Campeonato Paulista de Futebol de 1926 (Extra)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Campeonato Paulista de Futebol de 1926
Campeonato Extra de Foot-Ball da Associação Paulista de Sports Athleticos
Dados
Participantes 10
Organização APEA
Período 12 de dezembro de 1926 – 13 de fevereiro de 1927
Gol(o)s Não disponível
Campeão Palestra Itália
Vice-campeão Sírio
◄◄ São Paulo 1926 (APEA) Soccerball.svg 1927 (APEA) São Paulo ►►

A edição extra do Campeonato Paulista de Futebol de 1926 foi um certame organizado pela Associação Paulista de Esportes Atléticos (APEA), a federação paulista da época. Após a entidade terminar a edição normal do Campeonato Paulista daquele ano foi constatado que até a data do início do torneio do ano seguinte os clubes filiados a APEA enfrentaria um longo período de inatividade, visando diminuir esta lacuna a entidade resolveu então organizar um campeonato extra da Primeira Divisão, que teve início no final de 1926, e sendo concluído no começo de 1927. O Palestra Itália (atual Palmeiras) sagrou-se campeão após vencer o Sírio, que ficou com o vice-campeonato.[1][2][3]

Participantes[editar | editar código-fonte]

Regulamento[editar | editar código-fonte]

O regulamento determinava a divisão das dez equipes participantes em dois grupos de quatro clubes, denominadas "série par" e "série ímpar". Todos jogaram contra todos em seus respectivos grupos. O clube campeão da "série par" enfrentaria o campeão da "série ímpar", sendo o vencedor desse embate declarado campeão paulista. O primeiro grupo foi formado por Auto, Internacional, Santos, Sírio e Ypiranga, enquanto Corinthians, Palestra, Portuguesa, São Bento e Sílex completaram o segundo.[2]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Em 1926, a edição normal do Campeonato Paulista de Futebol terminou em setembro, com a vitória do Palestra Itália diante do Sílex, por 7 a 1. O que deixaria uma grande lacuna no calendário do esporte no estado. Além do longo período sem partidas até o final daquele ano, as férias de quase um mês dos jogadores estavam marcadas para começarem apenas no dia 21 de fevereiro do ano seguinte, o que aumentaria ainda mais o período sem jogos de futebol. E, como o torneio seguinte tinha previsão de início somente para maio de 1927. Com o intuito de corrigir o problema do longo período de inatividade, a APEA decidiu realizar, pela primeira vez num mesmo ano, um segundo Campeonato Paulista, essa competição começou ainda em 1926 e terminou no começo de 1927, com a vitória do Palestra Itália.[2][3][4]

Na fase inicial, o Alviverde venceu bem todos os seus adversários (5 a 3 no São Bento, 4 a 2 no Sílex e 6 a 3 nos portugueses), classificando-se para a finalíssima. Na partida decisiva o embate foi diante do Sírio, que venceu o Ypiranga, empatou com o Internacional e se classificou com um W.O. sobre os santistas. Disputada no Parque Antárctica, a partida foi decidida no segundo tempo, graças ao gol do experiente Amílcar Barbuy, depois de jogada iniciada pelo ponta-esquerda Perillo. Ressaltando que, antes desta conquista, o Palestra já havia vencido o Campeonato Paulista de 1926 e posteriormente a ele, a torcida palestrina teve mais um motivo para celebrar – o triunfo estadual sobre o Santos na edição de 1927. Devido a estas conquistas, no ano seguinte, 1928, os jornais da época, como a Folha da Manhã (atual Folha de S.Paulo), tratavam o Palestra Itália como tricampeão paulista, pelas conquistas dos campeonatos paulistas de 1926 – os dois realizados pela APEA – e o de 1927.[1][2][4]

Assim como ocorria nas edições normais do Campeonato Paulista daquela época, o campeonato extra de 1926 também contou com a realização do Torneio Início, com o Santos conquistando o título e o Palestra ficando na segunda colocação, e do Campeonato Paulista de Segundos Quadros, que foi realizado concomitantemente ao campeonato principal, e também foi vencido pelo Palestra Itália.[2][5] Para os parâmetros da época, estas duas competições era o que diferenciava um campeonato oficial de torneios amistosos, que existiam aos montes. O tradicional torneio de segundos quadros (aspirantes) tinha muita importância na época e era bastante apreciado pela imprensa e pelo público, os torcedores o acompanhava com o mesmo interesse dos jogos dos times principais, e a APEA cumpriu a tradição.[2]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Os dez clubes participantes do campeonato foram divididos em dois grupos, com cinco cada. Entretanto, o Auto, que fazia parte da "série par", após jogar uma partida contra o Internacional decidiu abandonar o certame. Posteriormente, o Corinthians, que integrava a "série ímpar", também desistiu do campeonato após disputar dois jogos, um contra a Portuguesa e outro contra o Sílex.[1]

Série par[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Sírio 5 3 2 1 0 6 4 2
2 Bandeira Santos SaoPaulo Brasil.svg Santos 4 3 2 0 1 14 3 11
3 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Internacional 3 3 1 1 1 6 6 0
4 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Ypiranga 0 3 0 0 3 4 17 -13
Classificado para a final.

Série ímpar[editar | editar código-fonte]

Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Palestra Itália 6 3 3 0 0 15 8 7
2 Bandeira da cidade de São Paulo.svg São Bento 4 3 2 0 1 8 6 2
3 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Sílex 2 3 1 0 2 7 2 -5
4 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Portuguesa 0 3 0 0 3 6 10 -4
Classificado para a final.

Final[editar | editar código-fonte]

13 de fevereiro de 1927 Palestra Itália Bandeira da cidade de São Paulo.svg 1 – 0 Bandeira da cidade de São Paulo.svg Sírio Parque Antárctica, São Paulo

Amílcar Barbuy Gol marcado aos 2ºT minutos de jogo 2ºT' Árbitro: São PauloSP Alzemiro Ballio

Palestra Italia: Primo; Bianco e Pepe; Xingo, Amílcar Barbuy e Serafini; Tedesco, Heitor, Miguelzinho, Carrazzo e Perillo.

Sírio: Athiê; Gilry e Raphael; Feliciano, Milanesi e Arthur; Bizoca, Caetano, Petro, Alvariza e Mamá.

Premiação[editar | editar código-fonte]

Campeão Paulista de 1926 (Campeonato Extra)
Bandeira da cidade de São Paulo.svg
PALESTRA ITÁLIA

Classificação final[editar | editar código-fonte]

Classificação - Final
Time PG J V E D GP GC SG
1 Palestra Itália 8 4 4 0 0 16 8 8
2 EC Sírio 5 4 2 1 1 6 5 1
3 Santos FC 4 3 2 0 1 14 3 11
4 AA São Bento 4 3 2 0 1 8 6 2
5 SC Internacional 3 3 1 1 1 6 6 0
6 CA Sílex 2 3 1 0 2 7 12 -5
7 Portuguesa 0 3 0 0 3 6 10 -4
8 CA Ypiranga 0 3 0 0 3 4 17 -13
9 Corinthians - - - - - - - -
10 Auto Sport Club - - - - - - - -
PG - pontos ganhos; J - jogos; V - vitórias; E - empates; D - derrotas; GP - gols pró; GC - gols contra; SG - saldo de gols

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c «CAMPEONATO PAULISTA EXTRA DA DIVISÃO PRINCIPAL- 1926». Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  2. a b c d e f «Vamos comemorar 22 ou 24?». Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  3. a b «Campeonato Paulista - Extra 1926 (APEA)». Futebol Nacional. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  4. a b «Campeonato Paulista - 1926 (Extra)». Sociedade Esportiva Palmeiras. Consultado em 6 de dezembro de 2016 
  5. «Campeões de Segundos Quadros do Campeonato Paulista da 1ª Divisão». Campeões do Futebol. Consultado em 6 de dezembro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]