Campo vulcânico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campo Karapınar na Turquia
SP Cratera no Campo vulcânico San Francisco é um cone de cinza com um fluxo de lava basalto que se estende por 4 milhas (6 km)
Cratera El Muweilih, no Sudão, com argila rica em natrão no chão da cratera

Um campo vulcânico é uma área da crosta terrestre que é propensa a atividade vulcânica localizada. O tipo e número de vulcões necessários para que uma área seja considerada um "campo" não são bem definidos.[1] Campos vulcânicos normalmente possuem agrupamentos de até 100 vulcões como cones de escória. Fluxos de lava também podem ocorrer. Campos vulcânicos podem ser monogenéticos ou poligenéticos.[2]

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Canadá[editar | editar código-fonte]

Estados Unidos[editar | editar código-fonte]

México[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre vulcanologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.