Cantor Cristão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Hinário Cantor Cristão, é um hinário cristão adotado pela Igreja Batista, sendo o terceiro hinário evangélico brasileiro. Organizado e publicado pela primeira vez em 1891 pelo missionário Rev. Salomão Luiz Ginsburg. No inicio foram publicadas 16 hinos, novos hinos foram adicionados ao decorrer do tempo e das suas edições. Em 1921, na publicação da 17ª edição do hinário, já contava com 571 hinos. Atualmente o hinário conta com 581 hinos, dos quais vários foram traduzidos de hinários estrangeiros outros acrescentados por ser tradicionais no Brasil. [1]

História[editar | editar código-fonte]

Publicado no Brasil pela primeira vez em 1891, em Recife, Pernambuco. Organizado pelo Rev. Salomão Luiz Ginsburg com a ajuda de um outro missionário americano metodista George Benjamin Nind (1860-1932).[2] Sendo necessário a organização de um hinário para compor o culto Batista quando a comunidade de cristãos fugitivos da Guerra Civil Americana aumentava e o número de adeptos da denominação também, onde apenas haviam os hinários Salmos e Hinos, da Igreja Congregacional e Hinos e Cânticos, da Igreja Casa de Oração. No final ainda de 1891, foi publicado a segunda edição com 23 hinos, sendo lançada em novembro, em Salvador, Bahia. No ano 1892, o missionário George Benjamin Nind exportou, para os Estados Unidos, exemplares da 3ª. edição para serem usados pelos imigrantes portugueses em New Bedford, Massachussets.

A 4ª. edição, foi publicada com 63 hinos, lançado, em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, em setembro de 1893.[3]

Em outubro de 1906 preparada por Ginsburg em Recife, que solicitou aos leitores do O Jornal Batista hinos novos para o “Cantor Cristão”. Com 300 hinos e respectivo índice, pronta para impressão em fevereiro de 1907; lançada em junho de 1907, por ocasião da organização da Convenção Batista Brasileira; quase esgotada em fevereiro de 1910; de Recife, foi enviada ao Rio de Janeiro, para ser impressa na Casa Publicadora Batista.[4] Sendo lançada a 11ª Edição e uma das mais importantes contando com hinos que os Batistas Brasileiros escolheram.

Durante 13 anos (1911-1924), foi planejado o hinário com música. A Casa Publicadora Batista encarregou Ricardo Pitrowsky de preparar a 1ª. edição com música; Desde 1922 estava sendo impressa, por partes, nas oficinas gráficas da CPB, no Rio de Janeiro. Continha 578 hinos. Em fevereiro de 1923 foi lançado o primeiro fascículo, com 51 hinos com música.

Em 1991 a JUERP lançou o Hinário para o Culto Cristão (HCC) que também faz parte significativa da hinódia evangélica brasileira dos nossos dias.

37ª. edição, editada pela JUERP no Rio de Janeiro e impressa pela Geográfica Santo André, São Paulo. Contém 581 hinos. Lançada em janeiro de 2007. Desta vez preparada pela comissão integrada por Leila Christina Gusmão dos Santos sendo a relatora, Marilene Coelho ficando responsável pela letra e correção do idioma e Marcelo Yamazaki Carvalho na musicografia.E pela primeira vez com a verificação da métrica dos hinos.

Editores[editar | editar código-fonte]

No hinário é possível ver hinos e músicas de vários autores, dentre eles: Salomão Luiz Ginsburg, Martinho Lutero, Manuel Avelino de Souza, William Edwin Entzminger, Crosby Fanny Jane, Henry Maxwell Wright, Ricardo Pitrowsky e vários outros. O maior editor e tradutor foi o Rev. Salomão Luiz Ginsburg que conta com mais de 100 hinos publicados no Cantor Cristão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Convenção Batista Brasileira

História do Cantor Cristão

Site Oficial Cantor Cristão

Cantor Cristão no Wikisource