA» (PDF). CBF. 12 de junho de 2022. Consultado em 13 de junho de 2022 
  31. «Boletim Financeiro: Tombense 2x1 Ituano» (PDF). CBF. 4 de junho de 2022. Consultado em 6 de junho de 2022 
  32. «Boletim Financeiro: Brusque 1x0 Guarani» (PDF). CBF. 8 de abril de 2022. Consultado em 24 de abril de 2022 
  33. «Boletim Financeiro: Tombense 1x1 Guarani» (PDF). CBF. 14 de maio de 2022. Consultado em 16 de maio de 2022 
  34. «Boletim Financeiro: Tombense 1x1 Operário-PR» (PDF). CBF. 9 de abril de 2022. Consultado em 24 de abril de 2022 
  35. «Boletim Financeiro: Londrina 2x2 Vila Nova» (PDF). CBF. 29 de abril de 2022. Consultado em 3 de maio de 2022 
  36. «Boletim Financeiro: Tombense 3x0 Sampaio Corrêa» (PDF). CBF. 29 de julho de 2022. Consultado em 2 de agosto de 2022 
  37. «Boletim Financeiro: Sampaio Corrêa 2x0 CSA» (PDF). CBF. 28 de junho de 2022. Consultado em 29 de maio de 2022 
  38. «Boletim Financeiro: Londrina 1x1 Bahia» (PDF). CBF. 16 de agosto de 2022. Consultado em 18 de agosto de 2022 
  39. «Náutico x Bahia: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem». Ge.globo. 15 de abril de 2022. Consultado em 20 de maio de 2022 
  40. «Mais uma vez como técnico interino, Dudu Capixaba agradece confiança da diretoria do Náutico». Folha de Pernambuco. 19 de julho de 2022. Consultado em 20 de julho de 2022 
  41. «Náutico demite técnico Felipe Conceição após derrota na estreia da Série B». Ge.globo. 11 de abril de 2022. Consultado em 11 de abril de 2022 
  42. «Náutico acerta retorno de Roberto Fernandes, que vai para sua quinta passagem no clube». Ge.globo. 17 de abril de 2022. Consultado em 17 de abril de 2022 
  43. «"O Guarani com certeza vai melhorar", diz Ben-Hur após último jogo como comandante da equipe». Ge.globo. 20 de maio de 2022. Consultado em 20 de maio de 2022 
  44. «Ben-Hur Moreira comanda Guarani contra Ituano; veja provável time». Ge.globo. 27 de junho de 2022. Consultado em 2 de julho de 2022 
  45. «Daniel Paulista deixa o Guarani às vésperas do Dérbi». Ge.globo. 4 de maio de 2022. Consultado em 4 de maio de 2022 
  46. «Guarani anuncia Marcelo Chamusca como técnico para sequência da Série B do Brasileiro». Ge.globo. 18 de maio de 2022. Consultado em 18 de maio de 2022 
  47. «Tombense anuncia demissão do técnico Hemerson Maria». Ge.globo. 12 de maio de 2022. Consultado em 13 de maio de 2022 
  48. «Tombense acerta o retorno de Bruno Pivetti para a sequência da temporada 2022». Ge.globo. 13 de maio de 2022. Consultado em 13 de maio de 2022 
  49. «CRB anuncia a saída do técnico Marcelo Cabo». Ge.globo. 14 de maio de 2022. Consultado em 14 de maio de 2022 
  50. «CRB anuncia a contratação do técnico Daniel Paulista, ex-Guarani». Ge.globo. 14 de maio de 2022. Consultado em 14 de maio de 2022 
  51. «Vila Nova anuncia saída do técnico Higo Magalhães após derrota para o Sampaio Corrêa». Ge.globo. 15 de maio de 2022. Consultado em 15 de maio de 2022 
  52. «Vila Nova contrata técnico Dado Cavalcanti para sequência da Série B». Ge.globo. 15 de maio de 2022. Consultado em 15 de maio de 2022 
  53. «Brusque anuncia demissão de Waguinho Dias». Ge.globo. 15 de maio de 2022. Consultado em 15 de maio de 2022 
  54. «Luan Carlos é o novo técnico do Brusque». TV Brusque. 15 de maio de 2022. Consultado em 16 de maio de 2022 
  55. «Zé Ricardo recebe proposta do Japão e pede demissão do Vasco». Ge.globo. 5 de junho de 2022. Consultado em 5 de junho de 2022 
  56. «Vasco anuncia a contratação do técnico Maurício Souza». ge. Consultado em 13 de junho de 2022 
  57. «CSA anuncia saída de Mozart e membros da comissão técnica». Ge.globo. 13 de junho de 2022. Consultado em 13 de junho de 2022 
  58. «Alberto Valentim é o novo técnico do CSA». Ge.globo. 15 de junho de 2022. Consultado em 15 de junho de 2022 
  59. «Novorizontino demite o técnico Allan Aal». Ge.globo. 19 de junho de 2022. Consultado em 19 de junho de 2022 
  60. «Rafael Guanaes deixa o Cruzeiro e assume o Novorizontino na Série B do Campeonato Brasileiro». Ge.globo. 21 de junho de 2022. Consultado em 21 de junho de 2022 
  61. «Guarani demite Michel Alves, Marcelo Chamusca e outros integrantes da comissão técnica». Ge.globo. Consultado em 25 de junho de 2022 
  62. «Guarani anuncia Mozart como novo técnico». Ge.globo. Consultado em 2 de julho de 2022 
  63. «Após nova derrota, Bahia anuncia demissão de Guto Ferreira». Ge.globo. 26 de junho de 2022. Consultado em 26 de junho de 2022 
  64. «Após demissão de Guto, Bahia anuncia retorno de Enderson Moreira ao comando da equipe». Ge.globo. 28 de julho de 2022. Consultado em 26 de junho de 2022 
  65. «Invicto no ano, César Lucena terá contra o Cruzeiro seu maior desafio à frente do Sport». Esportes DP. 27 de junho de 2022. Consultado em 27 de abril de 2022 
  66. «'Foi o nosso pior jogo do ano', reconhece César Lucena após derrota do Sport para o Sampaio Corrêa». Esportes DP. 23 de julho de 2022. Consultado em 24 de julho de 2022 
  67. «Após quatro jogos sem vitória, técnico Gilmar Dal Pozzo é demitido do Sport». Ge.globo. 26 de junho de 2022. Consultado em 26 de junho de 2022 
  68. «Lisca acerta com o Sport para comandar o time no restante da Série B». Ge.globo. 27 de junho de 2022. Consultado em 27 de junho de 2022 
  69. «Vila Nova demite Dado Cavalcanti após nove jogos e nenhuma vitória». Ge.globo. 2 de julho de 2022. Consultado em 2 de julho de 2022 
  70. «Vila Nova contrata o técnico Allan Aal para a sequência da Série B». Ge.globo. 2 de julho de 2022. Consultado em 2 de julho de 2022 
  71. «Bolívar analisa segunda derrota seguida da Chapecoense na Série B». Ge.globo. 9 de julho de 2022. Consultado em 9 de julho de 2022 
  72. «Fim da linha! Gilson Kleina é demitido da Chapecoense após derrota para o Londrina». Ge.globo. 5 de julho de 2022. Consultado em 5 de julho de 2022 
  73. «Marcelo Cabo é o novo treinador da Chapecoense para a Série B». Ge.globo. 7 de julho de 2022. Consultado em 7 de julho de 2022 
  74. «Único técnico há mais de um ano no cargo na Série B, Mazola Jr. é demitido do Ituano "Sentimento de dever cumprido"». Ge.globo. 12 de julho de 2022. Consultado em 12 de julho de 2022 
  75. «Náutico demite Roberto Fernandes». Ge.globo. 17 de julho de 2022. Consultado em 17 de julho de 2022 
  76. «Náutico acerta com Elano até novembro de 2023, e técnico já assiste ao jogo contra Ponte Preta». Ge.globo. 20 de julho de 2022. Consultado em 20 de julho de 2022 
  77. «Presidente do Sport confirma saída de Lisca, a caminho do Santos, e crítica técnico: "Atitude antiética"». Ge.globo. 19 de julho de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022 
  78. «Sport acerta contratação do técnico Claudinei Oliveira, ex-Operário, para substituir Lisca». Ge.globo. 24 de julho de 2022. Consultado em 24 de julho de 2022 
  79. «Operário-PR adota cautela para definir novo técnico; Sandro Forner comanda contra o Tombense». Ge.globo. 21 de julho de 2022. Consultado em 26 de julho de 2022 
  80. «Operário-PR anuncia a demissão do técnico Claudinei Oliveira». Ge.globo. 20 de julho de 2022. Consultado em 21 de julho de 2022 
  81. «Operário-PR anuncia Matheus Costa como novo técnico». Ge.globo. 26 de julho de 2022. Consultado em 26 de julho de 2022 
  82. «Maurício Souza não é mais técnico do Vasco». Ge.globo. 24 de julho de 2022. Consultado em 24 de julho de 2022 
  83. «Escalação do CSA: suspenso, técnico Roberto Fernandes não pode ficar no banco contra o Sport». Ge.globo. 12 de agosto de 2022. Consultado em 13 de agosto de 2022 
  84. «Adriano Rodrigues comemora mais uma vitória como interino do CSA e agradece apoio: "Até de torcedores do rival"». Ge.globo. 11 de agosto de 2022. Consultado em 13 de agosto de 2022 
  85. «Diretoria do CSA anuncia a saída do técnico Alberto Valentim». Ge.globo. 8 de agosto de 2022. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  86. «Presidente do CSA anuncia a contratação do técnico Roberto Fernandes». Ge.globo. 8 de agosto de 2022. Consultado em 8 de agosto de 2022 
  87. «Diego Souza, do Grêmio, é eleito o Jogador do Mês de Abril da Série B». Correio do Povo. 20 de maio de 2022. Consultado em 21 de maio de 2022 
  88. «Zagueiro do Cruzeiro, Oliveira é eleito o melhor jogador de maio na Série B». MG SuperEsportes. 15 de junho de 2022. Consultado em 19 de junho de 2022 
  89. «Andrey Santos é eleito o melhor jogador do mês de junho da Série B». Super Vasco. 27 de julho de 2022. Consultado em 27 de julho de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]