Campeonato Mundial de Voleibol Masculino de 2022

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Mundial de Voleibol Masculino de 2022
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Informações gerais
País-sede  Polónia
 Eslovênia
Locais Gliwice, Katowice e Liubliana
Organizador FIVB
Período 26 de agosto – 11 de setembro
Participantes 24
Premiações
Campeão Itália (4.º título)
Vice-campeão Polônia
Terceiro lugar Brasil
MVP Simone Giannelli
Estatísticas
Número de jogos 52
Maior pontuador(a) Yoandy Leal (125 pontos)
◄◄ BulgáriaItália Bulgária–Itália 2018 Bola de volei de quadra.svg 2026 Flag of None.svg ►►
Página oficial da competição

O Campeonato Mundial de Voleibol Masculino de 2022 foi a 20.ª edição da principal competição organizada pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) no período de 26 de agosto a 11 de setembro. Seria realizado pela primeira vez na história na Rússia, em dez cidades. Contudo, por conta dos conflitos do país com a Ucrânia, a FIVB retirou o torneio do país.[1][2] Em 15 de abril de 2022, a FIVB anunciou a Eslovénia e Polónia como as novas sedes do torneio.[3]

A Itália conquistou seu quarto título mundial, o primeiro em 24 anos, ao derrotar a Polônia, então defensora do título, por 3 sets a 1 na final.[4] Na disputa do terceiro lugar, Brasil obteve a sua primeira medalha de bronze em mundiais depois de vencer a Eslovênia por 3 sets a 1.[5]

O levantador italiano Simone Giannelli, que marcou 7 pontos na partida final (sendo 5 de ataque e 2 de saque), foi eleito o melhor jogador da competição.[6][7]

Escolha da sede[editar | editar código-fonte]

Em 15 de novembro de 2018, no 36.º Congresso da FIVB em Cancún, no México, a FIVB anunciou inicialmente que o torneio seria realizado na Rússia.[8] O torneio aconteceria em dez cidades russas (Cazã, Ecaterimburgo, Iaroslavl, Kaliningrado, Kemerovo, Krasnoiarsk, Moscou, Novosibirsk, São Petersburgo e Ufa).[9][10][nota 1]

Devido a invasão da Ucrânia pela Rússia, a Federação Neerlandesa de Voleibol ameaçou boicotar o campeonato se a Rússia continuasse como anfitriã.[11] Atletas da França e Polônia, atuais campeãs olímpica e mundial respectivamente, haviam anunciado a intenção de boicotar o evento caso a Rússia continuasse como a sede.[12] Em 1 de março de 2022, o Conselho de Administração da FIVB chegou à conclusão de que seria impossível preparar e realizar o torneio na Rússia devido à guerra na Ucrânia. Por isso, decidiu retirar do país a organização do Campeonato Mundial Masculino de 2022.[13]

Em 7 de março de 2022, a FIVB abriu um novo processo de licitação para determinar a nova sede do torneio.[14] Posteriormente, em 15 de abril de 2022, anunciou a Eslovénia e a Polónia como os novos países-sede.[3] As novas cidades-sede e o calendário de jogos foram confirmados em 5 de julho de 2022.[15]

Locais[editar | editar código-fonte]

Campeonato Mundial de 2022 (Polônia)
Polónia Katowice Polónia Gliwice
Spodek Arena Gliwice
Capacidade: 11 000 Capacidade: 13 752
Katowice, Hala widowiskowo-sportowa SPODEK - fotopolska.eu (4529).jpg Hala-gliwice-20170620.jpg
Campeonato Mundial de 2022 (Eslovênia)
Eslovénia Liubliana
Arena Stožice
Capacidade: 11 409
Arena Stožice (SLO).jpg

Qualificatórias[editar | editar código-fonte]

Equipes participantes[editar | editar código-fonte]

A Rússia havia se classificado automaticamente para a competição por ter sido anunciada como país-sede do evento, assim como a Polônia por ser a atual campeã do campeonato. As seleções campeãs e vice-campeãs de cada um dos Campeonatos Continentais de 2021 garantiram a qualificação. As 12 vagas restantes foram preenchidas de acordo com o ranking mundial da FIVB ao término da temporada 2021, pelas seleções ainda não classificadas.[16] Em 15 de abril de 2022, após a exclusão da seleção russa, a Ucrânia foi anunciada como seleção substituta devido a sua posição no ranking mundial.[1][3]

Confederação Seleção Classificada como Data em que a classificação foi assegurada Aparições Aparições consecutivas Última aparição Melhor resultado anterior
CEV
(último campeão + 2 vagas + 7 ranqueados)
Rússia País-sede 15 de novembro de 2015 20 20 2018 Campeão (1949, 1952, 1960, 1962, 1978 e 1982)
Polônia Atual campeã 30 de setembro de 2018 18 7 2018 Campeão (1974, 2014 e 2018)
Itália Atual campeã europeia 18 de setembro de 2021 18 16 2018 Campeão (1990, 1994 e 1998)
Eslovênia Vice-campeã europeia 18 de setembro de 2021 1 2 2018 12º lugar (2018)
França 4º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 17 7 2018 3º lugar (2002)
Sérvia 9º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 11 7 2018 Vice-campeã (1998)
Países Baixos 15º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 13 2 2018 Vice-campeã (1994)
Turquia 16º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 3 1 1998 15º lugar (1966)
Alemanha 18º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 7 1 2014 3º lugar (2014)
Bulgária 21º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 19 16 2018 Vice-campeã (1970)
Ucrânia 23º no ranking da FIVB (realocação)[3] 15 de abril de 2022 2 1 1998 10º lugar (1998)
CSV
(2 vagas)
Brasil Campeão sul-americano 4 de setembro de 2021 17 17 2018 Campeão (2002, 2006 e 2010)
Argentina Vice-campeã sul-americana 4 de setembro de 2021 12 11 2018 3º lugar (1982)
CAVB
(2 vagas + 1 ranqueado)
Tunísia Campeã africana 13 de setembro de 2021 10 5 2018 15º lugar (2006)
Camarões Vice-campeão africano 13 de setembro de 2021 4 3 2018 13º lugar (2010)
Egito 19º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 10 7 2018 13º lugar (2010)
NORCECA
(2 vagas + 3 ranqueados)
Porto Rico Campeão da NORCECA 22 de agosto de 2021 5 4 2018 12º lugar (2006)
Canadá Vice-campeão da NORCECA 22 de agosto de 2021 11 8 2018 7º lugar (2014)
Estados Unidos 8º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 17 15 2018 Campeão (1986)
Cuba 13º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 16 15 2018 Vice-campeão (1990 e 2010)
México 17º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 5 1 2014 10º lugar (1974)
AVC
(2 vagas + 2 ranqueados)
Irã Campeão asiático 18 de setembro de 2021 7 5 2018 6º lugar (2014)
Japão Vice-campeão asiático 18 de setembro de 2021 16 2 2018 3º lugar (1970 e 1974)
Catar 20º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 0 1 Estreante
China 22º no ranking da FIVB 19 de setembro de 2021 15 8 2018 7º lugar (1978 e 1982)

Regulamento[editar | editar código-fonte]

Composição dos grupos[editar | editar código-fonte]

A cerimônia de sorteio dos grupos foi realizada em Moscou, no dia 30 de setembro de 2021.[17] As 24 equipes foram distribuídas em 6 grupos de 4 equipes. A FIVB reservou a primeira posição do grupo A para o país anfitrião. Os cinco primeiros colocados do ranking mundial da FIVB em 20 de setembro de 2021, foram alocados nas primeiras posições dos grupos B ao F, respectivamente. As equipes restantes foram divididas em 3 potes e foram sorteadas com base em suas colocações no ranking mundial. As cidades-sede da primeira rodada também foram determinadas por sorteio.[18] Entre parênteses está a posição de cada equipe no ranking antes do início da competição.

Linha Grupo A Grupo B Grupo C Grupo D Grupo E Grupo F
1 Rússia (3) Brasil (1) Polônia (2) França (4) Itália (5) Argentina (6)
2 Sérvia (9) Japão (11) Estados Unidos (7) Eslovênia (8) Canadá (12) Irã (10)
3 Tunísia (14) Cuba (13) México (17) Alemanha (16) Turquia (18) Países Baixos (15)
4 Porto Rico (24) Catar (20) Bulgária (21) Camarões (25) China (22) Egito (19)

Fórmula de disputa[editar | editar código-fonte]

Primeira fase

Na primeira fase, as 24 equipes foram distribuídas em seis grupos de quatro equipes jogando entre si em turno único. As duas primeiras equipes em cada grupo e as quatro melhores terceiras colocadas se classificaram para a fase final.[19]

Fase final

A fase final foi composta pelas 16 melhores equipes da primeira fase. A FIVB reservou a primeira e a segunda posição para as equipes anfitriãs, caso se classificassem. A equipe anfitriã melhor classificada no ranking combinado garantiu a primeira posição, enquanto a pior equipe anfitriã classificada no ranking combinado garantiu a segunda posição.

Consistiu em dezesseis partidas em sistema eliminatório: oito jogos nas oitavas de final, quatro jogos nas quartas de final, duas partidas nas semifinais, a disputa pelo terceiro lugar e pelo título do campeonato.[19]

Convocações[editar | editar código-fonte]

As equipes podem participar de competições da FIVB com uma delegação composta por um máximo de 14 jogadores.[20]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Classificados para a fase final
Classificados para a fase final (melhores terceiros colocados)

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 Sérvia 9 3 3 0 3 0 0 0 0 0 9 0 MAX 233 187 1.246
2 Ucrânia 6 3 2 1 1 1 0 0 0 1 6 4 1.500 241 213 1.131
3 Tunísia 3 3 1 2 1 0 0 0 0 2 3 6 0.500 189 210 0.900
4 Porto Rico 0 3 0 3 0 0 0 0 1 2 1 9 0.111 197 250 0.788
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
27 ago 17:30 Tunísia 3–0 Porto Rico 25–19 25–17 25–20     75–56 Relatório
27 ago 20:30 Ucrânia 0–3 Sérvia 26–28 21–25 20–25     67–78 Relatório
29 ago 17:30 Sérvia 3–0 Porto Rico 26–24 25–21 25–16     76–61 Relatório
29 ago 20:30 Ucrânia 3–0 Tunísia 25–21 25–19 25–15     75–55 Relatório
31 ago 17:30 Sérvia 3–0 Tunísia 29–27 25–15 25–17     79–59 Relatório
31 ago 20:30 Ucrânia 3–1 Porto Rico 24–26 25–19 25–16 25–19   99–80 Relatório

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 Brasil 8 3 3 0 2 0 1 0 0 0 9 2 4.500 271 222 1.221
2 Japão 6 3 2 1 1 1 0 0 0 1 6 4 1.500 226 205 1.102
3 Cuba 4 3 1 2 0 1 0 1 1 0 6 7 0.857 281 302 0.930
4 Catar 0 3 0 3 0 0 0 0 1 2 1 9 0.111 199 248 0.802
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
26 ago 11:00 Brasil 3–2 Cuba 31–33 21–25 25–16 25–17 18–16 120–107 Relatório
26 ago 14:00 Japão 3–0 Catar 25–20 25–18 25–15     75–53 Relatório
28 ago 11:00 Cuba 3–1 Catar 25–21 25–21 22–25 25–19   97–86 Relatório
28 ago 14:00 Brasil 3–0 Japão 25–21 25–18 25–16     75–55 Relatório
30 ago 11:00 Brasil 3–0 Catar 25–13 25–23 26–24     76–60 Relatório
30 ago 14:00 Japão 3–1 Cuba 25–18 21–25 25–15 25–19   96–77 Relatório

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 Polônia 9 3 3 0 2 1 0 0 0 0 9 1 9,000 248 188 1.319
2 Estados Unidos 6 3 2 1 2 0 0 0 1 0 7 3 2.333 237 215 1.102
3 México 2 3 1 2 0 0 1 0 0 2 3 8 0.375 211 259 0.815
4 Bulgária 1 3 0 3 0 0 0 1 0 2 2 9 0.222 228 262 0.870
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
26 ago 17:30 Estados Unidos 3–0 México 25–18 25–20 25–12     75–50 Relatório
26 ago 20:30 Polônia 3–0 Bulgária 25–12 25–20 25–20     75–52 Relatório
28 ago 17:30 Estados Unidos 3–0 Bulgária 25–20 25–23 26–24     76–67 Relatório
28 ago 20:30 Polônia 3–0 México 25–17 25–14 25–19     75–50 Relatório
30 ago 17:30 México 3–2 Bulgária 20–25 25–20 25–23 23–25 18–16 111–109 Relatório
30 ago 20:30 Polônia 3–1 Estados Unidos 23–25 25–21 25–19 25–21   98–86 Relatório

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 França 8 3 3 0 2 0 1 0 0 0 9 2 4.500 273 242 1.128
2 Eslovênia 7 3 2 1 2 0 0 1 0 0 8 3 2.667 260 237 1.097
3 Alemanha 3 3 1 2 1 0 0 0 0 2 3 6 0.500 207 215 0.963
4 Camarões 0 3 0 3 0 0 0 0 0 3 0 9 0,000 184 230 0.800
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
26 ago 17:30 França 3–0 Alemanha 25–22 28–26 26–24     79–72 Relatório
26 ago 20:30 Eslovênia 3–0 Camarões 25–19 25–23 25–21     75–63 Relatório
28 ago 17:30 Alemanha 3–0 Camarões 30–28 25–14 25–19     80–61 Relatório
28 ago 20:30 França 3–2 Eslovênia 25–21 22–25 23–25 34–32 15–7 119–110 Relatório
30 ago 17:30 França 3–0 Camarões 25–19 25–19 25–22     75–60 Relatório
30 ago 20:30 Eslovênia 3–0 Alemanha 25–16 25–22 25–17     75–55 Relatório

Grupo E[editar | editar código-fonte]

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 Itália 9 3 3 0 3 0 0 0 0 0 9 0 MAX 239 166 1.440
2 Turquia 6 3 2 1 2 0 0 0 0 1 6 3 2,000 210 186 1.129
3 Canadá 3 3 1 2 1 0 0 0 0 2 3 6 0.500 206 231 0.892
4 China 0 3 0 3 0 0 0 0 0 3 0 9 0,000 153 225 0.680
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
27 ago 11:00 Turquia 3–0 China 25–15 25–19 25–14     75–48 Relatório
27 ago 21:15 Itália 3–0 Canadá 25–13 25–18 39–37     89–68 Relatório
29 ago 11:00 Canadá 3–0 China 25–23 25–21 25–23     75–67 Relatório
29 ago 21:15 Itália 3–0 Turquia 25–18 25–20 25–22     75–60 Relatório
31 ago 14:00 Canadá 0–3 Turquia 23–25 23–25 17–25     63–75 Relatório
31 ago 21:15 Itália 3–0 China 25–14 25–10 25–14     75–38 Relatório

Grupo F[editar | editar código-fonte]

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
1 Países Baixos 8 3 3 0 1 1 1 0 0 0 9 3 3,000 286 250 1.144
2 Irã 5 3 2 1 0 1 1 0 1 0 7 6 1.167 313 302 1.036
3 Argentina 4 3 1 2 0 0 1 2 0 0 7 8 0.875 351 347 1.012
4 Egito 1 3 0 3 0 0 0 1 1 1 3 9 0.333 239 290 0.824
Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
27 ago 14:00 Países Baixos 3–0 Egito 25–17 25–22 25–16     75–55 Relatório
27 ago 17:30 Argentina 2–3 Irã 25–22 28–30 18–25 34–32 19–21 124–130 Relatório
29 ago 14:00 Argentina 2–3 Países Baixos 30–28 25–20 21–25 25–27 9–15 110–115 Relatório
29 ago 17:30 Irã 3–1 Egito 25–14 25–19 22–25 26–24   98–82 Relatório
31 ago 11:00 Argentina 3–2 Egito 27–25 26–28 24–26 25–17 15–6 117–102 Relatório
31 ago 17:30 Irã 1–3 Países Baixos 22–25 25–21 20–25 18–25   85–96 Relatório

Ranking combinado[editar | editar código-fonte]

Jogos Resultados Sets Pontos
Pos Equipe Pts T V D 3–0 3–1 3–2 2–3 1–3 0–3 V P R V P R
Primeiros classificados de cada grupo
1 Itália (E) 9 3 3 0 3 0 0 0 0 0 9 0 MAX 239 166 1.440
2 Sérvia (A) 9 3 3 0 3 0 0 0 0 0 9 0 MAX 233 187 1.246
3 Polônia (C) 9 3 3 0 2 1 0 0 0 0 9 1 9,000 248 188 1.319
4 Brasil (B) 8 3 3 0 2 0 1 0 0 0 9 2 4.500 271 222 1.221
5 França (D) 8 3 3 0 2 0 1 0 0 0 9 2 4.500 273 242 1.128
6 Países Baixos (F) 8 3 3 0 1 1 1 0 0 0 9 3 3,000 286 250 1.144
Segundos classificados de cada grupo
7 Eslovênia (D) 7 3 2 1 2 0 0 1 0 0 8 3 2.667 260 237 1.097
8 Estados Unidos (C) 6 3 2 1 2 0 0 0 1 0 7 3 2.333 237 215 1.102
9 Turquia (E) 6 3 2 1 2 0 0 0 0 1 6 3 2,000 210 186 1.129
10 Ucrânia (A) 6 3 2 1 1 1 0 0 0 1 6 4 1.500 241 213 1.131
11 Japão (B) 6 3 2 1 1 1 0 0 0 1 6 4 1.500 226 205 1.102
12 Irã (F) 5 3 2 1 0 1 1 0 1 0 7 6 1.167 313 302 1.036
Terceiros classificados de cada grupo
13 Argentina (F) 4 3 1 2 0 0 1 2 0 0 7 8 0.875 351 347 1.012
14 Cuba (B) 4 3 1 2 0 1 0 1 1 0 6 7 0.857 281 302 0.930
15 Alemanha (D) 3 3 1 2 1 0 0 0 0 2 3 6 0.500 207 215 0.963
16 Tunísia (A) 3 3 1 2 1 0 0 0 0 2 3 6 0.500 189 210 0.900
17 Canadá (E) 3 3 1 2 1 0 0 0 0 2 3 6 0.500 206 231 0.892
18 México (C) 2 3 1 2 0 0 1 0 0 2 3 8 0.375 211 259 0.815
Quartos classificados de cada grupo
19 Egito (F) 1 3 0 3 0 0 0 1 1 1 3 9 0.333 239 290 0.824
20 Bulgária (C) 1 3 0 3 0 0 0 1 0 2 2 9 0.222 228 262 0.870
21 Catar (B) 0 3 0 3 0 0 0 0 1 2 1 9 0.111 199 248 0.802
22 Porto Rico (A) 0 3 0 3 0 0 0 0 1 2 1 9 0.111 197 250 0.788
23 Camarões (D) 0 3 0 3 0 0 0 0 0 3 0 9 0,000 184 230 0.800
24 China (E) 0 3 0 3 0 0 0 0 0 3 0 9 0,000 153 225 0.680

Fonte: Volleyball World

Fase final[editar | editar código-fonte]

 
Oitavas de finalQuartas de finalSemifinaisFinal
 
              
 
4 de setembro – Gliwice
 
 
1
Polônia
3
 
8 de setembro – Gliwice
 
16
Tunísia
0
 
Polônia3
 
4 de setembro – Gliwice
 
Estados Unidos2
 
8
Estados Unidos
3
 
10 de setembro – Katowice
 
9
Turquia
2
 
Polônia3
 
6 de setembro – Gliwice
 
Brasil2
 
4
Sérvia
0
 
8 de setembro – Gliwice
 
13
Argentina
3
 
Argentina1
 
6 de setembro – Gliwice
 
Brasil3
 
5
Brasil
3
 
11 de setembro – Katowice
 
12
Irã
0
 
Polônia1
 
3 de setembro – Liubliana
 
Itália3
 
2
Eslovênia
3
 
7 de setembro – Liubliana
 
15
Alemanha
1
 
Eslovênia3
 
5 de setembro – Liubliana
 
Ucrânia1
 
7
Países Baixos
0
 
10 de setembro – Katowice
 
10
Ucrânia
3
 
Eslovênia0
 
3 de setembro – Liubliana
 
Itália3 Terceiro lugar
 
3
Itália
3
 
7 de setembro – Liubliana11 de setembro – Katowice
 
14
Cuba
1
 
Itália3 Brasil3
 
5 de setembro – Liubliana
 
França2 Eslovênia1
 
6
França
3
 
 
11
Japão
2
 

Oitavas de final[editar | editar código-fonte]

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
3 set 17:30 Eslovênia 3–1 Alemanha 25–18 25–19 21–25 25–22   96–84 Relatório
3 set 21:15 Itália 3–1 Cuba 25–21 21–25 26–24 25–18   97–88 Relatório
4 set 17:30 Estados Unidos 3–2 Turquia 25–21 25–17 22–25 19–25 15–12 106–100 Relatório
4 set 21:00 Polônia 3–0 Tunísia 25–20 25–15 25–20     75–55 Relatório
5 set 17:30 Países Baixos 0–3 Ucrânia 16–25 19–25 18–25     53–75 Relatório
5 set 21:00 França 3–2 Japão 25–17 21–25 26–24 22–25 18–16 112–107 Relatório
6 set 17:30 Sérvia 0–3 Argentina 23–25 21–25 23–25     67–75 Relatório
6 set 21:00 Brasil 3–0 Irã 25–17 25–22 25–23     75–62 Relatório

Quartas de final[editar | editar código-fonte]

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
7 set 17:30 Itália 3–2 França 24–26 25–21 23–25 25–22 15–12 112–106 Relatório
7 set 21:00 Eslovênia 3–1 Ucrânia 18–25 26–24 25–19 25–23   94–91 Relatório
8 set 17:30 Argentina 1–3 Brasil 16–25 25–23 22–25 21–25   84–98 Relatório
8 set 21:00 Polônia 3–2 Estados Unidos 25–20 27–25 21–25 22–25 15–12 110–107 Relatório

Semifinais[editar | editar código-fonte]

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
10 set 18:00 Polônia 3–2 Brasil 23–25 25–18 25–20 21–25 15–12 109–100 Relatório
10 set 21:00 Itália 3–0 Eslovênia 25–21 25–22 25–21     75–64 Relatório

Terceiro lugar[editar | editar código-fonte]

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
11 set 18:00 Brasil 3–1 Eslovênia 25–18 25–18 22–25 25–18   97–79 Relatório

Final[editar | editar código-fonte]

Data Hora Placar Set 1 Set 2 Set 3 Set 4 Set 5 Total Relatório
11 set 21:00 Polônia 1–3 Itália 25–22 21–25 18–25 20–25   84–97 Relatório

Classificação final[editar | editar código-fonte]

Fonte: Volleyball World

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

As tabelas abaixo mostram os 5 melhores jogadores em cada habilidade ao final do torneio.

Fonte: Volleyball World

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

A seleção do campeonato foi composta pelos seguintes jogadores:[7]

Volleyball Half Court.png

Oposto:
Kurek
Polónia
1º bloqueador:
Bieniek
Polónia
1º atacante:
Leal
Brasil
2º atacante:
Semeniuk
Polónia
2º bloqueador:
Galassi
Itália
Levantador:
Giannelli
Itália
Líbero: Itália Balaso

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Notas

  1. A União Soviética sediou o torneio duas vezes: 1952 em Moscou e em 1962 em Moscou, Leningrado, Kiev e Riga.

Referências

  1. a b «Federação tira Mundial de vôlei da Rússia e exclui times, árbitros e atletas de torneios». Ge.globo. Consultado em 1 de março de 2022 
  2. «FIVB Declares Russia And Belarus Not Eligible For International And Continental Competitions» (em inglês). FIVB. 1 de março de 2022. Consultado em 1 de março de 2022 
  3. a b c d «Poland And Slovenia To Host Relocated FIVB Volleyball Men's World Championship 2022» (em inglês). FIVB. 15 de abril de 2022. Consultado em 15 de abril de 2022 
  4. Catucci, Pierfrancesco (11 de setembro de 2022). «Mondiali di pallavolo 2022, Italia batte la Polonia in finale ed è campione». Corriere della Sera (em italiano). Consultado em 11 de setembro de 2022 
  5. «Brasil vence a Eslovênia e leva o bronze inédito no Mundial». Ge.globo. 11 de setembro de 2022. Consultado em 11 de setembro de 2022 
  6. «Giannelli claims World Championship MVP award» (em inglês). Volleyball World. 11 de setembro de 2022. Consultado em 12 de setembro de 2022 
  7. a b «PALLAVOLO - GIANNELLI MVP E MIGLIOR PALLEGGIATORE. BALASO MIGLIOR LIBERO E GALASSI MIGLIOR CENTRALE» (em italiano). Eurosport. 11 de setembro de 2022. Consultado em 11 de setembro de 2022 
  8. «Russia Selected As Host For 2022 FIVB Volleyball Men's World Championship» (em inglês). FIVB. 15 de novembro de 2018. Consultado em 19 de julho de 2022 
  9. volleyballworld.com. «FIVB announces dates and host cities for Men's Volleyball World Championship 2022 in Russia» (em inglês). Volleyball World. Consultado em 6 de setembro de 2021 
  10. «FIVB Announces Final Two Host Cities For Volleyball Men's World Championship Russia 2022» (em inglês). FIVB. 1 de agosto de 2019. Consultado em 19 de julho de 2022 
  11. «Nederlandse volleyballers niet naar WK in Rusland: 'Kunnen daar niet spelen'» (em neerlandês). NOS. 28 de fevereiro de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022 
  12. «Federação Internacional de Voleibol retira sede do Mundial da Rússia». Gazeta Esportiva. 1 de março de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022 
  13. «FIVB Volleyball Men's World Championship 2022 To Be Removed From Russia» (em inglês). FIVB. 1 de março de 2022. Consultado em 3 de agosto de 2022 
  14. «Volleyball World Opens Accelerated Bidding Process For Relocated FIVB Volleyball Men's World Championship 2022» (em inglês). FIVB. 7 de março de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022 
  15. «Match schedule released for new-look FIVB Volleyball Men's World Championship» (em inglês). Volleyball World. 5 de julho de 2022. Consultado em 19 de julho de 2022 
  16. «Qualification System For FIVB Volleyball World Championships 2022 Revealed» (em inglês). Volleyball World. Consultado em 17 de setembro de 2021 
  17. «Drawing Of Lots Sets Off Countdown To 2022 Men's World Championship» (em inglês). FIVB. 15 de julho de 2021. Consultado em 21 de setembro de 2021 
  18. «Men's World Championship Drawing of Lots» (em inglês). Volleyball World. Consultado em 30 de setembro de 2021 
  19. a b «Competition Formula» (em inglês). Volleyball World. Consultado em 10 de julho de 2022 
  20. «EVENT REGULATIONS» (PDF) (em inglês). FIVB. 13 de novembro de 2020. Consultado em 10 de julho de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Campeonato Mundial de Voleibol Masculino de 2022