Carcavelos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Carcavelos (desambiguação).
Portugal Carcavelos 
  Freguesia portuguesa extinta  
Vista da Rua Doutor José Joaquim de Almeida, zona central de Carcavelos.
Vista da Rua Doutor José Joaquim de Almeida, zona central de Carcavelos.
Brasão de armas de Carcavelos
Brasão de armas
CSC Carcavelos.svg
Carcavelos está localizado em: Portugal Continental
Carcavelos
Localização de Carcavelos em Portugal Continental
Coordenadas 38° 41' 14" N 9° 20' 3" O
Concelho primitivo Cascais
Concelho (s) atual (is) Cascais
Freguesia (s) atual (is) Carcavelos e Parede
Extinção 2013
Área
 - Total 4,37 km²
População (2011)
 - Total 23 296
    • Densidade 5 330,9 hab./km²
Gentílico Carcavelense
Orago Nossa Senhora dos Remédios

Carcavelos foi uma freguesia portuguesa do concelho de Cascais, com 4,51 km² de área e 23 347 habitantes (2011). A sua densidade populacional era 5 176,7 hab/km². Tem por orago Nossa Senhora dos Remédios.

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada à freguesia de Parede, para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Carcavelos e Parede da qual é a sede.[1]

Foi vila até à elevação da vizinha Oeiras a essa categoria em 1760. Outrora fez parte do concelho de Oeiras.[2]

Dá o seu nome a um antigo e famoso vinho generoso, o Vinho de Carcavelos[2], cuja região demarcada é a mais pequena de Portugal e uma das primeiras do Mundo, a par do Douro.

É um dos locais mais frequentados de toda a Linha de Cascais, sobretudo pela praia que é uma das maiores da zona.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Carcavelos [3]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
210 260 355 513 969 457 1 592 1 812 2 072 4 970 7 290 12 888 18 014 20 037 23 347

Em 1527 Carcavelos contava somente 14 vizinhos (cerca de 60 habitantes)[4]

Em 1712 é indicado que possui "160 vizinhos"[5]

Em 1758 possui "72 vizinhos e 300 e tantas pessoas" [6]

De notar que só a partir de 1953 é que as povoações do Arneiro, Rebelva e Sassoeiros passam a integrar a freguesia de Carcavelos, sendo desmembradas da de São Domingos de Rana. Anteriormente a esta data, a freguesia de Carcavelos era constituído somente pelo lugar-sede.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

Derivado de Cárcova, ou fosso, em português antigo, acrescido do sufixo "elo", fazendo o diminuitivo. Portanto, o topónimo significa "pequenos fossos" ou depressões no terreno.[4]

História[7][editar | editar código-fonte]

A mais antiga referência a Carcavelos a que a seguir se transcreve e diz respeito à eleição de dois procuradores – moradores de Carcavelos e Sassoeiros – pelo concelho de Cascais para jurarem o contrato de casamento de D. João I de Castela com D. Beatriz em 1383, no dia 19 de Julho:

"Em nome de deus amen/. Sabhom quantos esta carta de procuraçom virem que na era de mil e quatro centos e vynte e hun annos dez e nove dias de Jullo em Cascais aas portas do castello hu sooem de ffazee o concelho seendo no dito logo em rollaçom Joliam Domjnges Lourenço Alvazis da dita villa e Martjm Domjinges e Jolian Domjinges vereadores do concello e Martjm Domjnges procurador do dito concello e Nuno Rodriguez alcaide e John Martjnz Doorea e Johabbe Annes e Vicente Martjinz almoxarife e Domjnges Lourenço e John do Cebo e John Mjgees e John Domjges Framarjhno e Vicente Agilla e Vicente Estevez Vyntaneiros do termho da dita vila com homêes das suas vyntenas seendo todos juntos chamados peo Johane Estevez porteiro do concello… os sobreditos Alvazjs e vereadores e alcaide e procurador e homêes bôus e vyntaneiros com dos suas vyntenez dyzerom … que ffaziam seus procuradores espiçiais soficientes aumdosos Stevom Domjngez morador em Carcavellos e Domjnges Lourenço morador em çaçoeiros termhos da aim vila de Cascaas(…)"

Pelo censo geral de 1527, mandado fazer por D. João III, verifica-se que Carcavelos continua nessa data a pertencer ao concelho de Cascais, notando-se na Cronographia Portuguex e Descripçom topografica do famoso Reyno de Portugal, no cap. XVI – A Vila de Cascais, que, dois séculos depois, tudo se mantém na mesma (1712).

Outro testemunho da continuidade de Carcavelos no concelho de Cascais é-nos dado pelo cura António Coelho de Avelar, que nos diz que em 1758 “o lugar de Carcavelos é termo da vila de Cascais”.

Porém, em Junho do ano seguinte, foi instituído o concelho de Oeiras e concedido a Sebastião José de Carvalho e Melo o título de conde de Oeiras.

Carcavelos é então elevada à categoria de vila, sendo o seu território dilatado com a anexação do Reguengo de a par de Oeiras (Vila de Bucicos)

Com a morte da última donatária de Cascais, D. Ana José Maria da Graça de Meneses e Castro, todos os seus bens passaram a pertencer à Coroa. Desta forma, em 9b de Abril de 1764, isto é, cinco anos após a criação da vila de Carcavelos, o território desta freguesia é integrado no concelho de Oeiras.

A anexação de Carcavelos a Oeiras durou mais de um século, até que em 1895 foi decretada (Diário do Governo de 30 de Setembro de 1895) a supressão deste último concelho, passando as freguesias de Carcavelos, Carnaxide, Oeiras e S. Julião da Barra a fazer parte do concelho de Cascais, sendo a de Barcarena e parte da de Benfica integradas no concelho de Sintra.

Em 1898, um novo decreto determina a restauração do concelho de Oeiras, ficando, contudo, a freguesia de Carcavelos (desanexada já do antigo território do Reguengo a par de Oeiras) integrada no concelho de Cascais.

Património[editar | editar código-fonte]

Povoações[editar | editar código-fonte]

Lazer[editar | editar código-fonte]

O Pavilhão Multi-Usos dos Lombos foi inaugurado em 4 de Junho de 2005 e tem capacidade para acolher várias modalidades desportivas, é uma moderna infra-estrutura que veio ampliar a possibilidade de realização em Carcavelos de vários tipos de eventos desportivos e culturais.

Lotação Bancadas: 650 Lugares Valências: 2 Campos Polivalentes, Salas de Conferência Garagens, Restaurante, Mini-Golfe, Circuito de Manutenção, Parque Crianças.


Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons

Referências

  1. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
  2. a b «Freguesia de Carcavelos». CM Cascais. Consultado em 23 de Outubro de 2013 
  3. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  4. a b Correia, J. Diogo (1964). Toponimia do Concelho de Cascais. Cascais: Camara Municipal de Cascais. pp. pg 26 
  5. Costa, Padre Antonio Carvalho (1712). «Corografia Portugueza Tomo terceiro Fls.50» (PDF). Consultado em 5 de novembro de 2018 
  6. «Memórias Paroquiais de Carcavelos». 1758 
  7. «Historial»