Canhão de Alekhine

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
a b c d e f g h
8
Chessboard480.svg
b8 preto torre
f8 preto rei
a7 preto peão
c7 preto torre
d7 preto rainha
e7 preto cavalo
g7 preto peão
a6 branco peão
b6 preto peão
c6 preto cavalo
e6 preto peão
h6 preto peão
b5 branco bispo
d5 preto peão
e5 branco peão
f5 preto peão
b4 branco peão
d4 branco peão
f4 branco peão
c3 branco torre
f3 branco cavalo
c2 branco torre
g2 branco peão
h2 branco peão
c1 branco rainha
g1 branco rei
8
7 7
6 6
5 5
4 4
3 3
2 2
1 1
a b c d e f g h
Após o lance 26.Dc1, vemos o Canhão de Alekhine das brancas montado na coluna c.
(Alekhine vs. NimzowitschSan Remo, 1930)

Canhão de Alekhine, no enxadrismo, é uma formação específica de peças de xadrez que pode ser criada durante o transcorrer de uma partida e que possui importantes vantagens de natureza tática.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Esta formação recebeu esta denominação após uma partida disputada entre o ex-campeão mundial Alexander Alekhine e o ilustre GM Aaron Nimzowitsch em 1930 na cidade de San Remo. A partida terminou com a vitória de Alekhine. A idéia consiste na criação de uma pesada artilharia com a alinhamento entre as duas torres e a dama em uma única coluna, possibilitando efetuar grandes danos ao enxadrista adversário.

Partida magistral[editar | editar código-fonte]

  • GM Alexander Alekhine vs. GM Aaron Nimzowitsch (San Remo, 1930)
1.e4 e6 2.d4 d5 3.Cc3 Bb4 4.e5 c5 5.Bd2 Ce7 6.Cb5 Bxd2+ 7.Dxd2 O-O 8.c3 b6 9.f4 Ba6 10.Cf3 Dd7 11.a4 Cbc6 12.b4 cxb4 13.cxb4 Bb7 14.Cd6 f5 15.a5 Cc8 16.Cxb7 Dxb7 17.a6 Df7 18.Bb5 C8e7 19.O-O h6 20.Tfc1 Tfc8 21.Tc2 De8 22.Tac1 Tab8 23.De3 Tc7 24.Tc3 Dd7 25.T1c2 Rf8 26.Dc1 Tbc8 27.Ba4 b5 28.Bxb5 Re8 29.Ba4 Rd8 30.h4 (nesta posição as pretas estão sem lances) 30. … h5 31. Kh2 g6 32. g3 (zugzwang)(1-0)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

A Wikipédia possui o
Portal de Enxadrismo
Ícone de esboço Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.