Campos Sales (Ceará)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Campos Sales
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 29 de julho
Fundação 1899 (117 anos)
Gentílico campos-salense
Prefeito(a) Moésio Loiola de Melo (PSD[1] )
(2013–2016)
Localização
Localização de Campos Sales
Localização de Campos Sales no Ceará
Campos Sales está localizado em: Brasil
Campos Sales
Localização de Campos Sales no Brasil
07° 04' 26" S 40° 22' 33" O07° 04' 26" S 40° 22' 33" O
Unidade federativa  Ceará
Mesorregião Sul Cearense IBGE/2008 [2]
Microrregião Chapada do Araripe IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Norte: Aiuaba, Leste: Antonina do Norte ,Potengi e Assaré Sul: Salitre, Oeste: Fronteiras e Pio IX (ambos no estado do Piauí)
Distância até a capital 596 km
Características geográficas
Área 1 082,769 km² [3]
População 27 123 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 25,05 hab./km²
Altitude 567 m
Clima Tropical quente semiárido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,655 médio PNUD/2000 [5]
PIB R$ 88 377,723 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 3 352,85 IBGE/2008[6]
Página oficial

Campos Sales é um município brasileiro do estado do Ceará. Está localizado na microrregião da Chapada do Araripe, mesorregião do Sul Cearense. Tem 26.506 habitantes (2010), população estimada de 27.123 (2015) e 1082,77 km².

Na cidade se encontra o túmulo de D. Bárbara Pereira de Alencar, revolucionária da Revolução Pernambucana de 1817 e da Confederação do Equador, mãe do político Tristão Gonçalves e avó do escritor José de Alencar.[7]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo Campos Sales é uma alusão do quarto presidente da República Federativa do Brasil, Manoel Ferraz de Campos Sales. Sua denominação original era Várzea das Vacas, depois Várzea da Vaca e Nova Roma (em homenagem a alguns imigrantes italianos que por lá viviam na época em que era vila) e desde 1933, Campos Sales.[7]

História[editar | editar código-fonte]

Nas terras localizada ao oeste da Chapada do Araripe, viviam várias etnias tais como os índios Kariri,[8] antes da chegada das entradas no interior brasileiro durante o século XVII.

Os integrantes das entradas, militares e religiosos, mantiveram os primeiros contatos com os nativos, estudaram todas a região dos Cariai, catequizaram os desencadearam e os agruparam em aldeamentos ou missões. Os resultados destes contatos e descobrimentos desencadearam notícias que na região tinha ouro em abundância e em seguida desencadeou-se uma verdadeira corrida para os sertões brasileiros, onde famílias oriundas de Portugal, sonhando com as riquezas de terras inexploradas e com a esperança de encontrar o minério, que as levariam a aumentar o seu patrimônio material, além de aumentar o seu prestigio pessoal com a corte portuguesa.

A busca do metal precioso trouxe para a região do Sertão do Cariri, a colonização e com consequência a doação de sesmarias, o que permitiu o surgimento de lugarejos e vilas.

Deste contexto surge Campos Sales, um núcleo urbano que cresce ao redor da fazenda Várzea das Vacas e que consolidou-se como centro comercial devido a sua proximidade com o Piauí.

Em 31 de Janeiro de 1991 por volta das 22:00 h, alguns agricultores presenciaram a queda de um meteorito de categoria Contrito (L5) pesando 3,5 kg batizado de Campos Sales nas coordenadas: 7°02' S; 40°10' W nas proximidades do distrito de Calderão mais preciso na localidade de Poço Redondo cerca de 16 km da sede do Município. Esse fato, passa a ser de grande importância para a Astronomia e no campo da pesquisa de meteoritos extraterrenos que são registrados todos os anos. E hoje uma pequena quantidade está no Museu Nacional no Rio de Janeiro. fonte: CAPO - Clube de Astronomia Pesquisa e Observação de Campos Sales [9] [10]

Política[editar | editar código-fonte]

O atual prefeito é Moésio Loiola de Melo. A prefeitura municipal localiza-se na sede: Travessa Sul, nº 440 - Centro - CEP:63.150-000.

Subdivisão[editar | editar código-fonte]

O município é dividido em 6 distritos: Campos Sales (sede), Barão de Aquiraz, Carmelópolis, Itaguá, Poço de Pedra, Monte Castelo e Quixariú.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Tropical quente semi-árido com pluviometria média de 650 mm [11] com chuvas concentradas de janeiro a abril.[12]

Hidrografia e recursos hídricos[editar | editar código-fonte]

As principais fontes de água são os riachos: Conceição, Bastiões e Negro; e o açude Poço de Pedra.

Relevo e solos[editar | editar código-fonte]

Situado ao lado sul da Chapada do Araripe, possui dois tipos principais de solo: latossolo e sedimentar.As principais elevações são as serras Vermelha e Grande. Já a bacia sedimentar se caracteriza por formar aquíferos, existem várias fontes de água espalhadas por toda a área da chapada.

Vegetação[editar | editar código-fonte]

A vegetação é bastante diversificada, apresentando domínios de cerradão, caatinga e cerrado. Dentro de sua área existe a Floresta Nacional do Araripe.

Economia[editar | editar código-fonte]

Agricultura: algodão arbóreo e herbáceo, banana, mandioca, milho e feijão. Pecuária: bovino, suíno e avícola. Indústria: 21 (uma de madeira, uma de material de transporte, quatro metalúrgicas, duas editorial e gráfica nas quais sendo; gráfica Neo Print impressão digital e EDJET Gráfica, uma química, seis do mobiliário, quatro de produtos alimentares, duas de produtos minerais não metálicos, e duas de vestuário, calçados e artigos de tecidos couro e peles).

Cultura[editar | editar código-fonte]

Os principais eventos culturais são as festas da padroeira Nossa Senhora da Penha (última semana de agosto), o festival junino (junho), e o aniversário do município (em média é de 26 à 29 de julho).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Prefeitos eleitos no Ceará. Página visitada em 05/01/2013.
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 
  7. a b http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/ceara/campossales.pdf
  8. Sebok. Lou, Atlases published in the Netherlands in the rare atlas collection. Compiled and edited by Lou Seboek. National Map Collection (Canada), Ott
  9. astronomiacampossales.blogspot.com
  10. Damian Cleontte - Astrônomo Amador. «Clube de Astronomia». CAPO Campos Sales-CE. 
  11. Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME.
  12. Instituto nacional de Pesquisa espacial - INPE.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Ceará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.