Campeonato Brasileiro de Futebol de 2022 - Série B

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Brasileiro de 2022 - Série B
Brasileirão 2022 - Série B
Dados
Participantes 20
Organização CBF
Período 9 de abril – 5 de novembro
◄◄ 2021 Soccerball.svg 2023 ►►
atualizado em 9 de novembro

A Série B do Campeonato Brasileiro de Futebol de 2022 é uma competição de futebol realizada no Brasil, equivalente à segunda divisão. É disputada por 20 clubes, dos quais os quatro primeiros colocados sobem de divisão para a Série A de 2023 e os quatro últimos serão rebaixados e disputam a Série C de 2023

A região Sudeste é a detentora do maior número de representantes na série B, com sete times. Na sequência, as regiões Sul e Nordeste contam com cinco representantes cada, enquanto um time goiano representa a região Centro-Oeste. A região Norte não possuí representantes.

Regulamento:[editar | editar código-fonte]

A Série B é disputada por 20 clubes no sistema de ida e volta por pontos corridos, com 2 turnos na competição. Em cada turno, os clubes jogam entre si uma única vez. Os jogos do primeiro turno são realizados na mesma ordem no segundo turno, apenas com o mando de campo invertido. Não há campeões por turnos, sendo declarado campeão o clube que obtiver o maior número de pontos após as 38 rodadas do campeonato. Ao final, os quatro primeiros clubes garantem acesso para a Série A de 2023, da mesma forma que os quatro últimos serão rebaixados e garantem sua vaga na Série C de 2023. O campeão começará diretamente na terceira fase da Copa do Brasil de 2023.

Assim como na Série A, essa é a segunda edição do torneio com limite de troca de técnicos. Esse também será o primeiro edição que todos os jogos irão contar com o árbitro assistente de vídeo (VAR) a partir do primeiro turno.

Critérios de desempate:[editar | editar código-fonte]

Em caso de empate por pontos entre dois clubes, os critérios de desempate foram aplicados na seguinte ordem:[1]

  1. Número de vitórias;
  2. Saldo de gols;
  3. Gols pró (marcados);
  4. Confronto direto;
  5. Menor número de cartões vermelhos;
  6. Menor número de cartões amarelos;
  7. Sorteio.

Participantes[editar | editar código-fonte]

Equipe Cidade Estado Em 2021 Estádio (mando) Capacidade[2] Títulos
Brusque Brusque Santa Catarina SC 12º Augusto Bauer 5 000 0 (não possui)
Chapecoense Chapecó Santa Catarina SC 20º (Série A) Arena Condá 20 089 1 (2020)
CRB Maceió Alagoas AL Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Criciúma Criciúma Santa Catarina SC 4º (Série C) Heriberto Hülse 19 900 1 (2002)
Cruzeiro Belo Horizonte Minas Gerais MG 14º Mineirão 61 846 0 (não possui)
CSA Maceió Alagoas AL Rei Pelé 17 126 0 (não possui)
Guarani Campinas São Paulo SP Brinco de Ouro 29 130 1 (1981)
Ituano Itu São Paulo SP 1º (Série C) Novelli Junior 15 600 0 (não possui)
Londrina Londrina Paraná PR 16º Estádio do Café 30 000 1 (1980)
Náutico Recife Pernambuco PE Aflitos 22 856 0 (não possui)
Novorizontino Novo Horizonte São Paulo SP 3º (Série C) Jorge Ismael de Biasi 16 000 0 (não possui)
Operário-PR Ponta Grossa Paraná PR 13º Germano Krüger 10 632 0 (não possui)
Ponte Preta Campinas São Paulo SP 11º Moisés Lucarelli 17 728 0 (não possui)
Sampaio Corrêa São Luís Maranhão MA 15º Castelão 40 149 1 (1972)
Sport Recife Pernambuco PE ?º (Série A) Ilha do Retiro 26 418 1 (1990)
Tombense Tombos Minas Gerais MG 2º (Série C) Almeidão (MG) 3 050 0 (não possui)
Vasco da Gama Rio de Janeiro Rio de Janeiro RJ 10º São Januário 21 680 1 (2009)
Vila Nova Goiânia Goiás GO OBA 11 788 0 (não possui)

Estádios[editar | editar código-fonte]

Brusque Chapecoense CRB Criciúma Cruzeiro CSA
Augusto Bauer Arena Condá Rei Pelé Heriberto Hülse Mineirão Rei Pelé
Capacidade: 5 000 Capacidade: 20 089 Capacidade: 12 314 Capacidade: 17 126 Capacidade: 61 846 Capacidade: 17 126
Estádio Augusto Bauer.jpg Arena Condá.jpg Rei Pelé.jpg Heriberto Hulse lotado - panoramio.jpg Mineirao Stadium.jpg Rei Pelé.jpg
Guarani
Ituano
Brinco de Ouro Novelli Junior
Capacidade: 29 130 Capacidade: 15 600
Estádio Brinco de Ouro da Princesa.JPG EstádioNovelliJúnior.jpg
Londrina Náutico
Estádio do Café Aflitos
Capacidade: 30 000 Capacidade: 22 856
Estádio Municipal Jacy Scaff - Estádio do Café.jpg Nauticoaflitos.jpg
Novorizontino Operário-PR
Jorjão Germano Krüger
Capacidade: 16 000 Capacidade: 10 632
Estádio Dr. Jorge Ismael de Biasi.jpg Germano kruger.JPG
Ponte Preta Sampaio Corrêa
Moisés Lucarelli Castelão
Capacidade: 17 728 Capacidade: 40 149
Estádio da Ponte ao entardecer.jpg Estádio Castelão em São Luís, Maranhão, Brasil.jpg
Sport Tombense Vasco da Gama Vila Nova
Ilha do Retiro Almeidão (MG) São Januário OBA
Capacidade: 26 418 Capacidade: 3 050 Capacidade: 21 680 Capacidade: 11 788
Estádio da Ilha do Retiro Lotada.jpg Estádio Antônio Guimarães de Almeida.jpg Estádio de São Januário.jpg Estádio OBA (cropped).jpg

Outros estádios:[editar | editar código-fonte]

Além dos estádios de mando usual, outros estádios foram utilizados devido a punições de perda de mando de campo impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva ou por conta de problemas de interdição dos estádios usuais ou simplesmente por opção dos clubes em mandar seus jogos em outros locais, geralmente buscando uma melhor renda.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 30 de novembro.
Pos. Equipes P J V E D GP GC SG % M Classificação ou rebaixamento
1 Santa Catarina Brusque 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável Zona de promoção à Série A de 2023
2 Santa Catarina Chapecoense 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
3 Alagoas CRB 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
4 Santa Catarina Criciúma 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
5 Minas Gerais Cruzeiro 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
6 Alagoas CSA 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
7 São Paulo Guarani 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
8 São Paulo Ituano 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
9 Paraná Londrina 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
10 Pernambuco Náutico 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
11 São Paulo Novorizontino 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
12 Paraná Operário-PR 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
13 São Paulo Ponte Preta 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
14 Maranhão Sampaio Corrêa 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
15 Pernambuco Sport 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
16 Minas Gerais Tombense 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
17 Rio de Janeiro Vasco da Gama 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável Zona de rebaixamento à Série C de 2023
18 Goiás Vila Nova 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
19 Flag of None.svg 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável
20 Flag of None.svg 0 0 0 0 0 0 0 0 0 Estável

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

Referências

  1. «Regulamento Específico da Competição – Campeonato Brasileiro Série B 2021» (PDF). CBF. 29 de março de 2021. Consultado em 26 de maio de 2021 
  2. «CNEF Cadastro Nacional de Estádios de Futebol» (PDF). CBF. 18 de janeiro de 2016 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]