Campus Party Brasil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde julho de 2012)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Logotipo da Campus Party

A Campus Party Brasil é o principal acontecimento tecnológico realizado anualmente no Brasil. Nele são tratados os mais diversos temas relacionados à Internet, reunindo um grande número de comunidades e usuários da rede mundial de computadores envolvidos com tecnologia e cultura digital. As edições já realizadas no Brasil ocorreram a partir de 2008 até 2016 na cidade de São Paulo, e em Recife a partir de 2012 até 2015.

Na última edição do evento em São Paulo foi anunciado que, durante 2016, ocorrerão edições da Campus Party também em Brasília e Belo Horizonte, além da edição em Recife.

A Campus Party surgiu na Espanha, onde foi realizado o primeiro dos eventos em 1997, posteriormente estendendo-se a outros países como Brasil, Colômbia e México. Hoje é considerado um dos maiores eventos de inovação, ciência, criatividade e entretenimento digital de todo o mundo, tendo reunido milhares de cidadãos de todos os cantos do mundo em um único espaço. Para 2011, estão previstas a realização de novas edições em países como Venezuela, Equador, Chile e Estados Unidos.[1]

Áreas[editar | editar código-fonte]

Oficina na área aberta ao público

Para organizar e facilitar a participação das pessoas, o evento é divido em quatro Zonas principais: Inovação, Criatividade, Ciência e Entretenimento Digital. Dentro das Zonas, são encontradas as Áreas de Conteúdos onde ocorrem efetivamente as atividades programadas.

A circulação dos campuseiros, como são conhecidos os participantes do evento, é livre entre estes espaços. Cada uma das Áreas de Conteúdos conta com um assessor e uma equipe responsável por organizar palestras, debates, competições e outras atividades relacionadas a tecnologia.

Atualmente o evento conta com as seguintes Zonas e Áreas de Conteúdos:

Campus party09.JPG

Zona Ciência

  • Astronomia e Espaço
  • Modding e Eletrônica
  • Robótica

Zona Criatividade

  • Social Media
  • Design
  • Foto e Vídeo
  • Música

Zona Inovação

  • Desenvolvimento
  • Segurança e Redes
  • Software Livre

Zona Entretenimento Digital

  • Games
  • Simulação

Campus Party Brasil 2008[editar | editar código-fonte]

Prof CP.jpg

Realizado entre 11 e 17 de fevereiro no prédio da Bienal de São Paulo, o evento registrou 3,3 mil inscritos, vindos de 18 países, 5,5 mil pessoas credenciadas, 2,8 mil computadores na arena e 1,8 mil pessoas acampando.

A área com maior número de participantes inscritos foi a de software livre, com 23%, seguida por games (16%), desenvolvimento (15,5%), música (11%), criatividade (9%), robótica (7%), blogs (6,5%), modding (5%), simulação (4%) e astronomia (3%).

Neste ano o evento contou com uma conexão divulgada de 5 Gbps.

Personalidades:

Jonh Maddog Hall é um defensor histórico do software livre no mundo. É presidente e diretor executivo da Linux International e há anos percorre o mundo espalhando as facilidades de se utilizar o Linux como sistema operacional.

Mari Moon foi uma das convidadas especiais da área de Criatividade da Campus Party e veio para mostrar como virar uma estrela através da Internet. Sua carreira foi meteórica: em 2003, a jovem começou a mostrar os seus trabalhos em um fotolog. Aos poucos, formou-se um universo de possibilidades e criações e ela adquiriu a posição de protagonista na blogosfera e fora dela.

Marcos Pontes é tenente-coronel da Força Aérea Brasileira. É o primeiro e único brasileiro membro do famoso programa de treinamento de astronautas da NASA. Em 2006, viajou ao espaço alcançando a Estação Espacial Internacional a bordo de um Soyuz TMA-8.

Steven Johnson é um escritor norte-americano voltado à área de divulgações científicas. Trabalhou como colunista em revistas como Discovery e Wired, sendo um dos sócios fundadores da ezine Feed, em 1995. Desde o ano de 2006 dirige a comunidade Outside-in.

Heather Camp, Community Manager do Flickr em inglês, realizou uma palestra a respeito do mundo deste indexador de fotos. O Flickr é uma plataforma que já conta com mais de 23 milhões de fotos publicadas, 24 milhões de membros e sua página está disponível em até 8 línguas diferentes.

Campus Party Brasil 2009[editar | editar código-fonte]

Compartilhe.jpg

O evento ocorreu no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, entre os dias 19 a 25 de janeiro, e contou com uma conexão divulgada de 10 Gbps de velocidade.

Personalidades:

Demi Getschko possui graduação, mestrado e doutorado em engenharia eletrônica pela Universidade de São Paulo. Fez parte da equipe que estabeleceu a primeira conexão de Internet no Brasil. Membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil desde 1995, serve como contato administrativo para o .br desde 1989. Desempenhou um papel fundamental na definição da árvore do DNS brasileiro e na definição das normas que regem o registro dentro do país.

Gilberto Gil é baiano, cantor, compositor e foi, de 2003 a 2008, Ministro da Cultura do Brasil. É conhecido pela sua defesa em favor do software livre e, por consequência, da cultura livre. O ex-ministro da cultura brasileiro apresentou sua visão sobre a tecnologia em uma palestra surpreendente, com o violão e diversas canções a acompanhá-lo.

Lobão é um cantor e compositor brasileiro que, recentemente, rompeu com a indústria fonográfica. Afirma que todos as grandes gravadoras musicais estão conspirando para enganar seus próprios artistas (pela falta de vendas e o uso da pirataria como um bode expiatório), e estabeleceu um plano de distribuição para vender CD's de música nas bancas de revista e na Internet. Participou no debate “A Inclusão Digital e a Mobilização Social”.

Tim Berners-Lee é um dos pais da Internet. Criador da World Wide Web, abriu a Campus Party Brasil 2009.

Campus Party Brasil 2010[editar | editar código-fonte]

Tent CP.jpg

Assim como no ano anterior, o evento ocorreu no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, desta vez entre os dias 25 a 31 de janeiro. Seis mil campuseiros compartilharam novamente uma conexão divulgada de 10 Gbps de velocidade. Como destaques, a Campus Party recebeu o hacker Kevin Mitnick e Scott Goodstein, marqueteiro 2.0 da campanha para presidência de Obama ao governo Estadounidense

Personalidades:

Kevin Mitnick é um controverso especialista que expõe a vulnerabilidade de sistemas operacionais complexos e ferramentas de comunicação. Sua palestra “THE ART OF DECEPTION: você pode ser invadido?” reflete a perspectiva do hacker mais famoso do mundo sobre a ameaça da engenharia social, um tipo de ataque altamente efetivo que potencializa a participação do elemento humano na segurança corporativa.

Lawrence Lessig é fundador do Creative Commons, professor na Stanford Law School e um dos maiores defensores das licenças livres para a distribuição de bens culturais e a produção de obras derivadas destes.

Marco Figueiredo é um pesquisador da NASA que defendeu o conhecimento livre como forma de fomentar um maior número de pessoas para participarem ativamente da produção de conhecimento. Assim, multiplicou-se o resultado muito além da capacidade atual dos programas espaciais.

Marcos Galperin é o fundador do Mercado Livre.com.

Scott Goodstein foi um dos pilares da campanha 2.0 de Barack Obama para a presidência dos Estados Unidos. Falou sobre a importância do efeito das redes sociais nas estratégias de comunicação, além da tendência de utilizar dispositivos móveis dentro desta.

Campus Party Brasil 2011[editar | editar código-fonte]

A 4ª edição aconteceu entre os dias 17 e 23 de janeiro de 2011 no Centro de Exposições Imigrantes em São Paulo, com 6800 compuseiros. Os ingressos já estavam esgotados no dia 8 de novembro de 2010.

Rafinha Bastos, PC Siqueira, Rodrigo Fernandes, Mauricio Cid e Rosana Hermann no palco principal do Campus Party 2012.

Essa edição foi marcada pela grande quantidade de fila e também pela falta de internet e energia elétrica ocasionada pelas chuvas. A edição 2011 contou com a presença de Al Gore (ex vice presidente norte-americano), Ben Hammersley (Editor especial da revista wired) e Steve Wozniak (co-fundador da Apple). Além disso, a 4ª edição contou com três competições de Inovação e Empreendedorismo:

Campus Party Brasil 2012[editar | editar código-fonte]

Em 2012, a Campus Party inovou em dois aspectos. O primeiro, pelo fato de realizar duas edições no mesmo ano, e o segundo, em realizar, de forma inédita, uma edição fora da cidade de São Paulo.

São Paulo

A primeira Campus Party aconteceu entre os dias 6 e 12 de fevereiro, no Anhembi Parque, São Paulo. A quantidade de campuseiros aumentou de 6.800 para 7.000. [2]

Recife

Campus Party Recife 2012, realizada no Centro de Convenções de Pernambuco e no Chevrolet Hall.

A segunda edição da Campus Party foi realizada, no ano de 2012, no Recife, entre 26 e 30 de julho no Centro de Convenções de Pernambuco. É a primeira vez que uma Campus Party brasileira é realizada fora de São Paulo. Dos 2.000 ingressos vendidos, 800 foram destinados a pessoas que acamparam no local.[3]

Entre as personalidades internacionais que participaram do evento no Recife está o ex-gerente de sistemas da NASA Michael Comberiate, o fundador do Partido Pirata da Suécia Rick Falkvinge, o vice-presidente do Facebook para a América Latina Alexandre Hohagen (primeira participação da empresa com um representante em uma Campus Party no Brasil), e outros. [4][5]

Uma nova edição na cidade foi confirmada para 2013.[6]

Galeria - Campus Party Recife 2012[editar | editar código-fonte]

Campus Party Brasil 2014[editar | editar código-fonte]

A sétima edição brasileira do evento, teve inicio oficial no dia vinte e sete de janeiro e fim previsto para o dia dois de fevereiro, a Campus Party 2014 reuniu cerca de 8000 pessoas de todas as idades na parte fechadas do evento. Contou com 65 caravanas dos mais diversificados estados do país.[7]

Ocorrendo no Centro de Exposições Imigrantes em São Paulo e contando com oficinas, workshops, palestras entre outras coisas.

Campus Party Brasil 2015[editar | editar código-fonte]

A Campus Party 2015 aconteceu entre os dias 3 e 7 de fevereiro, em São Paulo. No total, foram 8 mil campuseiros e 6,2 mil barracas, aproximadamente 600 atividades e mais de 700 palestras.

Ocorreu novamente no Centro de Exposições Imigrantes em São Paulo, foram ao evento campuseiros de 21 países diferentes, entre eles, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, México.[8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Internet é um esboço relacionado ao Projeto Internet. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.