Carcinoma bronquíolo-alveolar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carcinoma bronquíolo-alveolar
Detalhe de uma tomografia computadorizada de tórax mostrando pseudo-nódulos em vidro fosco, que representam um carcinoma bronquíolo-alveolar.
Classificação e recursos externos
CID-10 C33-C34
CID-9 162
MeSH D002282

O carcinoma bronquíolo-alveolar é um termo que descreve certas variantes do câncer de pulmão, quando este surge nos bronquíolos distais ou nos alvéolos pulmonares, exibindo, inicialmente, um padrão de crescimento não-invasivo específico.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Fotografia de peça anatômica de pulmões acometidos por carcinoma bronquíolo-alveolar bilateral. A superfície do corte dos pulmões inflados com formalina mostra múltiplos nódulos acinzentados e pequenos com ausência de necrose, hemorragia ou distorção arquitetural. O curso dos brônquios, dentro do tecido pulmonar, está normal.

O câncer de pulmão apresenta uma família de neoplasias malignas extremamente heterogênea,[1] com mais de 50 variantes histológicas diferentes reconhecidas pela revisão de 2004 do sistema de classificação da Organização Mundial da Saúde ("WHO-2004"), atualmente, o esquema de classificação para câncer de pulmão mais utilizado.[2] Pelo fato de essas variantes poderem apresentar grandes diferenças nas propriedades genéticas, biológicas e clínicas, incluindo a resposta ao tratamento, a correta classificação dos casos de câncer de pulmão é necessária para assegurar que os pacientes de câncer de pulmão receberão os melhores cuidados.[3][4]

Aproximadamente 98% dos casos de câncer de pulmão são carcinomas, os quais são tumores compostos por células com características epiteliais.[5] Os oito principais grupos de carcinomas de pulmão apontados pelo WHO-2004 são:[2]

Segundo a WHO-2004, os carcinomas bronquíolo-alveolares são um dos quatro subtipos histológicos específicos de adenocarcinoma de pulmão, junto do adenocarcinoma acinar, adenocarcinoma papilar e adenocarcinoma sólido com produção de mucina. Porém, aproximadamente 80% dos adenocarcinomas parecem conter dois (ou mais) desses subtipos. Os tumores multifásicos, como esses, são classificados em um quinto subtipo, denominado adenocarcinoma com subtipos mistos.[2]

Há outros sistemas classificatórios propostos para o câncer de pulmão, incluindo o carcinoma bronquíolo-alveolar e outras formas de adenocarcinoma. O sistema de classificação de Noguchi para pequenos adenocarcinomas tem recebido atenção considerável, particularmente no Japão, mas não alcança uma aplicação e reconhecimento tão difundidos quanto o sistema da OMS.[6]

Como outras formas de carcinoma de pulmão, o carcinoma bronquíolo-alveolar possui características clínicas e patológicas únicas, assim como o prognóstico e a resposta diferenciada aos tratamentos.[7]

Referências

  1. Roggli VL, Vollmer RT, Greenberg SD, McGavran MH, Spjut HJ, Yesner R (1985). «Lung cancer heterogeneity: a blinded and randomized study of 100 consecutive cases». Hum. Pathol. [S.l.: s.n.] 16 (6): 569–79. doi:10.1016/S0046-8177(85)80106-4. PMID 2987102. 
  2. a b c Travis, William D; Brambilla, Elisabeth; Muller-Hermelink, H Konrad; Harris, Curtis C, : (2004). Pathology and Genetics of Tumours of the Lung, Pleura, Thymus and Heart (PDF). World Health Organization Classification of Tumours (Lyon: IARC Press). ISBN 92-832-2418-3. Consultado em 27 de março de 2010. 
  3. Rossi G, Marchioni A, Sartori1 G, Longo L, Piccinini S, Cavazza A (2007). «Histotype in non-small cell lung cancer therapy and staging: The emerging role of an old and underrated factor». Curr Resp Med Rev [S.l.: s.n.] 3: 69–77. doi:10.2174/157339807779941820. 
  4. Vincent MD (2009). «Optimizing the management of advanced non-small-cell lung cancer: a personal view». Curr Oncol [S.l.: s.n.] 16 (4): 9–21. doi:10.3747/co.v16i4.465. PMC 2722061. PMID 19672420. 
  5. Travis WD, Travis LB, Devesa SS (1995). «Lung cancer». Cancer [S.l.: s.n.] 75 (1 Suppl): 191–202. PMID 8000996. 
  6. Noguchi M, Morikawa A, Kawasaki M; et al. (1995). «Small adenocarcinoma of the lung. Histologic characteristics and prognosis». Cancer [S.l.: s.n.] 75 (12): 2844–52. PMID 7773933. 
  7. Varlotto JM, Flickinger JC, Recht A, Nikolov MC, DeCamp MM (2008). «A comparison of survival and disease-specific survival in surgically resected, lymph node-positive bronchioloalveolar carcinoma versus nonsmall cell lung cancer: implications for adjuvant therapy». Cancer [S.l.: s.n.] 112 (7): 1547–54. doi:10.1002/cncr.23289. PMID 18260087. 
Ícone de esboço Este artigo sobre Patologia (doença) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.