Capitania de Santana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Capitania de Santana

Capitania

AtlasMiller BNF Brasilis arcoyflecha.jpg
1534 – 1656 Flag of the Princes of Brazil.svg
Flag Brasão
Bandeira da Ordem de Cristo Brasão dos Sousa do Prado
Continente América do Sul
Capital Não especificada
Língua oficial Português
Governo Não especificado
História
 • 1534 Fundação
 • 1656 Dissolução

A capitania de Santana foi uma das quinze capitanias hereditárias em que foi primeiramente dividido o Brasil. Possuía 40 léguas e começava aproximadamente na divisa litorânea dos atuais Estados de São Paulo e do Paraná e se estendia até Laguna (Santa Catarina).[1][2]

Era a capitania que estava localizada mais ao sul do Brasil, limitada a oeste pela linha do tratado de Tordesilhas, e a leste pelo Oceano Atlântico.[3][4]

Pertencia a Pero Lopes de Sousa e seus sucessores - que obtiveram a Capitania de São Vicente com o ganho de causa no litígio Vimieiro-Monsanto.[5][6]

Foi pelos vicentinos desbravada e colonizada, tendo como consequência o surgimento de São Francisco do Sul e Nossa Senhora do Desterro (atual Florianópolis), entre outros núcleos de povoamento.[7][8]

Em 1656 foi sucedida pela Capitania de Paranaguá, fundada pelo Marquês de Cascais.[9][10][11]

Referências

  1. Bueno 1999, p. 86.
  2. Cintra 2013, p. 27.
  3. «Sistema de Capitanias Hereditárias do Brasil». estudopratico.com.br. Consultado em 12 de fevereiro de 2016 
  4. «Tratado de Tordesilhas - História, mapa e Brasil». estudopratico.com.br. Consultado em 12 de fevereiro de 2016 
  5. Wachowicz 1995, p. 41.
  6. Wachowicz 1995, p. 42.
  7. El-Khatib 1970, p. 87.
  8. El-Khatib 1970, p. 34.
  9. Wons 1994, p. 107.
  10. Wachowicz 1995, p. 111.
  11. Wachowicz 1995, p. 42.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Bueno, Eduardo (1999). Capitães do Brasil: a saga dos primeiros colonizadores. Rio de Janeiro: Objetiva. ISBN 8573022523 
  • Cintra, Jorge P. (2013). Reconstruindo o Mapa das Capitanias Hereditárias (PDF) (Tese de Docência). São Paulo: Universidade de São Paulo. Consultado em 12 de fevereiro de 2016 
  • El-Khatib, Faissal (1970). História de Santa Catarina. 4. Curitiba: Grafipar 
  • Wachowicz, Ruy Christovam (1995). História do Paraná 7 ed. Curitiba: Gráfica Vicentina 
  • Wons, Iaroslaw (1994). Geografia do Paraná 6 ed. Curitiba: Ensino Renovado 
Ícone de esboço Este artigo sobre História do Brasil é um esboço relacionado ao Projeto História do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.