Campeonato Mundial de Rali de 2016

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Mundial de Rali de 2016
Anterior: 2015 Posterior: 2017
Campeonato Mundial de Rali
Campeonato em curso

WRC 2018

Artigos relacionados

World Rally Car
Grupo R • Grupo N • Super 2000
WRC 2 • WRC 3 • JWRC

Listas

Pilotos • Equipes
Ralis • Personalidades
Campeões • Recordes

O Campeonato Mundial de Rali de 2016 foi a 44ª temporada do Campeonato Mundial de Rali, organizado pela FIA. A temporada teve início em 22 de janeiro, no Rali de Monte Carlo, e finalizou em 20 de novembro, no Rali da Austrália.[1]

Equipas e pilotos disputaram catorze provas em quatro continentes, concorrendo para o Campeonato Mundial de Rali da FIA. As categorias WRC 2, WRC 3 e Junior WRC também disputaram as etapas em conjunto a categoria principal.

O piloto Sébastien Ogier e seu co-piloto Julien Ingrassia defendem o seu tri-campeonato, assim com a Volkswagen Motorsport, por sua vez, defenderá o tri-campeonato de construtores.

Calendário[editar | editar código-fonte]

O calendário foi anunciado em Novembro pela FIA.[2] A edição de 2016 manteve os mesmos ralis de 2015, e antevia uma nova entrada, o Rali da China aumentando o calendário para 14 provas, que no entanto não se veio a realizar.[3][4]

Etapa Datas Rali Base do evento Categorias paralelas Superfície Especiais Distância
01 22 a 24 de janeiro Rali de Monte Carlo Mónaco Monte Carlo WRC2 / WRC3 / JWRC / RGT Cup asfalto e neve 16 337.59 km
02 12 a 14 de fevereiro Rali da Suécia Suécia Karlstad WRC2 / WRC3 neve e gelo 121a 226.48km1b
03 4 a 6 de março Rali do México México León WRC2 / WRC3 terra 21 399.67 km
04 22 a 24 de abril Rali da Argentina Argentina Villa Carlos Paz WRC2 / WRC3 / CODASUR terra
05 20 a 22 de maio Rali de Portugal Portugal Matosinhos WRC2 / WRC3 / JWRC / Drive Dmack Cup terra
06 10 a 12 de junho Rali da Sardenha Itália Sardenha WRC2 / WRC3 terra
07 01 a 3 de julho Rali da Polónia Polónia Mikołajki WRC2 / WRC3 / JWRC / Drive Dmack Cup terra
08 29 a 31 de julho Rali da Finlândia Finlândia Jyväskylä WRC2 / WRC3 / JWRC / Drive Dmack Cup terra
09 19 a 21 de agosto Rali da Alemanha Alemanha Trier WRC2 / WRC3 / RGT Cup / Drive Dmack Cup asfalto
10 9 a 11 de setembro Rali da China China a definir WRC2 / WRC3 asfalto cancelado
11 30 de setembro a 2 de outubro Rali da Córsega França Ajaccio WRC2 / WRC3 / JWRC asfalto
12 14 a 16 de outubro Rali da Catalunha Espanha Salou WRC2 / WRC3 / JWRC / Drive Dmack Cup asfalto e terra
13 28 a 30 de outubro Rali do País de Gales Reino Unido Deeside WRC2 / WRC3 / JWRC terra
14 18 a 20 de novembro Rali da Austrália Austrália Coffs Harbour WRC2 / WRC3 terra
Notas
  • ↑1  – O Rali da Suécia foi encortado devido à temperatura amena que transformou as estradas geladas em lama.[5]

Equipas e Pilotos[editar | editar código-fonte]

Elegíveis para o Campeonato de Construtores
Construtor Equipa Pneus Nº. Piloto Navegador Ralis
Volkswagen
(Volkswagen Polo R WRC)
Alemanha Volkswagen Motorsport[6]         M 1 França Sébastien Ogier[7]     França Julien Ingrassia[8] 1–2
2 Finlândia Jari-Matti Latvala[9]         Finlândia Miikka Anttila[8] 1–2
Alemanha Volkswagen Motorsport II[10] M 9 Noruega Andreas Mikkelsen[10]     Noruega Anders Jæger[11] 1–2
Hyundai
(Hyundai i20 WRC)
Alemanha Hyundai Motorsport[12]         M 3 Bélgica Thierry Neuville[13] Bélgica Nicolas Gilsoul[8] 1–2
4 Espanha Dani Sordo[13] Espanha Marc Martí[8] 1
Nova Zelândia Hayden Paddon[14] Nova Zelândia John Kennard[15] 2
Alemanha Hyundai Motorsport N M 10 1
20 Espanha Dani Sordo[15] Espanha Marc Martí[15] 2
Ford
(Ford Fiesta RS WRC)
Reino Unido M-Sport World Rally Team[16]         M 5 Noruega Mads Østberg[17] Noruega Ola Fløene[18] 1–2
6 França Eric Camilli[17] França Nicolas Klinger[8] 1–2
Reino Unido DMACK World Rally Team[19] D 12 Estónia Ott Tänak[19] Estónia Raigo Mõlder[19] 1–2
Arábia Saudita Yazeed Racing[20] P 30 Arábia Saudita Yazeed Al-Rajhi[20] Reino Unido Michael Orr[20] 2
Não elegíveis para o Campeonato de Construtores
Construtor Equipa Pneus Nº. Piloto Navegador Ralis
Citroën
(Citroën DS3 WRC)
França Abu Dhabi Total World Rally Team[21] M 7 Reino Unido Kris Meeke[21] República da Irlanda Paul Nagle[22] 1–2
8 França Stéphane Lefebvre[21] França Gabin Moreau[22] 1
14 Emirados Árabes Unidos Khalid Al-Qassimi[21] Reino Unido Chris Patterson[15] 2
15 República da Irlanda Craig Breen[21] Reino Unido Scott Martin[22] 2
Itália D-Max Racing P 18 Itália Felice Re[23] Itália Mara Bariani[23] 1
Ford
(Ford Fiesta RS WRC)
Itália BRC Racing Team[24] P 16 Polónia Robert Kubica[25] Polónia Maciek Szczepaniak[23] 1
17 2
Noruega Adapta Motorsport[15] M 16 Noruega Henning Solberg[15] Áustria Ilka Minor[15] 2
Reino Unido M-Sport World Rally Team M 17 França Bryan Bouffier[23] França Victor Bellotto[23] 1
Itália FWRT s.r.l. P 37 Itália Lorenzo Bertelli[26] Itália Simone Scattolin[26] 1–2
Mini
(Mini John Cooper Works WRC)
Ucrânia Eurolamp World Rally Team[15] P 81 Ucrânia Valeriy Gorban[15] Ucrânia Volodymyr Korsia[15] 2
95 Estónia Mait Maarend[15] Estónia Mihkel Kapp[15] 2

Mudanças de construtores[editar | editar código-fonte]

Citroën retirou o apoio de fábrica ao DS3 WRC no final do campeonato de 2015.
  • Citroën retirou a sua equipa de fábrica da competição do campeonato de 2016 de modo a se concentrar no desenvolvimento do carro para o Campeonato Mundial de Rali de 2017 de acordo com os novos regulamentos a entrar em vigor nessa temporada.[27] No entanto disponibilizou os seus carros a equipas privadas para participarem em algumas provas.[28] Anteriormente a Citroën já havia retirado a sua equipa de fábrica em 2006 quando o Xsara WRC atingiu o seu final de ciclo e o construto se focou no desenvolvimento do seu substituto, o C4 WRC.
  • Após ter participado em algumas provas do WRC e WRC-2 entre 2013 e 2015, a marca de pneus Anglo-Chinesa DMACK participará em toda a época,[19] com um Ford Fiesta RS WRC construído e preparado pela M-Sport.

Mudanças de pilotos[editar | editar código-fonte]

Resumo dos Ralis[editar | editar código-fonte]

1ª Prova — 83ème Rallye Automobile Monte-Carlo[editar | editar código-fonte]

O campeão mundial em título Sébastien Ogier começou a temporada com uma vitória em Monte Carlo, sua terceira consecutiva no principado. Ogier e Kris Meeke lutaram desde o início pela vitória, alternando várias vezes na liderança rali até Meeke bater numa pedra na PEC12. Ele conseguiu chegar ao final da especial mas viria a desistir na ligação com a sua caixa de velocidades danificada apesar da ajuda prestada pelo rival Sébastien Ogier numa enorme demonstração de fair-play e desportivismo pelo actual campeão. Na especial anterior foi a vez de Jari-Matti Latvala abandonar (quando seguia em terceiro lugar), depois de perder o controlo do carro e sair da estrada, atingindo um espectador. Depois disso, foi um passeio para Ogier até ao final. Andreas Mikkelsen foi o segundo, apesar de alguma luta de Thierry Neuville que conquistou o último lugar do pódio. Apenas sete carros WRC chegaram ao final do rali após 6 abandonos.[32]

2ª prova — 64rd Rally Sweden[editar | editar código-fonte]

A edição deste ano do Rali da Suécia ficou marcada pela falta de neve, que obrigou a organização a alterar o percurso do rali e a cancelar algumas das etapas que se encontravam enlameadas. Apesar de protestar contra a realização do rali nestas condições, Ogier venceu mais uma vez. Jari-Matti Latvala partiu um eixo da transmissão logo na segunda especial e atrasou-se bastante. Inicialmente a oposição a Ogier surgiu por parte de Mikkelsen, sem nunca ameaçar o campeão do mundo, mas a partir da oitava especial Hayden Paddon assumiu a vice-liderança para não mais largar. No último dia Paddon limitou-se a gerir o ritmo e a somar os preciosos pontos para a classificação geral. Eric Camilli voltou a sair de estrada e a destruir o seu Ford Fiesta.

3ª prova — 30º Rally Guanajuato México[editar | editar código-fonte]

Depois de não ter marcado nenhum ponto nas duas de abertura enquanto Ogier somou 58, Jari-Matti Latvala começou o Rali do México necessitando de garantir um bom resultado se quisesse ter alguma esperança de lutar pelo campeonato do mundo. Com a ordem de partida seguindo as posições de campeonato, Ogier foi obrigado a limpar as estradas de cascalho solto, enquanto Latvala enfrentou estradas relativamente limpas. Ele tirou partido logo desde o início estabelecendo uma vantagem inicial que ele consistentemente construiu ao longo dos dois primeiros dias do evento. Com a ordem de partida para o último dia—que incluiu a mais longa especial do campeonato, com oitenta quilómetros—baseada na classificação do rali, a vantagem Latvala foi anulada, mas a sua vantagem era a suficiente para garantir a sua primeira vitória da temporada na frente de Ogier. Dani Sordo em Hyundai terminou em terceiro, mas uma penalização no final entregou o último lugar do pódio para Mads Ostberg.

Resultados e Classificações[editar | editar código-fonte]

Vencedores[editar | editar código-fonte]

Etapa Rali Piloto Vencedor Navegador Vencedor Construtor Vencedor Tempo do vencedor
1 Mónaco Rali de Monte Carlo  França Sébastien Ogier França Julien Ingrassia Alemanha Volkswagen Motorsport  3:49:53.1
2 Suécia Rali da Suécia França Sébastien Ogier França Julien Ingrassia  Alemanha Volkswagen Motorsport 1:59:47.4
3 México Rali do México Finlândia Jari-Matti Latvala  Finlândia Miikka Anttila Alemanha Volkswagen Motorsport 4:25:57.4

Campeonato de Pilotos[editar | editar código-fonte]

São atribuídos pontos aos 10 pilotos mais bem classificados de cada rali. São atribuídos 3 pontos adicionais ao vencedor da power-stage, 2 ao segundo e 1 ao terceiro.

Posição                             10º 
Pontos 25 18 15 12 10 8 6 4 2 1
Pos. Piloto MON
Mónaco
SUE
Suécia
MEX
México
ARG
Argentina
POR
Portugal
ITA
Itália
POL
Polónia
FIN
Finlândia
ALE
Alemanha
CHN
China
FRA
França
ESP
Espanha
GBR
Reino Unido
AUS
Austrália
Pontos
1 França Sébastien Ogier 11 11 21 77
2 Noruega Mads Østberg 4 3 3 42
3 Noruega Andreas Mikkelsen 23 42 Ret 33
4 Espanha Dani Sordo 62 6 4 30
5 Nova Zelândia Hayden Paddon 25 2 53 29
6 Finlândia Jari-Matti Latvala Ret 26 12 27
7 Estónia Ott Tänak 7 5 6 24
8 Bélgica Thierry Neuville 3 14 Ret 15
9 França Stéphane Lefebvre 5 10
10 Noruega Henning Solberg 7 6
11 República Checa Martin Prokop 7 6
12 Reino Unido Elfyn Evans 8 9 6
13 Itália Lorenzo Bertelli Ret Ret 8 4
14 República da Irlanda Craig Breen 8 4
15 Finlândia Teemu Suninen 12 10 9 3
16 Finlândia Esapekka Lappi 9 12 2
17 Alemanha Armin Kremer 10 19 1
18 Ucrânia Valeriy Gorban 24 10 1
19 Reino Unido Kris Meeke Ret 233 1
Pos. Construtor MON
Mónaco
SUE
Suécia
MEX
México
ARG
Argentina
POR
Portugal
ITA
Itália
POL
Polónia
FIN
Finlândia
ALE
Alemanha
CHN
China
FRA
França
ESP
Espanha
GBR
Reino Unido
AUS
Austrália
Pontos

Campeonato de Construtores[editar | editar código-fonte]

Pos. Construtor MON
Mónaco
SUE
Suécia
MEX
México
ARG
Argentina
POR
Portugal
ITA
Itália
POL
Polónia
FIN
Finlândia
ALE
Alemanha
CHN
China
FRA
França
ESP
Espanha
GBR
Reino Unido
AUS
Austrália
Pontos
1 Alemanha Volkswagen Motorsport 1 1 1 2 97
2 Ret 8 1
2 Alemanha Hyundai Motorsport 3 3 7 Ret 61
4 5 2 4
3 Reino Unido M-Sport World Rally Team 5 4 3 3 46
6 Ret Ret 8
4 Alemanha Volkswagen Motorsport II 9 2 4 Ret 30
5 Reino Unido DMACK World Rally Team 12 6 5 6 26
6 Alemanha Hyundai Motorsport N 10 7 24
20 6 5
7 República Checa Jipocar Czech National Team 21 7 6
8 Arábia Saudita Yazeed Racing 30 Ret 0
Pos. Construtor MON
Mónaco
SUE
Suécia
MEX
México
ARG
Argentina
POR
Portugal
ITA
Itália
POL
Polónia
FIN
Finlândia
ALE
Alemanha
CHN
China
FRA
França
ESP
Espanha
GBR
Reino Unido
AUS
Austrália
Pontos

Referências

  1. http://www.ewrc-results.com/season.php?s=2016&nat=0
  2. «2016 FIA World Rally Championship Calendar». fia.com. Fédération Internationale de l'Automobile. 3 November 2015. Consultado em 20 de dezembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. «WRC 2016 dates confirmed». WRC.com. Consultado em 3 de novembro de 2015 
  4. «WRC 2016 dates & surfaces». eWRC-results.com. Consultado em 3 de novembro de 2015 
  5. «Weather forces Sweden route revamp». WRC.com. WRC.com. Consultado em 11 Fevereiro 2016 
  6. «Volkswagen's WRC programme secure». WRC.com. WRC Promoter GmbH. 1 October 2015. Consultado em 19 de outubro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  7. «Ogier Contract: 'A Simple Decision'». WRC.com. World Rally Championship. Consultado em 26 de novembro de 2015 
  8. a b c d e «Rally Monte Carlo entry list». eWRC-results.com. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  9. «VW promises Latvala seat is safe». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 5 de agosto de 2015 
  10. a b «Mikkelsen pens new Volkswagen deal». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 5 de agosto de 2015 
  11. «Jaeger replaces Fløene alongside Mikkelsen». WRC.com. World Rally Championship. Consultado em 8 de dezembro de 2015 
  12. «Hyundai's 2016 car previewed». WRC.com. WRC Promoter GmbH. 16 September 2015. Consultado em 19 de outubro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  13. a b c «Hayden Paddon secures Hyundai WRC future». speedcafe.com. 19 October 2015. Consultado em 20 de outubro de 2015. While there has been speculation about whether Neuville will leave the squad, he along with experienced Spaniard Dani Sordo remain under contract with Hyundai next year.  Verifique data em: |data= (ajuda)
  14. a b «Rally Sweden Entry List». ewrc-results.com. 12 January 2016. Consultado em 12 de janeiro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  15. a b c d e f g h i j k l «Paddon gets three-year deal with Hyundai». WRC.com. WRC Promoter GmbH. 19 October 2015. Consultado em 19 de outubro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  16. «Tänak uncertain of 2016 plans». WRC.com. WRC Promoter GmbH. Consultado em 19 de outubro de 2015 
  17. a b c d «Østberg and Camili join M-Sport». WRC.com. World Rally Championship. Consultado em 30 de novembro de 2015 
  18. «Ola Floene is Mads Ostberg's new co-driver!». madsostberg.no. Mads Østberg official site. Consultado em 7 de dezembro de 2015 
  19. a b c d e «Tänak to DMACK in 2016». wrc.com. WRC Promoter. 27 November 2015. Consultado em 27 de novembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  20. a b c «List of 2016 World rally Championship entrants». fia.com. FIA. 5 January 2015. Consultado em 7 de janeiro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  21. a b c d e «Craig Breen added to private-run Citroen 2016 WRC line-up». Autosport.com. Haymarket Publications. Consultado em 18 de dezembro de 2015 
  22. a b c «Meeke, Lefebvre and Breen join DS 3 squad». WRC.com. WRC Promoter GmbH. 18 December 2015. Consultado em 22 de dezembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  23. a b c d e «Rallye Montecarlo Entry List». Wewrc-results.com. ewrc-results.com. 30 December 2015. Consultado em 30 de dezembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  24. «BRC Racing Team at Rallye Montecarlo». rally.brc.it. brc.it. 7 January 2016. Consultado em 7 de janeiro de 2016  Verifique data em: |data= (ajuda)
  25. «Ex-F1 driver Robert Kubica contest WRC season opener in Monte Carlo». Consultado em 26 de dezembro de 2015 
  26. a b «Fresh start for Bertelli in 2016». Consultado em 26 de dezembro de 2015 
  27. «Citroën commits to WRC future». 19 November 2015. Consultado em 19 de novembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  28. a b «Citroën elects to sit out 2016 WRC season». speedcafe.com. 19 November 2015. Consultado em 20 de novembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  29. «Evans set for WRC2 title assault in M-Sport Ford Fiesta R5 - WRC2 - The Checkered Flag». theCheckeredFlag.co.uk. Consultado em 6 de janeiro de 2016 
  30. «M-Sport reveal shock 2015 driver line-up». speedcafe.com. 30 November 2015. Consultado em 1 de dezembro de 2015  Verifique data em: |data= (ajuda)
  31. «Mixed 2016 Plan for Abbring». WRC.com. World Rally Championship. Consultado em 26 de novembro de 2015 
  32. «WRC Monte Carlo Rally: Sebastien Ogier wins 2016 season opener». Consultado em 28 de janeiro de 2016 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]