Capitão Harlock: Pirata do Espaço

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Uchū Kaizoku Kyaputen Hārokku
宇宙海賊キャプテンハーロック
Capitão Harlock: Pirata do Espaço (BR)
 Japão
2013 •  cor •  
Direção Shinji Aramaki
Roteiro Harutoshi Fukui
Kiyoto Takeuchi
História Harutoshi Fukui
Baseado em Capitão Harlock e a Nave Arcádia de Leiji Matsumoto
Elenco Shun Oguri
Haruma Miura
Yû Aoi
Arata Furuta
Ayano Fukuda
Toshiyuki Morikawa
Maaya Sakamoto
Miyuki Sawashiro
Kiyoshi Kobayashi
Chikao Ōtsuka
Gênero Anime
Ação
Aventura
Ficção científica
Música Tetsuya Takahashi
Companhia(s) produtora(s) Toei Animation
Distribuição Japão Toei Company
Lançamento Japão 7 de setembro de 2013
Brasil 1 de agosto de 2014
Idioma Japonês
Orçamento $ 30 milhões
Receita $ 4,489,155 (Japão)
$ 17,137,302 (Mundial)
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Capitão Harlock: Pirata do Espaço (宇宙海賊キャプテンハーロック, Uchū Kaizoku Kyaputen Hārokku?) é um filme japonês de anime CGI dirigido por Shinji Aramaki.[1][2][3] O filme foi lançado nos cinemas japoneses em 7 de setembro de 2013, e no Brasil foi exibido através de streaming pela Netflix em 1 de agosto de 2014.[4][5][6][7][8]

Produção[editar | editar código-fonte]

Em 2010, a Toei Animation tinha anunciado que fez um piloto para uma refilmagem em computação gráfica, e apresentou o piloto na feira de exposição Tokyo International Anime Fair, no mesmo ano. No ano seguinte, foi apresentada uma prévia do filme no Festival de cinema de animação de Annecy. Este foi o segundo maior orçamento de produção da Toei Animation, equivalente a mais de 30 milhões de dólares. A história foi reconstruída pelo roteirista Harutoshi Fukui para refletir os temas da sociedade moderna, desde a mais recente tecnologia de produção de filmes da Toei para o cinema.[2] Um teaser narrado em inglês foi lançado para promover o filme.[1] O filme foi exibido no 70º Festival de Veneza[9][10] e também no 33º Festival Internacional de Cinema de Havaí.[11] Apesar da resposta negativa dos críticos, o filme foi nomeado para o Prêmio da Academia Japonesa de Melhor Animação do Ano e ganhou o prêmio Lumière pela Melhor Longa-Metragem Internacional em 3D – na categoria Animação e o Prêmio de Artes Criativas em 3D, em 2014.[12]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Num futuro distante, a Terra se torna um "Planeta Proibido" para os seres humanos espalhados no espaço. O planeta não tem recursos suficientes para acomodar toda a humanidade. O comandante da nave espacial Arcádia, o Capitão Harlock, é um pirata espacial que ama a liberdade. Condenado à morte, ele começa a viver escondido. Harlock escolheu enfrentar a Coalizão GAIA.

O jovem Yama, que é o irmão do almirante chefe das forças espaciais da Terra, é enviado à GAIA para se infiltrar no grupo, destruir a nave e matar Harlock. Yama não demorou muito para descobrir o objetivo de Harlock, que é implantar a 99ª, a bomba espaço-tempo para cortar as relações temporais do universo. Enquanto Arcádia está indo para a Terra, os terráqueos chamam as principais forças espaciais para destruírem a nave Arcádia. Foi então que Yama entra em contato com seu irmão para explicar que ele está convencido de que Harlock quer o bem da humanidade e decide não matá-lo. O almirante revela a seu irmão sobre o século passado, que o Capitão Harlock tinha destruído a Terra com a "matéria negra" (fornecida pela misteriosa Mîmé), tornando a Terra um planeta morto e estéril. E hoje Harlock busca reparar seu erro por acabar connosco na época.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Japão Versão japonesa[editar | editar código-fonte]

  • Shun Oguri como Capitão Harlock
  • Haruma Miura como Yama
  • Yû Aoi como Miime
  • Arata Furuta como Yattaran
  • Ayano Fukuda como Tori-san
  • Toshiyuki Morikawa como Isola
  • Maaya Sakamoto como Nami
  • Miyuki Sawashiro como Kei
  • Kiyoshi Kobayashi como Roujin
  • Chikao Ōtsuka como Soukan

Brasil Dublagem brasileira[editar | editar código-fonte]

Banda sonora[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas.[13][14][15] Em 29 de setembro de 2013, o filme arrecadou ¥437,326,416 na bilheteira japonesa.[16][17] O filme é um dos maiores sucessos exibidos na Itália, arrecadando US$6.8 milhões em janeiro de 2014.[18]

O filme foi reconhecido como o melhor filme internacional de animação na quinta anual Premiação de Artes Criativas em 3D realizada no Warner Bros. Studios em Los Angeles em 28 de janeiro de 2014.[12] Foi nomeado para o Prêmio da Academia Japonesa de Melhor Animação do Ano no 37º Prêmio da Academia Japonesa.[19]

Referências

  1. a b «Space Pirate Captain Harlock Remake's English Teaser Posted» (em inglês). Anime News Network. 31 de janeiro de 2013 
  2. a b «Captain Harlock Sci-Fi Anime's Remake to Open This Fall» (em inglês). Anime News Network. 31 de janeiro de 2013 
  3. Frater, Patrick (10 de maio de 2013). «Toei's Harlock captured by GFM» (em inglês). Film Business Asia 
  4. «Harlock: Space Pirate headed to Netflix» (em inglês). IGN. 23 de maio de 2014. Consultado em 21 de novembro de 2018. 
  5. «Capitão Harlock no Netflix!». JBox. 24 de maio de 2014. Consultado em 21 de novembro de 2018. 
  6. «Harlock: Space Pirate Estreia na Netflix (AT)». JBox. 1 de agosto de 2014. Consultado em 21 de novembro de 2018. 
  7. «Novo filme do Capitão Harlock chega ao Netflix». InfoAnimation. Maio de 2014. Consultado em 21 de novembro de 2018. 
  8. «Capitão Harlock estreia em agosto na Netflix». ANMTV. 24 de maio de 2014. Consultado em 21 de novembro de 2018. 
  9. «Out of Competition» (em inglês). La biennale. 26 de julho de 2013 
  10. «Venice film festival 2013: the full line-up» (em inglês). The Guardian. 25 de julho de 2013 
  11. «Harlock: space pirate» (em inglês). HIFF Fall Festival. 20 de agosto de 2013 
  12. a b «'Captain Harlock' named best international animated feature at 3D Creative Arts Awards» (em inglês). The Asahi Shimbun Digital. 17 de fevereiro de 2014 
  13. Rooney, David (5 de setembro de 2013). «Harlock: Space Pirate: Venice Review» (em inglês). The Hollywood Reporter 
  14. «Harlock: Space Pirate is a Big, Pretty, Action-filled Disappointment» (em inglês). Kotaku.com. 7 de setembro de 2013 
  15. Felperin, Leslie (6 de setembro de 2013). «'Space Pirate Captain Harlock' Review: Shinji Aramaki's Epic a Nerd's Delight» (em inglês). Variety 
  16. «Japanese Box Office, September 28-29» (em inglês). Box Office Mojo. 6 de outubro de 2010 
  17. «Japanese Box Office, September 28-29» (em inglês). Anime News Network. 6 de outubro de 2010 
  18. «Captain Harlock CG Film Now Available on Netflix in U.S., U.K.» (em inglês). Anime News Network. 3 de agosto de 2014 
  19. «Wind Rises, Madoka, Lupin vs. Conan, Harlock, Kaguya Earn Japan Academy Prize Nods» (em inglês). Anime News Network. 6 de janeiro de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]