Campeonato Sul-Americano de Clubes de Voleibol Masculino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Campeonato Sul-Americano de Clubes de Voleibol Masculino
Voleibol Volleyball (indoor) pictogram.svg
Sede América do Sul
Organizador CSV
Edições
Primeira edição 1970
Edição atual 2018
Campeões
Primeiro campeão Brasil Randi
Atual campeão Brasil Cruzeiro

Campeonato Sul-Americano de Voleibol Masculino de Clubes é um torneio internacional de clubes de voleibol masculino organizado pela Confederação Sul-Americana de Voleibol. É a competição mais importante em nível de clubes da América do Sul e o clube brasileiro Randi Esporte Clube foi o primeiro a obter este título, em 1970, em Assunção, no Paraguai.[1] O campeão deste torneio classifica-se para o Campeonato Mundial de Clubes. O último time brasileiro a ser campeão foi o Sada Cruzeiro, em 2017.

Resultados[editar | editar código-fonte]

CAMPEONATO SUL-AMERICANO DE CLUBES DE VOLEIBOL MASCULINO[1]
Ano Sede Campeão Vice-campeão Terceiro lugar Quarto lugar
1970
Detalhes
Paraguai
Assunção
Brasil
Randi
Uruguai
Náutico Carrasco
Paraguai
Deportivo Colón
Argentina
Vóley Comunicaciones
1971
Detalhes
Brasil
Brasília
Brasil
Botafogo
Argentina
Balneario Pinamar
Argentina
Provincial de Rosario
Paraguai
Deportivo Colón
1972
Detalhes
Brasil
Curitiba
Brasil
Botafogo
Argentina
Balneario Pinamar
Peru
Univ. Federico Villarreal
Flag of None.svg
Não houve
1973
Detalhes
Colômbia
Medellín
Brasil
Paulistano
Venezuela
Club Miranda
Colômbia
Club Lister
Flag of None.svg
Não houve
1974
Detalhes
Chile
Santiago
Argentina
Gimnasia y Esgrima La Plata
Chile
Stadio Italiano
Uruguai
Náutico Carrasco
Brasil
SENAC
1976
Detalhes
Argentina
Buenos Aires
Brasil
Paulistano
Argentina
Scholem Aleijem
Uruguai
Náutico Carrasco
Paraguai
Deportivo Colón
1977
Detalhes
Brasil
São Paulo
Brasil
Botafogo
Brasil
Paulistano
Uruguai
Náutico Carrasco
Argentina
Estudiantes LP
1978
Detalhes
Chile
Chuquicamata
Brasil
Paulistano
Brasil
Botafogo
Argentina
Regatas Santa Fe
Argentina
Cruz del Sur
1979
Detalhes
Brasil
São Paulo
Brasil
Paulistano
Brasil
Flamengo
Chile
Universidad Católica
Argentina
Regatas Santa Fe
1980
Detalhes
Brasil
Santo André
Brasil
Paulistano
Argentina
Ferro Carril Oeste
Brasil
ADC Pirelli
Chile
Universidad Católica
1981
Detalhes
Brasil
Santo André
Brasil
ADC Pirelli
Argentina
Ferro Carril Oeste
Brasil
Paulistano
Paraguai
SC Venezuela
1982
Detalhes
Brasil
Rio de Janeiro
Brasil
ADC Atlântica
Brasil
ADC Pirelli
Argentina
Ferro Carril Oeste
Uruguai
Banco República
1983
Detalhes
Argentina
San Juan
Brasil
ADC Pirelli
Brasil
ADC Atlântica
Argentina
Obras Sanitarias
Chile
Universidad Católica
1984
Detalhes
Peru
Lima
Brasil
Minas
Brasil
ADC Sul Brasileiro
Chile
Universidad Católica
Uruguai
Náutico Carrasco
1985
Detalhes
Paraguai
Assunção
Brasil
Minas
Brasil
ADCB Atlântica
Argentina
Obras Sanitarias
Paraguai
Chaco Boreal
1986
Detalhes
Chile
Santiago
Brasil
ADCB Atlântica
Brasil
Minas
Argentina
Somisa San Nicolas
Chile
Universidad Católica
1987
Detalhes
Bolívia
La Paz
Argentina
Ferro Carril Oeste
Brasil
Minas
Peru
Peerless
Bolívia
Club Naviana
1988
Detalhes
Peru
Lima
Brasil
Clube Banespa
Argentina
Ferro Carril Oeste
Argentina
Obras Sanitarias
Chile
Universidad Católica
1989
Detalhes
Chile
Santiago
Brasil
Clube Banespa
Brasil
ADC Pirelli
Argentina
River Plate
Chile
Universidad Católica
1990
Detalhes
Argentina
Buenos Aires
Brasil
Clube Banespa
Brasil
ADC Pirelli
Argentina
Obras Sanitarias
Chile
Universidad Católica
1991
Detalhes
Brasil
Ribeirão Preto
Brasil
Clube Banespa
Brasil
Atlética Frangosul
Chile
Estadio Español
Peru
Peerless
1992
Detalhes
Brasil
São Paulo
Brasil
Clube Banespa
Brasil
ADC Pirelli
Argentina
Chacarita Juniors
Argentina
Martiniano Chilavert
2009
Detalhes
Brasil
Florianópolis
Brasil
Cimed Clube
Brasil
Brasil VC
Brasil
Cruzeiro
Brasil
Minas
2010
Detalhes
Argentina
San Juan e San Carlos
Argentina
Ciudad de Bolívar[2]
Brasil
Cimed Clube
Argentina
UPCN
Paraguai
Deportivo Colón
2011
Detalhes
Brasil
São Paulo
Brasil
SESI-SP
Argentina
UPCN
Chile
Universidad Católica
Peru
Peerless
2012
Detalhes
Chile
Linares
Brasil
Cruzeiro
Argentina
UPCN
Venezuela
Huracanes de Bolívar
Chile
Deportivo Linares
2013
Detalhes
Brasil
Belo Horizonte
Argentina
UPCN
Brasil
Minas
Brasil
RJX
Argentina
Buenos Aires Unidos
2014
Detalhes
Brasil
Belo Horizonte
Brasil
Cruzeiro
Argentina
UPCN
Brasil
Minas
Argentina
Boca Juniors
2015
Detalhes
Argentina
San Juan
Argentina
UPCN
Brasil
Cruzeiro
Argentina
Lomas Vóley
Brasil
Vôlei Taubaté
2016
Detalhes
Brasil
Taubaté
Brasil
Cruzeiro
Brasil
Vôlei Taubaté
Argentina
UPCN
Argentina
Ciudad de Bolívar
2017
Detalhes[3]
Brasil
Montes Claros
Brasil
Cruzeiro
Argentina
Ciudad de Bolívar
Argentina
UPCN
Brasil
Montes Claros Vôlei
2018
Detalhes
Brasil
Montes Claros
Brasil
Cruzeiro
Argentina
Lomas Vóley
Brasil
Montes Claros Vôlei
Argentina
Ciudad de Bolívar

Títulos por clube[editar | editar código-fonte]

Equipe Campeão Vice-campeão Terceiro lugar
Brasil Cruzeiro 5 1 1
Brasil Paulistano 5 1 1
Brasil Clube Banespa 5 0 0
Brasil Botafogo 3 1 0
Brasil ADC Pirelli 2 4 1
Argentina UPCN 2 3 3
Brasil Minas 2 3 1
Brasil ADCB Atlântica 2 2 0
Argentina Ferro Carril Oeste 1 3 1
Brasil Cimed Clube 1 1 0
Argentina Ciudad de Bolívar 1 1 0
Argentina Gimnasia y Esgrima La Plata 1 0 0
Brasil Randi 1 0 0
Brasil SESI-SP 1 0 0
Argentina Balneario Pinamar 0 2 0
Uruguai Náutico Carrasco 0 1 3
Argentina Lomas Vóley 0 1 1
Venezuela Club Miranda 0 1 0
Chile Stadio Italiano 0 1 0
Argentina Scholem Aleijem 0 1 0
Brasil Flamengo 0 1 0
Brasil ADC Sul Brasileiro 0 1 0
Brasil Atlética Frangosul 0 1 0
Brasil Brasil VC 0 1 0
Brasil Vôlei Taubaté 0 1 0
Argentina Obras Sanitarias 0 0 4
Chile Universidad Católica 0 0 3
Paraguai Deportivo Colón 0 0 1
Argentina Provincial de Rosario 0 0 1
Peru Univ. Federico Villarreal 0 0 1
Colômbia Club Lister 0 0 1
Argentina Regatas Santa Fe 0 0 1
Argentina Somisa San Nicolas 0 0 1
Peru Peerless 0 0 1
Argentina River Plate 0 0 1
Chile Estadio Español 0 0 1
Argentina Chacarita Juniors 0 0 1
Venezuela Huracanes de Bolívar 0 0 1
Brasil RJX 0 0 1
Brasil Montes Claros 0 0 1

Títulos por país[editar | editar código-fonte]

Estado Campeão Vice-campeão Terceiro lugar
 Brasil 28 18 7
 Argentina 5 12 14
 Chile 0 1 4
Uruguai 0 1 3
 Venezuela 0 1 1
 Peru 0 0 2
 Paraguai 0 0 1
 Colômbia 0 0 1

Outras Competições[editar | editar código-fonte]

Campeonato Sul-Americano de Campeões[editar | editar código-fonte]

CAMPEONATO SUL-AMERICANO DE CLUBES CAMPEÕES DE VOLEIBOL MASCULINO
Ano Sede Ouro Prata Bronze Quarto lugar
1993
Detalhes

Desconhecido
Brasil
Banespa[4][5]
Brasil
Nossa Caixa/Suzano[carece de fontes?]
Flag of None.svg
Desconhecido
Flag of None.svg
Desconhecido
1995
Detalhes
Argentina
San Juan[6]
Brasil
Ecus/Report/Suzano[4][5]
Argentina
Obras Sanitarias de San Juan[7]
Flag of None.svg
Desconhecido
Flag of None.svg
Desconhecido
1996
Detalhes

La Paz[8][9]
Brasil
Frigorífico Chapecó[10]
Argentina
Peñarol (Mar del Plata)[11]
Flag of None.svg
Desconhecido
Flag of None.svg
Desconhecido
1997
Detalhes
Argentina
Buenos Aires
Brasil
Olympikus Vôlei[12][5]
Brasil
Lupo Náutico
Argentina
Peñarol (Mar del Plata)
Argentina
Boca Juniors

Liga Sul-Americana[editar | editar código-fonte]

LIGA SUL-AMERICANA DE CLUBES CAMPEÕES DE VOLEIBOL MASCULINO
Ano Sede Ouro Prata Bronze Quarto lugar
1998
Detalhes
Peru
Lima
Argentina
Ferro Carril Oeste[13][5]
Venezuela
Indios Miranda
Argentina
Luz y Fuerza
Colômbia
Valle Avianca
1999
Detalhes
Colômbia
Cali[14]
Brasil
Minas Tênis Clube[5][14]

[15]

Argentina
Club de Amigos[14]
Argentina
River Plate
Colômbia
Avianca
2002
Detalhes
Uruguai
Montevidéu[16][17]
Argentina
Rojas Scholem[5][16][18]
Brasil
CSSE/Petrópolis[16]
Argentina
UBA[16]
Brasil
Johnson Clube[16]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «Ranking - Piso». CSV (em espanhol). Consultado em 16 de março de 2017.. Cópia arquivada em 16 de março de 2017 
  2. «Drean Bolivar seal tickets to Doha». FIVB (em inglês). 1 de novembro de 2010. Consultado em 11 de maio de 2013. 
  3. Guimarães, Ricardo (25 de fevereiro de 2017). «Cruzeiro domina o Bolívar, leva o tetra do Sul-Americano e faz a festa da torcida». globoesporte.com. Grupo Globo. Consultado em 16 de março de 2017.. Cópia arquivada em 16 de março de 2017 
  4. a b «Allan Cocato assinou pelo FAC - Voleibol Seniores». Famalicense Atlético Clube. 21 de agosto de 2010. Consultado em 29 de dezembro de 2013]. 
  5. a b c d e f trujillo enlinea. «Rivales de Vikingos de Miranda en el Grupo B del Sudamericano de Clubes» (em espanhol). Consultado em 16 de março de 2018.. Cópia arquivada em 15 de maio de 2015 
  6. João Carlos Assumpção (2 de maio de 1995). «Suzano faz estréia em torneio na Argentina». Folha de São Paulo (em portugues). Consultado em 29 de dezembro de 2013.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  7. «Obras UDAP Voley-Historia de la Institución». ACLAV (em espanhol). 2016. Consultado em 29 de dezembro de 2013.. Cópia arquivada em 5 de agosto de 2017 
  8. «DEPORTE EN CIFRAS». El Tiempo (em espanhol). 22 de abril de 1996. Consultado em 16 de março de 2018.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  9. João Carlos Assumpção (25 de março de 1996). «Sul-Americano tem Frangosul e Chapecó». Folha de São Paulo (em portugues). Consultado em 29 de dezembro de 2013.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  10. «OTRO TRIUNFO». El Tiempo (em espanhol). 26 de abril de 1996. Consultado em 16 de março de 2018.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  11. «VOLEY ? Entrevista al nicoleño Sebastian Firpo, de gran presente, en Mar del Plata». Sport San Nicolás.com.ar (em espanhol). 25 de março de 1996. Consultado em 29 de dezembro de 2013.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  12. «VOLEIBOL: PEÑAROL TERMINO TERCERO EN EL SUDAMERICANO-Olympikus, campeón». Diario Clarín (em espanhol). 28 de abril de 1997. Consultado em 25 de dezembro de 2014.. Cópia arquivada em 28 de abril de 2014 
  13. «Ferro pegó el grito final». La Nación (Argentina) (em espanhol). 4 de maio de 1998. Consultado em 25 de dezembro de 2014.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  14. a b c «Tuvo su revancha afuera». Diário Olé Olé (em espanhol). 8 de maio de 1999. Consultado em 25 de dezembro de 2014.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  15. Williams Vieira (10 de maio de 1999). «TELEMIG, CAMPEÓN INVICTO». El Tiempo (em espanhol). Consultado em 16 de março de 2018.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  16. a b c d e «III Campeonato Sudamericano de Clubes». Somos Voley (em espanhol). 24 de maio de 2002. Consultado em 25 de dezembro de 2014.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  17. «Comienza Liga Sudamericana de Vóleibol». EMOL (em espanhol). 23 de maio de 2002. Consultado em 16 de março de 2018.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 
  18. «Rojas Scholem, a la final ante Petrópolis». Diario Clarín (em espanhol). 26 de maio de 2002. Consultado em 16 de março de 2018.. Cópia arquivada em 16 de março de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]