Card sharing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde outubro de 2009).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

'Card sharing' é uma técnica que consiste em compartilhar um ou mais cartões codificados, geralmente de operadoras de TV a cabo ou satélite, entre vários usuários utilizando uma rede de computadores, em especial a internet. Apesar de bem disseminado no continente europeu, seu uso está restrito ao underground hacker e é uma medida ilegal na maioria dos casos, utilizada para acessar canais de TV por um baixo custo. Não se trata de um sistema em que são partilhadas as imagens ou o sinal de satélite ou cabo, mas apenas os dados de decodificação do cartão.

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

É possível através da conexão entre dois ou mais receptores ligados em rede. Em um dos receptores é colocado um cartão de uma determinada operadora, o primeiro equipamento funciona como receptor e servidor, lê os dados do cartão e passa-os para outro (ou outros receptores), fazendo com que este funcione como se tivesse também um cartão original. Na prática, permite que um só cartão de assinante "abra" o sinal noutros receptores que estejam permanentemente conectados através da internet ao receptor/servidor que tem o cartão original ou pareado. Os receptores podem estar conectados na mesma casa ou países diferentes. Existem vários sites que oferecem este tipo de serviço no Brasil.

Intervenção das operadoras[editar | editar código-fonte]

É estimado que cerca de 100 mil Portugueses, e sem dados para lusófonos residentes no exterior de Portugal, vejam televisão e canais pagos de forma ilegal. Atento a este fenómeno, as operadoras introduziram elementos técnicos tais como, cruzar o ip de conexão da box com o endereço MAC do cartão original, conseguindo introduzir freezes nos receptores ilegais. Logo os hackers criaram sistema de VPN para contornar esta situação.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um crime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.