Captain N: The Game Master

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Captain N: The Game Master
Capitão N: O Mestre dos Jogos (BR)
Informação geral
Formato
Duração Aprox. 22 minutos
País de origem Estados Unidos Estados Unidos
Canadá Canadá
Idioma original Inglês
Produção
Elenco Reinaldo Buzzoni
Exibição
Transmissão original 9 de setembro de 198926 de outubro de 1991
Nº de temporadas 3
Nº de episódios 34 (lista de episódios)

Captain N: The Game Master (Capitão N: O Mestre dos Jogos no Brasil) foi uma série de desenhos animados do final dos anos 80, produzida por DIC Animations. A série foi encomendada pela Nintendo a fim de promover os jogos do (na época) novo videogame, Nintendo 8 bits. Kevin Keene, gamemaniáco adolescente californiano que vai parar em Videoland, um mundo em que os games da Nintendo são reais, e acaba conhecendo Megaman, Kid Icarus, Simon Belmont, Donkey Kong entre outros. Para acabar com a maldade de Mãe Cérebro (Mother Brain) sobre os mundos de Videoland, Kevin se torna o Capitão N e organiza a Equipe N (N-Team).

Personagens[editar | editar código-fonte]

Capitão N[editar | editar código-fonte]

{Este artigo contém spoiler (define revelações de fatos importantes da trama da obra)}

Era Kevin Keene, adolescente californiano viciado nos jogos Nintendo. Um dia, quando jogava, ele e seu cachorro Duke foram tragados para dentro da TV e foram parar em Videoland, um mundo onde existem todos os personagens do Nintendo 8 bits. Estava profetizado que Kevin deveria tomar o equipamento sagrado (uma pistola zapper e um cinto que parecia um controle Nintendo) e livrar a Videoland de Mãe Cérebro. Com a pistola zapper (que no Nintendo 8 bits de verdade era usada para jogos de mira) ele podia desintegrar inimigos. Com o cinto, ele podia pular mais alto, correr mais rápido, e ao apertar pausa podia congelar o tempo. Fazer isso, entretanto, consumia muito das energias do cinto.

Duke[editar | editar código-fonte]

Duke era o cachorro de Kevin, e era adestrado. Geralmente, quando ainda estava no mundo real, Duke apanhava os cartuchos para entregá-los a um distraído e preguiçoso Kevin que jogava seu Nintendinho 8 bits.

Princesa Lana[editar | editar código-fonte]

Aparentemente, ela, assim como Kevin e Duke, não era baseada em nenhum jogo. Ela era a governante de Videoland e participava das missões da Equipe N. Sua versão nos quadrinhos apresentava uma mulher bem mais experiente e hábil na luta que sua versão animada.

Kid Icarus[editar | editar código-fonte]

Era um anãozinho com asas (daí Icarus) que carregava arco e flechas, e falava tudo com "Icus" no fim (por exemplo: Eu não vi nadicus, Kevinicus). Habitava um local da Videoland chamado Monte Olympus (que tem apenas a influência grega, não era o verdadeiro Monte Olympus). Era irritadiço e suas flechas tinham efeitos especiais (flecha do amor, flecha corda, flecha coceira, etc.).

Mega Man[editar | editar código-fonte]

O personagem era totalmente descaracterizado do apresentado em outras séries animadas e mesmo nos jogos. Sua armadura em Capitão N era verde. Era baixinho e colocava a palavra "mega" na frente das palavras ("Tanto mega áçucar não faz bem a você, Kid Icarus."). Se alimentava aparentemente com células de energia que caiam de inimigos destruídos. Foi fabricado por Dr. Light, que também era um pouco diferente dos jogos. Também havia Mega girl (não, não era a Roll) que era uma versão feminina de Mega man (suas armaduras se pareciam muito). O maior desejo de Mega Man era se tornar humano. Houve um episódio que Mega man e Mega Girl conseguiram humanidade ao passar por uma prova.

Simon Belmont[editar | editar código-fonte]

O caçador de vampiros do jogo Castlevania também estava descaracterizado. Tinha uma mochila de onde tirava qualquer coisa e, a primeira vista, parecia ser gay. Na verdade não era, ele era metrossexual (o homem que se preocupa demais com a aparência e é narcisista). Prova disso é que ele era apaixonado pela Princesa Lana, a governante de Videoland. Em um dos episódios, ele pegou uma das flechas de amor de Kid Icarus e pretendia fazer Lana se apaixonar por ele. Só que Simon acabou acertando a si mesmo com a flecha, e acabou se apaixonando pela Mãe Cérebro. Mãe Cérebro resolveu se aproveitar da situação. Resolveu se casar com Simon, para assim poder sempre espionar o Palácio do Poder, centro de governo de Videoland. Porém, o grupo de Capitão N conseguiu o antidoto a tempo, bem na hora de Simon dizer "sim" no casamento. Ele caindo em si, a chamou de nojenta, e fugiu. Depois do fato, reunido com o grupo, puxa um espelho e diz: "Agora, vou me dedicar a única pessoa que eu realmente amo... eu, eu e eu", mostrando seu lado egoísta.

Game Boy[editar | editar código-fonte]

Game Boy também participava das aventuras. Era um computador em forma do videogame portátil de mesmo nome. Ele podia materializar qualquer arma imaginável a fim de ajudar Kevin e seus companheiros.

Zelda[editar | editar código-fonte]

Hyrule era um dos muitos mundos que compunham Videoland, e Link, era o herói mais respeitado por Kevin Keene, o Capitão N. Link chegou a fazer uma ponta no desenho junto com a princesa Zelda (e posteriormente ganhou seu próprio desenho). Mãe Cérebro procurava usar Ganon, feiticeiro de feições suínas, inimigo de Link, para seus propósitos perversos. O que ela não sabia era que Ganon era poderoso demais até para ser controlado por ela.

Samus Aran[editar | editar código-fonte]

Samus Aran era uma caçadora de recompensas intergaláticas e principal personagem do jogo Metroid. Ela não aparecia no desenho de Capitão N, só nos quadrinhos (embora que sua inimiga, Mãe Cérebro, aparecesse em ambos). Nos quadrinhos, a leve paquera entre Kevin e princesa Lana é mais aberta do que no desenho da TV. Nos quadrinhos, eles realmente namoram e é mostrado um Kevin muito mais maduro e seguro de si. Samus também deseja a afeição de Kevin, e compete com Lana por isso. Estes quadrinhos são inéditos no Brasil.

Vilões[editar | editar código-fonte]

Mãe Cérebro (Mother Brain no original), era um grande cérebro dentro dum vidro ligado a uma cara fina como pizza, resmungona e pavio curto. Ela veio do jogo Metroid.

Bruxo Berinjela, um mago meio humano, meio berinjela que tinha uma varinha que podia alterar a matéria na forma de frutas e legumes. Era inimigo de Kid Icarus. Era extremamente trapalhão.

Rei Hipo (King Hippo no original), presente no jogo Mike Tyson Punch Out. Era forte, brigão e burro como uma porta.

Dr. Willy, o conhecido cientista inimigo de Mega Man.

Conde Drácula, do jogo Castlevania, era inimigo de Simon Belmont.

Donkey Kong, mais parecido com sua versão do Nintendo 8 bits: era um gigantesco gorila, do lado dos bad boys, que vivia em Kongoland.

Videoland[editar | editar código-fonte]

Videoland é o mundo onde se desenrolam as aventuras de Capitão N. Videoland é dividida por vários mundos conectados somente por "Warp zones", que eram portais. Entre os vários mundos e locais de relevância há:

Pálacio do Poder: Onde Princesa Lana vive e governa toda Videoland. Capitão N mora aqui.

Metroid: Gigantesca nave que paira nos céus acima do Palácio do Poder. Aqui vive, manda e desmanda Mãe Cérebro, a principal vilã.

Megaland: O mundo de Megaman, é uma cidade altamente tecnológica. AQUI FICAM OS LABORATÒRIOS DE Dr. Light e Dr. Willy.

Castlevania: O lar de Simon Belmont e do castelo de Drácula. É um mundo assombrado por monstros e fantasmas.

Mount Icarus / Mount Olympus: O lar de Kid Icarus, é um mundo parecido com a Grécia mitológica.

Kongoland: Mundo de selvas habitado pelo gigantesco gorila Donkey Kong.

Hyrule: O mundo de fantasia medieval habitado pela princesa Zelda e seu incansável guardião Link.

California Games: Um mundo dedicado a praia e esportes relacionados.

Punch-Out: Um mundo quase normal, mas cujo maior interesse é o boxe. Daqui veio o Rei Hippo. No quadrinho de Capitão N é mencionado que aqui também mora Little Mac, herói de Punch Out, o qual não fez aparições efetivas nem no quadrinho, nem no desenho animado.

Bayouland: Uma terra pantanosa habitada pelo aventureiro Bayou Billy, paródia de Crocodilo Dundee. Bayou Billy foi o único jogo que Kevin Keene não zerou no mundo real.

Newsland: Terra de Paperboy, é um mundo quase normal, mas cujo interesse maior é jornais e notícias.

Dublagem Brasil[editar | editar código-fonte]

Episódios[editar | editar código-fonte]

Quadrinhos[editar | editar código-fonte]

A extinta editora americana Valiant Comics produziu uma revista em quadrinhos sobre a série, chamada Captain N (inédito no Brasil).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]