Caraúbas (Rio Grande do Norte)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Caraúbas
"Terra das caraubeiras"
Bandeira de Caraúbas
Brasão de Caraúbas
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 5 de março
Fundação 1868
Gentílico caraubense
Padroeiro(a) São Sebastião
Prefeito(a) Ademar Ferreira da Silva (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Caraúbas
Localização de Caraúbas no Rio Grande do Norte
Caraúbas está localizado em: Brasil
Caraúbas
Localização de Caraúbas no Brasil
05° 47' 34" S 37° 33' 25" O05° 47' 34" S 37° 33' 25" O
Unidade federativa  Rio Grande do Norte
Mesorregião Oeste Potiguar IBGE/2008 [1]
Microrregião Chapada do Apodi IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Olho-d'Água do Borges, Governador Dix-Sept Rosado, Apodi, Janduís, Felipe Guerra.
Distância até a capital 296 km[2]
Características geográficas
Área 1 095,001 km² (RN: 7º)[3]
População 21 750 hab. (RN: 28º) –  IBGE/2014[4]
Densidade 19,86 hab./km²
Altitude 144 m
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,638 médio PNUD/2010 [5]
PIB R$ 167 479,970 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 8 236,85 IBGE/2008[6]
Página oficial

Caraúbas é um município no estado do Rio Grande do Norte (Brasil), localizado na Microrregião da Chapada do Apodi e na Mesorregião Oeste Potiguar no Nordeste do país, De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), no ano 2010 sua população era estimada em 19.576 habitantes [7], sua área territorial é de 1.095,006 km² localizando-se a uma distância de duzentos e noventa e seis (296 km) quilômetros da capital do estado, Natal.[8]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Caraúbas é derivado da existência de uma densa mata povoada por Caraubeiras (Ipê Amarelo) – árvores de casca amargosa e folhas verdes com flores amarelas, situada na margem direita de um afluente do Rio Apodi. Caraúbas é uma planta da família das Bignoniáceas. Ainda hoje existem diversas caraubeiras na cidade, principalmente nas ruas da Praça Reinaldo Pimenta e em outros locais da cidade.

História[editar | editar código-fonte]

O Capitão Leandro Bezerra Cavalcante, veio de Pernambuco, com a finalidade de fixar residência em no município atendendo um convite do tenente-General Francisco de Souza Falcão, entre 1760 e 1770, e lá instalou uma fazenda de gado. Em 1791, uma grande seca ameaçou exterminar o gado da região. Leandro da Cunha, devoto de São Sebastião, prometeu construir uma capela para o santo se surgisse água franca para a manutenção de sua fazenda. Cavando então um poço perto do riacho a água jorrou em abundância e nunca mais secou. A partir desse momento o poço passou a ser chamado de Poço de São Sebastião. Construída a capela, as romarias e as festas religiosas realizadas atraíam para o local grande número de fiéis, que vinham até mesmo dos mais distantes sertões e, como a fazenda de Leandro não tinha nome, todos diziam que estavam indo para as “Caraúbas”.

O distrito de Caraúbas foi criado pela Lei n°250, de 23 de Março de 1852 e elevado à freguesia pela Lei n°408, de 1 de Setembro de 1858. Em 5 de Março de 1868, através da Lei n°601, Caraúbas desmembrou-se de Apodi e tornou-se município do Rio Grande do Norte.[9]

O primeiro nome dado a Caraúbas foi Várzea das Caraúbas; depois os índios Payacus chamaram Carahu-mba (fruta da casaca negra) – nome de uma árvore na linguagem indígena (tupy Guarany); logo após os tropeiros chamaram-na de Caraúbas, nome que passou ao Município e posteriormente à cidade.

Com o crescimento da povoação foi criado o Distrito de Paz de Caraúbas no dia 23 de Março de 1852, pela Lei Provincial nº. 250, sendo instalado um Juizado de Paz, depois é que passou a Município e, mais tarde, a Cidade.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Os solos predominantes em Caraúbas e suas características principais são: Latossolo Vermelho Amarelo Eutrófico - fertilidade média a alta, textura média, bem a fortemente drenado relevo plano, muito profundas e porosos. Solonchak Solonétzico - alta sanilidade, textura indiscriminada, imperfeitamente a mal drenado, relevo plano. Solos Aluviais Eutróficos - fertilidade natural alta, textura argilo/arenosa, argilosa ou arenosa, medianamente profundos, imperfeitamente a moderadamente drenados, relevo plano.[11].

No município predomina a caatinga hiperxerófila, vegetação de caráter mais seco, com abundância de cactáceas e plantas de porte mais baixo e espalhadas. Entre outras especieis destacam-se a jurema-preta, mufumbo, marmeleiro, xique-xique e facheiro. 'Carnaubal', vegetação natural onde a espécie predominante é a palmeira, a carnaúba. Os carnaubais são espaçados e iluminados. Vegetação Halófila - constituídas por plantas que toleram viver em solo com alta concentração de sais, geralmente são espécies herbáceas e rasteiras carnaubais.[12].

Clima[editar | editar código-fonte]

Caraúbas possui um clima muito quente e semi-árido, com precipitação pluviométrica anual de 734 mm/ano. Seu período chuvoso é de fevereiro a maio. As temperaturas médias anuais são:[13]

  • máxima: 32 °C
  • média: 27 °C
  • mínima: 22 °C

A umidade relativa média anual é de 66% e o tempo de insolação de 2 700 horas/ano.[14]

Dados climatológicos para Caraúbas
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 33 32,3 31,4 31 30,5 30,3 30,3 31,6 32,6 33,4 33,4 33,5 31,9
Temperatura média (°C) 27,7 27,4 27 26,6 26,1 25,6 26,6 26 26,8 27,5 27,7 28 26,9
Temperatura mínima média (°C) 22,5 22,6 22,6 22,3 21,8 20,9 23 20,4 21 21,6 22,1 22,5 21,9
Precipitação (mm) 59 88 188 180 95 46 36 6 3 5 4 24 734
Fonte: Climate-Data.org[13]

Bairros[editar | editar código-fonte]

  • Bairro: Alto da Liberdade
  • Bairro: Alto de são Severino
  • Bairro: Centro
  • Bairro: Leandro Bezerra
  • Bairro: Sebastião Maltez
  • Bairro: Aeroporto
  • Conjunto: Nestor Fernandes
  • Conjunto: Maria Bandeira
  • Conjunto: Aroldo Maia
  • Conjunto: Guido Gurgel
  • Conjunto: Nicó Fernandes
  • Conjunto: Antônio Linhares

Política[editar | editar código-fonte]

O poder executivo de Caraubense é formado pelo prefeito (a), e por seus secretários municipais seguindo o modelo proposto pela Constituição Federal.[16] O poder legislativo do município é formado por onze vereadores eleitos constitucionalmente pela população. A sede do poder executivo Caraubense é atualmente é sediada no Palácio Jonas Gurgel, na praça Reinaldo Pimenta, centro da Cidade.

A baixo esta a lista dos prefeitos e vice-prefeitos eleitos constitucionalmente no período de 1948 á 2016.

Prefeitos de Caraúbas
Posição Prefeitos Vice Eleito Posse
Leovegildo Fernandes Pimenta Jacob Pires Galvão 21/03/1948 18/04/1948
Dr. Onézimo Fernandes Maia Aproniano Martins de Sá 07/12/1952 31/03/1953
Jonas Gurgel Edvaldo Gurgel de Melo 01/01/1958 31/03/1958
Edvaldo Gurgel de Melo José Nicodemos Fernandes (Sem registro) (sem registro)
José Nicodemos Fernandes Raimundo Benevides 07/10/1962 31/03/1963
Guido Gurgel Fernandes Pimenta Raimundo Pedro Benevides 15/11/1968 31/03/1969
José Nicodemos Fernandes Plínio Fernandes de Oliveira (Sem registro) (Sem registro)
Osael Fernandes Soares Raimundo Amorim Fernandes 15/11/1976 31/01/1977
Raimundo Amorim Fernandes Antônio Linhares Filho 15/11/1982 31/05/1983
10º João Marinaldo de Holanda Capitão Médico Aguinaldo Pereira da Silva 15/11/1988 31/01/1989
11º Raimundo Gurgel Júnior Renato Fernandes de Medeiros 15/11/1992 01/01/1993
12ª Capitão Médico Agnaldo Pereira da Silva Luciano Augusto da Cruz 03/10/1996 01/01/1997
13ª Capitão Médico Agnaldo Pereira da Silva Luciano Augusto da Cruz (reeleito) 01/01/2000 01/01/2001
14ª Luciano Augusto da Cruz Sem Vice 09/11/2001 (assume interinamente por falecimento do prefeito) 09/11/2001
15º Francisco Eugênio Alves da Silva Francisco de Assis Batista 03/10/2004 01/01/2005
16º Ademar Ferreira da Silva Alcivan Viana 05/10/2008 01/01/2009
17º Ademar Ferreira da Silva Ivanildo Fernandes 07/10/2012 01/01/2013
18º Antônio Alves da silva Paulo de Paiva Brasil 02/10/2016

Distritos, povoados e comunidades[editar | editar código-fonte]

Em Caraúbas existem várias comunidades rurais, sendo que o único distrito é o de São Geraldo localizado na região denominada de "Várzea". Existindo também o assentamentos onde atualmente residem diversas famílias que dependem da agricultura familiar.

  • Distrito: São Geraldo
  • Comunidade: Mariana
  • Comunidade: Apanha Peixe
  • Comunidade: Abderramant
  • Comunidade: Santo Antônio
  • Comunidade: Miranda
  • Comunidade: Língua de Vaca
  • Comunidade: Pedrês
  • Comunidade: Sabe Muito
  • Comunidade: Cachoeira
  • Comunidade: Cachoeira II
  • Comunidade: Ursulina
  • Comunidade: Petrolina
  • Comunidade: Boa Água
  • Comunidade: Boorracha
  • Comunidades Lajes e Livramento
  • Assentamento: 8 de Março
  • Assentamento: 1 de Maio

Educação[editar | editar código-fonte]

Caraúbas conta com diversas instituições de ensino público e privado, tanto da rede municipal como da estadual. [17]. E ainda um campus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA, a cidade dispões de um Núcleo Avançado da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte - UERN, que em breve será extinto.

Estabelecimentos de Ensino de Caraúbas Rio Grande do Norte
LOCALIDADE ESCOLA
Centro E.E. Antônio Carlos
Km 223 Nova Esperaça II Universidade Federal Rural do Semi árido - UFERSA
Sebastião Maltez Núcleo Avançado de Educação Superior de Caraúbas - NAESC/UERN
Centro Escola Estadual Sebastião Gurgel
Centro Escola Estadual Prof. Lourenço Gurgel de Oliveira
Sebastião Maltez Escola Municipal Josué de Oliveira
Leandro Bezerra Escola Estadual Prof. Maria Silvia Câmara
Leandro Bezerra Escola Municipal Jonas Gurgel
Alto da Liberdade Escola Municipal Prof. Leônia Gurgel Fernandes de Azevedo
Leandro Bezerra Centro Municipal de Ensino Inf. Maria M. Rozendo
Centro Casa da Criança Monsenhor Raimundo G. do Amaral
Centro Jardim de Infância Hugolino de Oliveira
Alto São Severino Escola Municipal Giselda Fernandes Soares
Aroldo Maia Casa da Criança Aroldo Maia
Apanha Peixe Escola Municipal Gregório Batista de Morais
Miranda Escola Francisco de Souza Júnior
Cachoeira Escola Municipal Francisco de Paula Pessoa Filho
Santo Antônio Escola Municipal Manassés Braga Vieira
Petrolina Casa da Criança de Petrolina
Ursulina Casa da Criança de Ursulina
São Geraldo Escola Municipal Profª. Núbia A. de Oliveira Ramos
Centro Educandário Exito Colégio e Curso (PRIVADA)
Sebastião Maltez Instituto Nossa Sraª. do Perpetuo Socorro(PRIVADA)
Conjunto Guido Gurgel Centro de Educação Jussara Deanny (PRIVADA)

Saúde[editar | editar código-fonte]

O município de Caraúbas conta com 11 estabelecimentos de Saúde, sendo que são 9 estabelecimentos de Saúde com atendimento ambulatorial com atendimento médico em especialidades básicas os (PSF's), Um estabelecimento com especialidades odontológicas, e um estabelecimento de Saúde público estadual que é o Hospital Regional Dr. Agnaldo Pereira da silva. Ao todo são 25 leitos para internação em estabelecimentos de Saúde público.[18].

Turismo[editar | editar código-fonte]

No mês de Janeiro acontece a festa do padroeiro da cidade, São Sebastião, atraindo pessoas da região e de outras cidades, até mesmo de outros estados. A festa é realizada em dez dias, de Dez a 20 de janeiro|vinte (10 a 20) com participação de várias bandas regionais e de renome nacional. Sem contar com o belíssimo cenário da lagoa do Apanha-peixe, que quando está cheia traz muitos visitantes locais de outras regiões. Localizada em plena Chapada do Apodi, formando um belíssimo cenárioem meio ao sertão potiguar.

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • RN-117
  • RN-233

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. FEMURN. «Distâncias dos Municípios do Rio Grande do Norte a Natal-RN». Consultado em 6 de junho de 2011. 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. 
  4. «ESTIMATIVAS DA POPULAÇÃO RESIDENTE NOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS COM DATA DE REFERÊNCIA EM 1 DE JULHO DE 2012» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 30 de agosto de 2011. Consultado em 31 de agosto de 2012. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  7. «infográficos: evolução populacional e pirâmide etária». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. cidades.ibge.gov.br. 1 de julho de 2008. Consultado em 21 de dezembro de 2013.  Texto "caraubas" ignorado (Ajuda); Texto "infograficos:-evolucao-populacional-e-piramide-etaria" ignorado (Ajuda)
  8. «Distância entre Natal e Caraúbas (Rio Grande do Norte)». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. distancia cidades. 1 de julho de 2008. Consultado em 21 de dezembro de 2013. 
  9. «Histórico de Caraúbas». Historico de Caraúbas Riogrande do Norte. www.caraubas.rn.gov.br/. 19 de dezembro de 2008. Consultado em 21 de dezembro de 2013. 
  10. «História». Prefeitura Municipal de Caraúbas - RN. Arquivado desde o original em 21 de dezembro de 2013. Consultado em 21 de dezembro de 2013. 
  11. «Solos e Geologia de Caraúbas». Solos de Caraúbas Rio grande do Norte. www.citybrazil.com.br/. 19 de dezembro de 2008. Consultado em 9 de setembro de 2014. 
  12. «Vegetação de Caraúbas». Vegetação de Caraúbas Riogrande do Norte. www.citybrazil.com.br/. 19 de dezembro de 2008. Consultado em 9 de setembro de 2014. 
  13. a b «CLIMA: CARAÚBAS». Climate-Data.org. Arquivado desde o original em 5 de outubro de 2015. Consultado em 1° de janeiro de 2016. 
  14. «Clima e temperatura de Caraúbas». Temperatura de Caraúbas Riogrande do Norte. www.citybrazil.com.br/. 19 de dezembro de 2008. Consultado em 9 de setembro de 2014. 
  15. «CLIMA: SÃO GERALDO». Climate-Data.org. Arquivado desde o original em 18 de janeiro de 2016. Consultado em 1° de janeiro de 2016. 
  16. Wikipédia. «Poder Executivo Brasileiro». Consultado em 06 de Outubro de 2016. 
  17. «Escolas de Caraúbas». Escolas de Caraúbas Rio grande do Norte. http://www.escolas.inf.br/. 06 de outubro de 2016. Consultado em 6 de outubro de 2016.  Ligação externa em |publicado= (Ajuda)
  18. «Estabelecimentos de Saúde de Caraúbas». Estabelecimentos de Saúde de Caraúbas Rio grande do Norte. http://cidades.ibge.gov.br/. 07 de outubro de 2016. Consultado em 7 de outubro de 2016.  Texto "caraubas" ignorado (Ajuda); Texto "servicos-de-saude-2009 " ignorado (Ajuda); Ligação externa em |publicado= (Ajuda)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Caraúbas (Rio Grande do Norte)


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Norte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.