Cangaíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde junho de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Distrito paulistano de
Cangaíba
Parque Ecológico do Tietê na ZL de São Paulo.JPG
Área 16 km²
População (25°) 151.538 hab. (2010)
Densidade 94,71 hab/ha
Renda média R$ 948,16
IDH 0,825 - elevado (61°)
Subprefeitura Penha
Região Administrativa Leste 1
Área Geográfica 3
Distritos de São Paulo Bandeira da cidade de São Paulo.svg

Cangaíba (do tupi-guarani "dor de cabeça" ou "cabeça ruim")[1] é um distrito situado na zona Leste 1 da cidade brasileira de São Paulo. Sua jurisdição administrativa pertence à subprefeitura da Penha, sendo o distrito mais populoso da subprefeitura, com 151.538 habitantes.

O distrito é habitado em geral por pessoas de classes média e baixa. Ao norte, faz divisa com o município de Guarulhos, através do Parque Ecológico do Tietê — região muito movimentada devido ao turismo (ocasionado pelo parque) e ainda por abranger parte da rodovia Ayrton Senna, principal ligação da capital paulista com o Vale do Paraíba. Ao leste e ao sul, faz divisa com Penha e também ao sul com Ponte Rasa, e ao leste com Ermelino Matarazzo. O distrito possui uma estação ferroviária, da linha 12 da CPTM, a Estação Engenheiro Goulart.

História[editar | editar código-fonte]

O distrito surgiu na década de 1910,[2] e começou a crescer no início do século 20 como um típico bairro de classe média paulistana da Zona Leste. Expandiu-se graças aos imigrantes que se instalaram na região, principalmente japoneses, italianos e espanhóis. O crescimento ocorreu com os loteamentos de imensas chácaras. Novas vilas nasceram juntas[3] como a Vila Londrina, a Vila Rui Barbosa, e a Vila Araguaia, entre outras. O local favorecia empreendimentos e então surgiram vários outros bairros em Cangaíba, com um aumento significativo a partir da década de 60. Por Cangaíba estar ao lado da secular Penha, devido a esse distrito, Cangaíba se desenvolveu e progrediu muito.

Transporte[editar | editar código-fonte]

O distrito é atendido pela Linha 12 da CPTM, com a Estação Engenheiro Goulart. Além disso, possui diversas linhas de ônibus e micro-ônibus urbanos, espalhados pelos bairros do distrito.

Comércio[editar | editar código-fonte]

Cangaíba possui a Avenida Cangaíba, maior centro comercial do distrito. Também cada bairro pertencente ao distrito tem suas vias comerciais, como o Jardim Danfer: Rua Pastoril de Itapetinga e Rua Careiro, a Vila Sílvia: Rua Colônia Leopoldina e Rua Olho D'água do Borges, dentre outras ruas.

Lazer e Cultura[editar | editar código-fonte]

O distrito abriga o Parque Ecológico do Tietê, importante local de lazer e esporte da cidade. Possui, ainda, o Teatro Parque Flávio Império, expressivo polo cultural da região.

Imigrantes[editar | editar código-fonte]

Por conta da Crise política na Bolívia em 2008 [carece de fontes?], diversas pessoas do país vieram buscar abrigo e estabilidade de vida no país, sendo que, o Cangaíba foi um dos bairros que mais recebeu imigrantes do país vizinho. Apesar do grande número de Imigrantes ilegais, não há um projeto fixo por parte das autoridades brasileiras em regularizar a situação. Nas ruas do bairro é muito comum haver encontro com os imigrantes, sendo que há também comércios e igrejas com placas que adotam o castelhano como idioma.

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.