Carinhoso (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carinhoso
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Romance
Drama
Duração 45 minutos
Criador(es) Lauro César Muniz[1]
Baseado em Sabrina, de Samuel A. Taylor[1]
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Daniel Filho[2]
Walter Campos[2]
Elenco Regina Duarte
Cláudio Marzo
Marcos Paulo
Débora Duarte
Herval Rossano
(ver mais)
Tema de abertura Carinhoso - Márcio Montarroyos[3][4]
Tema de encerramento Carinhoso - Márcio Montarroyos[3][4]
Exibição
Emissora de televisão original Rede Globo[2]
Transmissão original 2 de julho de 1973
18 de janeiro de 1974
N.º de episódios 173[2]
Cronologia
Último
Uma Rosa com Amor
Supermanoela
Próximo
Programas relacionados Sabrina (1954)
Sabrina (1995)
La Gran Mentira

Carinhoso foi uma telenovela brasileira produzida e exibida pela Rede Globo, entre 2 de julho de 1973 e 18 de janeiro de 1974, às 19 horas, substituindo Uma Rosa com Amor e sendo substituída por Supermanoela.

Escrita por Lauro César Muniz, baseada na obra de Samuel A. Taylor e dirigida por Daniel Filho e Walter Campos, totalizou 173 capítulos[2]. Produzida em preto-e-branco, foi a 12ª "novela das sete" exibida pela emissora.

Teve Regina Duarte, Cláudio Marzo, Marcos Paulo, Rosamaria Murtinho, Fúlvio Stefanini, Cláudio Cavalcanti, Lúcia Alves, Mauro Mendonça, Suzana Faini, Lícia Magna, Gilberto Martinho, Célia Biar, Jorge Cherques, Débora Duarte e Herval Rossano nos papéis principais.

Foi reprisada entre setembro de 1978 e maio de 1979 às 13h30, numa época em que a reprise de telenovelas à tarde não se denominava Vale a Pena Ver de Novo[5].

Sinopse[editar | editar código-fonte]

A linda jovem Cecília (Regina Duarte) é filha única de Felipe (Gilberto Martinho), motorista da família Vasconcelos, uma das mais ricas e tradicionais do Rio de Janeiro. Criada na companhia de Humberto (Cláudio Marzo) e Eduardo (Marcos Paulo), filhos dos patrões - o casal Humberto (Jorge Cherques) e Hermínia (Célia Biar) -, Cecília se apaixona por Eduardo e com ele engata um romance. Mas Eduardo é um playboy inconsequente e incapaz de levar a sério o relacionamento com Cecília. Desapontada com o comportamento dele e disposta a esquecê-lo, Cecília decide, então, trabalhar como aeromoça e vai morar em Nova Iorque[6].

Três anos depois, Cecília, que se tornara uma mulher independente e encantadora, volta ao Brasil para visitar seu pai e reconquistar Eduardo, que não resiste. Mas, dessa vez, o romance encontra toda sorte de opositores, começando pela família Vasconcelos, que não aprova a relação por causa da diferença social entre ambos, sobretudo Humberto (Cláudio Marzo), irmão mais velho de Eduardo, que sempre fora apaixonado por Cecília. Por isso tenta de todas as formas atrapalhar o namoro, contando com a ajuda da governanta Esmeralda (Lícia Magna) e do próprio Felipe, pai de Cecília. Há ainda a jovem mimada Marisa (Débora Duarte), ex-namorada de Eduardo, e Santiago Morales (Herval Rossano), empresário argentino que ajudou Cecília a se adaptar aos Estados Unidos e se encontra apaixonado por ela. Para atenuar o sofrimento que lhe causam, Cecília conta com o apoio do jardineiro Faísca (Marco Nanini) e da cozinheira Donana (Zeni Pereira), seus fiéis e divertidos amigos, que trabalham na mansão.

Um dia, Cecília recebe uma carta misteriosa da irmã de Santiago, a doce Clara (Irma Alvarez), e fica sabendo que ele tem uma doença incurável e pouco tempo de vida. Surpreendendo a todos, ela se casa com o argentino. Porém, trata-se de um plano arquitetado por Santiago para ter Cecília de volta. Depois de um casamento conturbado e infeliz, a verdade é descoberta e Cecília, livre, volta para o Rio de Janeiro, provocando um desgaste entre os irmãos Vasconcelos[7]. Nesse meio tempo, há Mariana (Riva Blanche), mulher fina e elegante, amiga da família Morales. Sempre fora apaixonada por Santiago, seu amigo de infância, e, para conquistá-lo, conta com a ajuda velada dos pais do moço: a sofisticada Marieta (Mary Daniel) e o bonachão José (Juan Daniel), casal espirituoso que apresenta estável posição social.

Na trama, há também o cômico triângulo amoroso formado pelo executivo Sérgio (Fúlvio Stefanini), sócio de Humberto, a dondoca Ivone (Rosamaria Murtinho) e o determinado Paulo (Cláudio Cavalcanti). Depois de vários desencontros amorosos, Paulo se encanta pela atrapalhada Leda Maria (Lúcia Alves), que, por sua vez, é filha do rico e viúvo esteticista Vicente (Mauro Mendonça), interessado pela sua secretária, a insegura Renata (Suzana Faini), abandonada por Sérgio.

Ao final, Eduardo abre mão do seu amor por Cecília e decide viver aventurosamente com Marisa, o que resulta na morte de ambos por acidente de carro. Apesar de todas as intrigas e armadilhas, Cecília, desiludida, tem a percepção de que Eduardo foi o seu primeiro amor, mas não o homem com quem sonhara. O homem da sua vida, apesar de se revelar fraco e de atitudes voltadas apenas para o trabalho, era Humberto, que nutria-lhe um amor secreto desde a infância. Os dois se declaram e terminam juntos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator[2][8] Personagem[2][8]
Regina Duarte Cecília
Marcos Paulo Eduardo Vasconcelos
Cláudio Marzo Humberto Vasconcelos Filho
Débora Duarte Marisa
Herval Rossano Santiago Morales
Rosamaria Murtinho Ivone
Fúlvio Stefanini Sérgio
Cláudio Cavalcanti Paulo
Lúcia Alves Leda Maria
Lícia Magna Esmeralda
Gilberto Martinho Felipe
Célia Biar Hermínia Vasconcelos
Jorge Cherques Humberto Vasconcelos
Mauro Mendonça Vicente
Suzana Faini Renata
Germano Filho Arquimedes
Zeni Pereira Donana
Marco Nanini Faísca
Riva Blanche Mariana
Irma Alvarez Clara Morales
Reinaldo Gonzaga Júlio (Julinho)
Arthur Costa Filho Ramon
Mary Daniel Marieta Morales
Juan Daniel José Morales
Anilza Leoni Luzia
Hélio Ary Dr. João Cláudio
Lídia Vani Isaura
Ademir Rocha Gastão

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Trilha sonora[3][4][editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

Carinhoso - Nacional
Trilha sonora de Vários intérpretes
Lançamento 1973
Gênero(s) Vários
Formato(s) LP
Gravadora(s) Som Livre
Produção Márcio Montarroyos
Cronologia de Vários intérpretes
Último
-
Carinhoso - Internacional
Próximo

Capa: logotipo da novela

  1. Amar, Sofrer e Sonhar (Instrumental) - Nuvens
  2. Mentira - Marcos Valle
  3. As "Moça" - Osmar Milito
  4. Manhã de Sol - Piry e seu Conjunto
  5. Priscila - Fernando Leporace
  6. Posso Ver o Mundo Pela Janela - Coral Som Livre
  7. Amar, Sofrer e Sonhar - Nuvens
  8. Carinhoso - Márcio Montarroyos (música-tema)
  9. Manhattan (Instrumental) - Márcio Montarroyos
  10. Da Cor do Pecado - Márcio Montarroyos
  11. Chão de Estrelas - Márcio Montarroyos
  12. Maria - Márcio Montarroyos
  13. Mulher - Márcio Montarroyos
  14. Rancho Fundo - Márcio Montarroyos

Internacional[3][4][editar | editar código-fonte]

Carinhoso - Internacional
Trilha sonora de Vários intérpretes
Lançamento 1973
Gênero(s) Vários
Formato(s) LP
Gravadora(s) Som Livre
Produção Márcio Montarroyos
Cronologia de Vários intérpretes
Último
Carinhoso - Nacional
Próximo

Capa: logotipo da novela

  1. Music and Me - Michael Jackson
  2. Skyline Pigeon - Elton John
  3. Soul Makossa - Manu Dibango
  4. For Once In My Life - Gladys Knight & the Pips
  5. Tie a Yellow Ribbon - Glen Simon
  6. Window - Paul Bryan
  7. Free For All - Free Sound Orchestra
  8. La Crabe - Françoise Hardy
  9. He - Family Child
  10. Manhattan - Sally Baldwing
  11. Your Love - Nathan Jones Group
  12. For Better - Chrystian
  13. Lady - Puzzle
  14. Geri - Jack & Jill

Referências

  1. a b «Lauro César Muniz». Teledramaturgia. Consultado em 15 de setembro de 2013. 
  2. a b c d e f g «Carinhoso - Ficha Técnica». Memória Globo. Consultado em 15 de setembro de 2013. 
  3. a b c d «Carinhoso - Trilha Sonora». Teledramaturgia. Consultado em 15 de setembro de 2013. 
  4. a b c d «Trilha Sonora de 'Carinhoso'». Memória Globo. Consultado em 15 de setembro de 2013. 
  5. a b «Carinhoso - Curiosidades». Teledramaturgia. Consultado em 20 de setembro de 2013. 
  6. «Carinhoso - Trama Principal». Memória Globo. Consultado em 15 de setembro de 2013. 
  7. «Carinhoso - Sinopse». Teledramaturgia. Consultado em 15 de setembro de 2013. 
  8. a b «Carinhoso - Elenco». Teledramaturgia. Consultado em 15 de setembro de 2013. 
  9. a b c d Xavier, Nilson. «Os 40 anos da novela "Carinhoso"». Canal Viva - Coluna do Nilson Xavier. Consultado em 20 de setembro de 2013. 
  10. «Carinhoso - Produção». Memória Globo. Consultado em 20 de setembro de 2013. 
Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.