Canato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde abril de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Canato, canado[nota 1] ou khanato é um ente político governado por um khan[1], palavra que, em mongol e em turco, significa "líder tribal" ou senhor de um território - seja um principado, reino ou mesmo um império.

Em turco moderno, o canato corresponde a hanlık, sendo um ente político típico dos povos das estepes euroasiáticas.

Como exemplos, podem ser citados os quatro canatos (ou ulus, sendo que 'uls', em mongol, significa país ou território) originários da divisão do Império Mongol no século XIII. Quando Genghis Khan morreu, seu império foi dividido em quatro partes, entre seus quatro filhos e netos. Após a morte de seu neto Mongke Khan, em 1259, a guerra de sucessão entre Kublai Khan e Ariq Boke marcou o fim do império unificado e a emergência de quatro canatos separados, a saber:

Após a queda destes quatro canatos, formaram-se outros menores:

Referências

  1. canato in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-08-16 21:10:32]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/canato

Notas