Campo magnético estelar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
O campo magnético do Sol é responsável por esta ejeção massiva de plasma.

O campo magnético do Sol é gerado na interface da zona convectiva e zona radiativa do Sol, região chamada de tacóclina, onde ocorrem mudanças no padrão de velocidade do plasma. É nessa interface que parte do processo do dínamo ocorre e, consequentemente, o campo magnético do Sol é gerado. O dinamismo do campo é responsável pelo aparecimento de manchas solares, ejeções de massa coronal (EMC), etc.

A teoria do dínamo é a mais aceita para explicar a origem do campo. Ela descreve o processo pelo qual o fluído, em rotação e convecção, mantém o campo magnético[1]

Referências

  1. Brainerd, Jerome James (6 de julho de 2005). «X-rays from Stellar Coronas». The Astrophysics Spectator. Consultado em 21 de junho de 2007 
Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço relacionado ao Projeto Astronomia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.