Campeonato Piauiense de Futebol - Segunda Divisão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Piauiense de Futebol - Segunda Divisão
Segunda Divisão do Campeonato Piauiense
Dados gerais
Organização Federação de Futebol do Piauí (FFP)
Edições 16
Local de disputa Piauí
Sistema Não disponível
Divisões
Campeonato Piauiense, Segunda Divisão
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

A segunda divisão do Campeonato Piauiense de Futebol é a competição equivalente ao segundo escalão do estado, a qual é organizada pela Federação de Futebol do Piauí.

Iniciada em 1957 — numa edição que teve o Piauí como campeão — a competição é realizada de forma aleatória, dependendo do interesse e da condição financeira das equipes do estado. Por conseguinte, apresentou diversos hiatos de inatividade em sua história, alguns com décadas de duração. Atualmente, quatro clubes dividem o título de maior vencedor da competição: Auto Esporte Clube, Fluminense, Picos e 4 de Julho possuem duas conquistas cada.

História[editar | editar código-fonte]

A segunda divisão do Campeonato Piauiense de Futebol estreou em 1957. Nas doze primeiras edições, o Auto Esporte Clube conquistou dois títulos (1966 e 1978) enquanto 4 de Julho, Barras, Botafogo, Caiçara, Comercial Ferroviário, Fluminense, Piauí e Rio Negro obteve uma conquista cada.[1] Apesar de ser a segunda competição do estado, esta é realizada de forma aleatória e apresentou inúmeros hiatos em sua história, incluindo um de mais de duas décadas (1979 a 2002).[1]

O ano de 2007 marcou uma nova pausa, que durou por mais sete anos. A décima terceira edição somente foi realizada em 2015 e terminou sendo conquistada pelo Altos.[2][3] No ano seguinte, aconteceu o bicampeonato do 4 de Julho.[4] Apesar da sequência de duas edições, o campeonato foi novamente paralisado. O retorno deveria ocorrer em 2018, numa edição disputada por quatro equipe; contudo, os participantes não entregaram os laudos de vistoria dos estádios durante o prazo estipulado. Por conseguinte, a Federação optou por cancelar.[5] Em 2019, a competição retornou após dois anos sem realização. Na ocasião, a entidade organizadora apresentou um novo troféu entregue aos clubes campeões; confeccionada no Ceará, a taça pesa cinco quilogramas e tem linhas douradas que sustentam uma bola no topo.[6] Picos e Timon protagonizaram a decisão da décima quinta edição, na qual a equipe de Picos saiu vitoriosa.[7][8] No ano seguinte, o campeonato teve uma continuação disputada por três clubes: Fluminense, Oeirense e Tiradentes.[9] De acordo com uma reportagem do GloboEsporte.com, a diminuição no número de participantes em relação ao ano anterior ocorreu por "dificuldades financeiras e as incertezas geradas pela pandemia do novo coronavírus."[9] Nesse contexto, a organização adotou protocolo de segurança, incluindo a testagem dos atletas e a realização dos jogos sem a presença de público.[9] A final, por sua vez, foi disputada no estádio Alberto Tavares Silva, Teresina, em 25 de outubro.[10] Na oportunidade, o Fluminense venceu o jogo pelo placar mínimo e conquistou o título da competição.[11][12]

Campeões[editar | editar código-fonte]

Ano Campeão Placar Vice-campeão
1957 Bandeira de Teresina.svg Piauí
1958-1960 Torneio não disputado
1961 Bandeira de Teresina.svg Rio Negro
1962 Torneio não disputado
1963 Bandeira campomaior.jpg Caiçara
1964 Bandeira de Floriano.jpg Ferroviário
1965 Bandeira de Teresina.svg Botafogo
1966 Bandeira de Teresina.svg Auto Esporte
1967 Bandeira de Teresina.svg Fluminense
1968-1977 Torneio não disputado
1978 Bandeira de Teresina.svg Auto Esporte
1979-2002 Torneio não disputado
2003 Flag of Piripiri, Brazil.svg 4 de Julho Por pontos Bandeira oeiras.jpg Oeirense
2004 Bandeira campomaior.jpg Comercial Por pontos Bandeira oeiras.jpg Oeirense
2005 Bandeira Barras -PI.jpg Barras 4—1
3—2
Bandeira de Teresina.svg Flamengo
2006 Torneio não disputado
2007 Bandeiradepicos.svg Picos 1—0 Bandeira campomaior.jpg Caiçara
2008-2014 Torneio não disputado
2015 Bandeira de altos.jpg Altos 3–1 Bandeiradepicos.svg Picos
2016 Flag of Piripiri, Brazil.svg 4 de Julho 2–1 Bandeira campomaior.jpg Comercial
2017-2018 Torneio não disputado
2019 Bandeiradepicos.svg Picos 2–1
1–1
Bandeira Timon.png Timon
2020 Bandeira de Teresina.svg Fluminense 1–0 Bandeira de Teresina.svg Tiradentes

Títulos por clube[editar | editar código-fonte]

Clube Título(s) Vice(s)
Bandeiradepicos.svg Picos 2 (2007 e 2019) 1 (2015)
Bandeira de Teresina.svg Auto Esporte 2 (1966 e 1978) -
Flag of Piripiri, Brazil.svg 4 de Julho 2 (2003 e 2016) -
Bandeira de Teresina.svg Fluminense 2 (1967 e 2020) -
Bandeira campomaior.jpg Caiçara 1 (1963) 1 (2007)
Bandeira campomaior.jpg Comercial 1 (2004) 1 (2016)
Bandeira de Floriano.jpg Ferroviário 1 (1964) -
Bandeira de Teresina.svg Piauí 1 (1957) -
Bandeira de Teresina.svg Rio Negro 1 (1961) -
Bandeira de Teresina.svg Botafogo 1 (1965) -
Bandeira Barras -PI.jpg Barras 1 (2005) -
Bandeira de altos.jpg Altos 1 (2015) -
Bandeira oeiras.jpg Oeiras - 2 (2003 e 2004)
Bandeira Timon.png Timon - 1 (2019)
Bandeira de Teresina.svg Flamengo - 1 (2005)

Títulos por cidade[editar | editar código-fonte]

Clube Título(s) Vice(s)
Bandeira de Teresina.svg Teresina 7 (1957, 1961, 1965, 1966, 1967, 1978 e 2020) 1 (2005)
Bandeira campomaior.jpg Campo Maior 2 (1963 e 2004) 2 (2007 e 2016)
Bandeiradepicos.svg Picos 2 (2007 e 2019) 1 (2015)
Flag of Piripiri, Brazil.svg Piripiri 2 (2003 e 2016) -
Bandeira de Floriano.jpg Floriano 1 (1964) -
Bandeira Barras -PI.jpg Barras 1 (2005) -
Bandeira de altos.jpg Altos 1 (2015) -
Bandeira oeiras.jpg Oeiras - 2 (2003 e 2004)
Bandeira Timon.png Timon - 1 (2019)

Referências

  1. a b «Campeonato Piauiense: Segunda Divisão». Bolanaarea.com. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 15 de setembro de 2019 
  2. «Com previsão para setembro, Série B do Piauiense tem inscrições abertas». Teresina: GloboEsporte.com. 26 de junho de 2015. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2020 
  3. «Time de Altos é o campeão Piauiense da segunda divisão». Cidadeverde.com. 13 de dezembro de 2015. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 14 de março de 2016 
  4. Diego Albert. «4 de Julho Esporte Clube é campeão da Série B Piauiense». Tribunadonordeste.com. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Arquivado do original em 13 de dezembro de 2020 
  5. Stephanie Pacheco; Josiel Martins (9 de julho de 2018). «Série B do Piauiense é cancelada». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2020 
  6. «FOTO: conheça a taça de campeão da Série B do Piauiense. Timon ou Picos, quem leva?». Teresina: GloboEsporte.com. 22 de outubro de 2019. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2020 
  7. «GRITA, SEP! Raphael Freitas marca de pênalti, e empate sobre o Timon no Lindolfo dá título de campeão ao Picos». GloboEsporte.com. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 13 de dezembro de 2020 
  8. «Picos empata com Timon e conquista a Série B do Campeonato Piauiense 2019». Cidadeverde.com. 31 de outubro de 2019. Consultado em 13 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 5 de novembro de 2019 
  9. a b c «Série B do Piauiense começa dia 3 de outubro; acesso será decidido por pontos corridos em 21 dias». Teresina: GloboEsporte.com. 2 de setembro de 2020. Consultado em 23 de novembro de 2020. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2020 
  10. «Tiradentes x Fluminense disputam título da Série B domingo (25)». Federação de Futebol do Piauí. 23 de outubro de 2020. Consultado em 23 de novembro de 2020. Cópia arquivada em 24 de novembro de 2020 
  11. Dídimo de Castro (25 de outubro de 2020). «Fluminense vence o Tiradentes e é campeão do Piauiense da Série B». Cidadeverde.com. Consultado em 23 de novembro de 2020. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2020 
  12. «É campeão! Fluminense-PI vence o Tiradentes na final da Série B e coroa acesso à elite com título no Piauiense». GloboEsporte.com. Consultado em 23 de novembro de 2020. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2020 

Ligações externas complementares[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]