Capicua (cantora)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Capicua
Informação geral
Nome completo Ana Matos Fernandes
Origem Porto
País Portugal Portugal
Gênero(s) Rap, hip hop
Página oficial www.capicua.pt

Capicua, nome artístico de Ana Matos Fernandes (Porto),[1] é uma rapper portuguesa.[2] Vincou o seu nome no panorama musical português, e como MC, com temas como "Vayorken" e "Maria Capaz".[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ana Matos Fernandes, nasceu no Porto, fez a licenciatura em Sociologia no ISCTE e o doutoramento em Geografia Humana em Barcelona, mas o que sempre quis fazer foi música. Em 2012, a sua música alcançou um público mais alargado, sendo falada em todos os meios de comunicação portugueses, conseguindo assim profissionalizar-se na música.[3] Faz, também, desde aí, diversas participações com outros artistas, incluindo Sérgio Godinho, Sam the Kid e DJ Ride.[4][5] O seu trabalho é grandemente influenciado pelos poetas portugueses, em especial a poesia de Sophia de Mello Breyner.[6]

Em 2014, a sua música inspira o nome da plataforma feminista criada por Rita Ferro Rodrigues e Iva Domingues, Maria Capaz.[7]

É prima do ator Pêpê Rapazote.[8]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 2015 - Medusa
  • 2014 - Sereia Louca (LP)
  • 2013 - Capicua goes West (Mixtape Vol.2)
  • 2012 - Capicua (LP)
  • 2008 - Capicua goes Preemo (Mixtape Vol.1)
  • 2007 - Mau Feitio
  • 2006 - Syzygy (EP)

Referências

  1. a b «Biografia». Nervos. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  2. Caetano, Maria João (11 de abril de 2015). «Capicua: "Não peço desculpa por ser quem sou"». Diário de Notícias. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  3. Liliana Pinho, Bruna Cunha, Nádia Teixeira (3 de junho de 2014). «Capicua: Uma sereia rapper que também é socióloga». Universidade do Porto. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  4. «Sérgio Godinho convida Capicua para concertos e anuncia mais uma data». Blitz. 14 de outubro de 2014. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  5. Ho, Alexandra (3 de março de 2015). «Capicua: "Em 'Medusa' quis falar da culpabilização da vítima"». Sol. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  6. «Capicua em "Concerto de Água e Sal" em Lisboa». TSF Rádio Notícias. Consultado em 9 de Abril de 2016 
  7. Martins, Joana. «Maria Capaz é um site de afirmação e luta pelas mulheres». RTP. Consultado em 8 de Abril de 2016 
  8. «PÊPÊ RAPAZOTE DEFENDE PRIMA CAPICUA». VIP. 24 de Setembro de 2015. Consultado em 23 de Setembro de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.