Discografia de Chico Buarque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Caravanas - Ao Vivo)
Discografia de Chico Buarque
Chico Buarque em show de 2007.
Álbuns de estúdio 37
Álbuns ao vivo 9
Álbuns de compilação 34
Álbuns para a Internet 1
Álbuns de vídeo 18
Extended plays (EP) 1
Singles 5
Bandas sonoras 14
Compactos simples 22
Compactos duplos 12
Caixas 11

Francisco Buarque de Hollanda, mais conhecido por Chico Buarque ou Chico Buarque de Hollanda, (Rio de Janeiro, 19 de junho de 1944) é um músico, dramaturgo e escritor brasileiro. É conhecido por ser um dos maiores nomes da MPB. Sua discografia conta com aproximadamente cem discos, entre eles discos-solo, em parceira com outros músicos e compactos.[1] É compositor de Construção, considerada uma das melhores músicas brasileiras já feitas.[2][3]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Certificações Vendas
1966 Chico Buarque de Hollanda
1966 Morte e Vida Severina
1967 Chico Buarque de Hollanda vol. 2
1968 Chico Buarque de Hollanda vol. 3
1969 Chico Buarque na Itália
1970 Per un Pugno di Samba
1970 Chico Buarque de Hollanda - Nº4
1971 Construção
1972 Quando o Carnaval Chegar
1973 Calabar
1974 Sinal Fechado
1976 Meus Caros Amigos
1977 Os Saltimbancos
1977 Gota d'Água
1978 Chico Buarque
  • Brasil: ABPD: Ouro[5]
1979 Ópera do Malandro
1980 Vida
1981 Almanaque
1981 Saltimbancos Trapalhões
1982 Chico Buarque en Español
1983 Para Viver um Grande Amor
1983 O Grande Circo Místico
1984 Chico Buarque
1985 O Corsário do Rei
1985 Malandro
1986 Ópera do Malandro
1987 Francisco
1988 Dança da Meia-Lua
1989 Chico Buarque
1993 Paratodos
1995 Uma Palavra
1998 As Cidades
1998 Chico Buarque de Mangueira
2001 Cambaio
2006 Carioca (CD + DVD com o documentário Desconstrução)
2011 Chico
2017 Caravanas

Álbuns ao vivo[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Certificações Vendas
1972 Caetano e Chico Juntos e ao Vivo
1975 Chico Buarque & Maria Bethânia ao Vivo
1986 Melhores Momentos de Chico & Caetano
1990 Chico Buarque ao vivo Paris Le Zenith
1999 Chico Buarque Ao Vivo Ouro - ABPD[12]
2004 Chico Buarque Ao Vivo - Paris Ouro - ABPD[12]
2007 Carioca Ao Vivo
2012 Na Carreira - Ao Vivo
2018 Caravanas - Ao Vivo

Álbuns de compilação[editar | editar código-fonte]

Ano Álbum Certificações / Vendas
1969 Grandes Sucessos de Chico Buarque
1970 Grandes Sucessos de Chico Buarque - Volume 2
1971 Grandes Sucessos de Chico Buarque - Volume 3
1975 A Arte de Chico Buarque
1977 Chico Buarque de Hollanda
1978 As Músicas de Chico Buarque
1979 Gala 79 - O Melhor de Chico Buarque
1980 O Prestígio de Chico Buarque
1981 Um Operário em Construção
1982 A Arte de Chico Buarque - Volume 2
1983 A Arte Maior de Chico Buarque
1986 20 Anos de Sucessos
1987 Personalidade
1988 Minha História - O Melhor de Chico Buarque Ouro - ABPD[12]
1993 Perfil
1994 Chico 50 Anos: O Político
1994 Chico 50 Anos: O Trovador
1994 Chico 50 Anos: O Amante
1994 Chico 50 Anos: O Cronista
1994 Chico 50 Anos: O Malandro
1996 Série Aplauso
1996 Sonho de um Carnaval
1997 O Melhor de Chico Buarque
1997 MPB no JT
1999 Focus: O Essencial de Chico Buarque
2000 O Sambista
2000 RCA 100 Anos de Música
2000 Chico Buarque e Ennio Morricone: Sonho de um Carnaval
2002 Chico Buarque – Duetos
2003 Perfil
2005 Chico No Cinema
2010 Seleção Essencial
2012 Umas e Outras
2015 Os Primeiros Clássicos

Compactos, EPs e singles[editar | editar código-fonte]

  • 1965 - Pedro Pedreiro / Sonho de um Carnaval (RGE)
  • 1965 - Meu Refrão / Olê, Olá (RGE)
  • 1966 - A Banda / Amanhã, Ninguém Sabe (RGE)
  • 1967 - Roda-Viva / Até Pensei (RGE)
  • 1967 - Roda-Viva / A Televisão / Carolina / Um Chorinho (RGE)
  • 1967 - Quem te Viu, Quem te Vê / Fica (RGE)
  • 1967 - Carolina / Tem Mais Samba (RGE)
  • 1967 - Funeral de um Lavrador / Lua Cheia (RGE)
  • 1967 - Tão Bom que Foi o Natal / Promoções Clineu Rocha S.A. (Clineu Rocha)
  • 1968 - Bom Tempo / Ela Desatinou (RGE)
  • 1968 - Bom Tempo / Pedro Pedreiro / Sem Fantasia / Sonho de um Carnaval (RGE)
  • 1968 - Benvinda / Sem Fantasia (RGE)
  • 1968 - Januária / Até Segunda-Feira (RGE)
  • 1968 - Samba Erudito / Praça Clóvis (RGE)
  • 1968 - Sabiá / Retrato em Branco e Preto (RGE)
  • 1969 - A Banda / Madalena Foi Pro Mar / Você Não Ouviu / A Rita (RGE)
  • 1969 - Cara Cara / Ciao Ciao Addio (RGE)
  • 1969 - Onde é Que Você Estava / Umas e Outras (RGE)
  • 1969 - Onde é Que Você Estava / Umas e Outras / Benvinda / Até Pensei (RGE)
  • 1970 - Apesar de Você / Desalento (Philips)
  • 1970 - Essa Moça Tá Diferente / Ilmo. Sr. Ciro Monteiro ou Receita Pra Virar Casaca de Neném / Agora Falando Sério / Samba e Amor (Philips)
  • 1971 - Minha História (Gesubambino) / Valsinha (Elenco)
  • 1972 - Construção / Cotidiano (Philips)
  • 1972 - Caçada / Quando o Carnaval Chegar / Construção / Mambembe (Philips)
  • 1973 - Fado Tropical / Tatuagem (Philips)
  • 1975 - Sem Açúcar / Gota d'Água / Flor da Idade / Vai Levando (com Maria Bethânia) (Philips)
  • 1975 - Cuidado com a Outra / Sem Compromisso / Acorda, Amor / Festa Imodesta (Philips)
  • 1976 - Quem te Viu, Quem te Vê / Sem Açúcar / Gota d'Água / Vai Levando (com Maria Bethânia) (Philips)
  • 1977 - O Que Será (A Flor da Terra) / Mulheres de Atenas / A Noiva da Cidade / Meu Caro Amigo (Philips)
  • 1977 - O Cio da Terra / Primeiro de Maio (com Milton Nascimento) (Philips)
  • 1979 - Geni e o Zepelim / Doze Anos / Hino de Duran (Philips)
  • 1979 - Rosa dos Ventos / Gente Humilde / Valsinha / Lígia / Atrás da Porta / Sinal Fechado (Philips)
  • 1980 - Bye, Bye Brasil / Tema de um Sanfoneiro (Philips)
  • 1984 - Brejo da Cruz / Pelas Tabelas (Barclay)
  • 1997 - Terra (Companhia das Letras)
  • 2012 - Tipo um Baião (remix de Marcelinho da Lua) (Biscoito Fino)
  • 2016 - Vai Trabalhar Vagabundo (com Hamilton de Holanda) (Biscoito Fino)
  • 2017 - Tua Cantiga (Biscoito Fino)
  • 2020 - Copo Vazio (com Gilberto Gil) (Gege Produções Artísticas)
  • 2020 - Sob Pressão (com Gilberto Gil) (Gege Produções Artísticas)

Álbuns para a internet[editar | editar código-fonte]

  • 2017 - Por Dentro do Caravanas (Spotify)

Caixas[editar | editar código-fonte]

  • 1981 - Um Operário em Construção (Philips)
  • 1990 - Não Vai Passar (RGE)
  • 1994 - Chico 50 Anos (Philips)
  • 2001 - Construção (Universal Music)
  • 2004 - Francisco Buarque de Hollanda (Sony BMG)
  • 2006 - Os Primeiros Anos (Som Livre)
  • 2006 - A Série (EMI)
  • 2008 - Essencial (Sony BMG)
  • 2010 - Coleção Chico Buarque (Abril Coleções)
  • 2012 - De Todas as Maneiras (Universal Music)
  • 2015 - Os Primeiros Anos (Polysom)

Videografia[editar | editar código-fonte]

  • 2001: Chico e as Cidades (disco de ouro)
  • 2003: Chico ou o país da delicadeza perdida (DVD)
  • 2005: Meu Caro Amigo (DVD) (disco de platina)
  • 2005: À Flor da Pele (DVD) (disco de platina)
  • 2005: Vai passar (DVD) (disco de platina)
  • 2005: Anos Dourados (disco de platina)
  • 2005: Estação Derradeira (DVD) (disco de platina)
  • 2005: Bastidores (disco de platina)
  • 2006: Roda Viva
  • 2006: O Futebol
  • 2006: Romance
  • 2006: Uma Palavra
  • 2006: Cinema
  • 2006: Saltimbancos
  • 2006: Carioca (CD + DVD com o documentário Desconstrução)
  • 2007: Carioca Ao Vivo
  • 2012: Na Carreira (DVD)
  • 2018: Caravanas - Ao Vivo (DVD)

Referências

  1. «Discografia de Chico Buarque». Chico Buarque. Consultado em 17 de dezembro de 2011 
  2. CAVALCANTI, Paulo (1 de outubro de 2009). «Nº 1 - Construção». ROLLING STONE BRASIL. Consultado em 17 de dezembro de 2010 
  3. FOLHA DE S. PAULO (18 de março de 2011). «Veja a lista das músicas mais votadas na enquete da Ilustrada». Folha. Consultado em 17 de dezembro de 2011 
  4. «Chico não volta tão cedo». Intervalo: 9. 1969. Consultado em 24 de setembro de 2021 
  5. a b Israelis, Julius (2 de junho de 1979). «Disco de ouro». O Pioneiro: 40. Consultado em 15 de setembro de 2021. A reportagem mostra uma lista de álbuns certificados como disco de ouro pela ABPD. Na época recebia-se o prêmio os discos que atingiam 150 mil cópias vendidas. 
  6. Bahianna, Ana Maria (27 de janeiro de 1980). «Discos, mercado crescente que ninguém explica». Jornal do Brasil. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  7. Souza, Tárik de (15 de março de 1980). «MPB-80 A abertura para o sucesso». Manchete: 82. Consultado em 15 de setembro de 2021 
  8. Souza, Tárik de (27 de janeiro de 1980). «O som nosso de cada dia». Jornal do Brasil: 7. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  9. «Chico fatura 400 mil cópias». O Fluminense: 7. 22 de dezembro de 1981. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  10. «O som nosso de cada dia». Ultima Hora: 2. 5 de setembro de 1984. Consultado em 19 de setembro de 2021 
  11. Carvalho, Ilmar (5 de fevereiro de 1986). «Rock vs Samba». O Pasquim. Consultado em 24 de setembro de 2021 
  12. a b c d e «Chico Buarque» (asp). PMB. Consultado em 27 de março de 2021 
  13. Lannert, John (18 de junho de 1994). Chico's the man. Billboard. [S.l.]: Lynne Segall. pp. 34–. ISSN 0006-2510 
  14. Riff, Luiz Antônio (24 de julho de 1995). «Chico lança disco sem músicas inéditas». Folha de S.Paulo. UOL HOST. Consultado em 24 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 7 de agosto de 2017 
  15. Rezende Jr., José (2 de setembro de 1999). «Chico não volta tão cedo». Correio Braziliense. Consultado em 24 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 31 de agosto de 2003 
  16. Casé, Marcos (1 de fevereiro de 2007). «Chico Buarque volta a Salvador depois de 13 anos». A Tarde. UOL HOST. Consultado em 24 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 26 de novembro de 2020 
  17. «Chico Buarque fará três shows extras no Rio Grande do Sul». GZH. 1 de novembro de 2011. Consultado em 24 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2021 
  18. Alvez-Bezerra, Wilson (21 de novembro de 2018). «Quem quer ser o Chico Buarque desta geração?». Revista Cult. UOL HOST. Consultado em 24 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2021 
  19. Lima, Irlam Rocha (15 de fevereiro de 1990). «Todos os sons: Sobre o Chico». Correio Braziliense. Consultado em 24 de setembro de 2021 
  20. «Rio revê "As Cidades"». Folha de S.Paulo. UOL HOST. 18 de Novembro de 1999. Consultado em 24 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 24 de setembro de 2021