Capuz clitoridiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(1) capuz do clitóris (2) clitóris (Na parte inferior da imagem os lábios estão afastados.)

Na anatomia humana feminina, o capuz do clitóris (também chamado preputium clitoridis e prepucio do clitóris) é uma dobra da pele que envolve e protege a glande do clitóris e suas mais de 8000 terminações nervosas.[1][2][3][4] Ele também cobre o eixo externo do clitóris, desenvolve-se como parte dos pequenos lábios e é homólogo do prepúcio (igualmente chamado prepúcio) nos órgãos genitais masculinos.[5] A capuz clitoridiano é composto de tecidos muccocutâneos;[6] esses tecidos estão entre a mucosa e a pele e podem ter importância imunológica porque podem ser um ponto de entrada das vacinas das mucosas.[7] O capuz do clitóris também é importante não apenas na proteção da glande do clitóris, mas também no prazer sexual, pois é um tecido erógeno.[8][9][10]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. anapaula (15 de outubro de 2018). «O que é o capuz do clitóris e como ele afeta o orgasmo feminino?». Women's Health. Consultado em 9 de julho de 2020 
  2. Sloane, Ethel (2002). Biology of Women (em inglês). [S.l.]: Cengage Learning 
  3. Hamori, Christine A. (28 de março de 2018). Cirurgia estética genital feminina: Conceitos, classificação e técnicas. [S.l.]: Thieme Revinter Publicações LTDA 
  4. «Capuz do clítoris piercing». BodyMod.pt. 26 de julho de 2016. Consultado em 9 de julho de 2020 
  5. Cold, C. J.; Taylor, J. R. (janeiro de 1999). «The prepuce». BJU international. 83 Suppl 1: 34–44. ISSN 1464-4096. PMID 10349413. doi:10.1046/j.1464-410x.1999.0830s1034.x 
  6. «The Prepuce: Anatomy, Physiology, Innervation, Immunology, and Sexual Function». www.cirp.org. Consultado em 9 de julho de 2020 
  7. Cold, C. J.; Taylor, J. R. (janeiro de 1999). «The prepuce». BJU international. 83 Suppl 1: 34–44. ISSN 1464-4096. PMID 10349413. doi:10.1046/j.1464-410x.1999.0830s1034.x 
  8. Martingo, Carla (1 de agosto de 2009). O Corte dos Genitais Femininos em Portugal: O Caso das Guineenses: Estudo Exploratório. [S.l.]: Observatório da Imigração, ACIDI, I.P. 
  9. «Everything You Should Know About Your Clitoral Hood». Healthline (em inglês). 7 de maio de 2018. Consultado em 9 de julho de 2020 
  10. «Sexualidade p4». joaogil.planetaclix.pt. Consultado em 9 de julho de 2020