Capela de Nossa Senhora da Penha (João Pessoa)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde novembro de 2011). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A capela de Nossa Senhora da Penha, é uma capela da cidade de João Pessoa na Praia da Penha (João Pessoa). Foi construída pelo português Sílvio Siqueira em 1763.[1] Todos os anos acontece a Romaria da Penha, uma caminhada de 14 quilômetros que anualmente sai da Igreja de Nossa Senhora de Lourdes, no centro de João Pessoa, a Capela de Nossa Senhora da Penha na Praia da Penha. A Romaria da Penha sempre e realizada no último domingo de novembro.

História[editar | editar código-fonte]

O português Sílvio Siqueira, em 1763, comandava uma embarcação que saíra em direção à Europa, mas no litoral paraibano ele enfrentou uma grande tormenta. Em um momento de aflição, reuniu a tripulação e pediu proteção a Nossa Senhora da Penha, prometendo erguer uma ermida em sua honra no local em que aportasse em segurança. Minutos depois, todos conseguiram desembarcar com tranqüilidade na então Praia de Aratú - hoje Praia da Penha. Como prometido, a construção foi feita. E essa foi a terceira capela construída no Brasil para Nossa Senhora da Penha. A primeira foi erguida em Vila Velha, na então Capitania do Espírito Santo, entre os anos de 1558 e 1570. A segunda foi construída em 1635, pelo capitão Baltazar Abrel Cardoso, na Freguesia de Irajá, Rio de Janeiro. Hoje a Capela ja foi ampliada e ao lado existe a igreja de Nossa Senhora da Penha. Hoje, o Santuário pertence à Paróquia Nossa Senhora de Guadalupe, no Cabo Branco, que tem como pároco o Pe. Luiz Antônio de Oliveira.

Romaria da Penha[editar | editar código-fonte]

Esta Romaria ocorre anualmente no último domingo de novembro e tem um percurso de 14 quilometros. Uma carreata conduz a imagem de Nossa Senhora da Penha até a Igreja de Nossa Senhora de Lourdes (Centro de João Pessoa) e de lá ela é reconduzida pelos romeiros até o Santuário. O Santuário da Penha faz parte do roteiro histórico e turístico do litoral paraibano e foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), em 26 de agosto de 1980. Este santuário tem sido muito procurado por conta dos milagres atribuídos a Nossa Senhora. A Romaria de Nossa Senhora da Penha tem atraído uma média anual de 250 mil peregrinos e já se transformou numa das mais tradicionais da Paraíba.[2][3][4]

Referências

  1. «João pessoa tem fim de semana de homenagens a Nossa Senhora da Penha». Jornal da Paraíba. 27 de novembro de 2009. Consultado em 1 de fevereiro de 2017.. Cópia arquivada em 1 de fevereiro de 2017 
  2. Tambaú 247 (28 de novembro de 2016). Programa especial Romaria da Penha 26-11-2016 Bloco 01. YouTube. Consultado em 22 de dezembro de 2016. 
  3. Tambaú 247 (28 de novembro de 2016). Programa especial Romaria da Penha 26-11-2016 Bloco 02. YouTube. Consultado em 22 de dezembro de 2016. 
  4. Tambaú 247 (28 de novembro de 2016). Programa especial Romaria da Penha 26-11-2016 Bloco 03. YouTube. Consultado em 22 de dezembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]