Carla Marins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carla Marins
Carla em 2006.
Nome completo Carla Cristina Marins
Pseudônimo(s) Carla Marins
Nascimento 7 de junho de 1968 (54 anos)
Campos dos Goytacazes, RJ
Nacionalidade brasileira
Estatura 1,60m[1]
Ocupação
Período de atividade 1985–presente
Prêmios

Carla Cristina Marins (Campos dos Goytacazes, 7 de junho de 1968) é uma atriz brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Campos dos Goytacazes, cidade no Norte Fluminense, mas foi morar em Niterói ainda criança.[2] Foi na escola que Carla Marins descobriu sua vocação. Desde pequena, vivia dizendo que queria ser pediatra, mas o que gostava mesmo era de representar. Percebeu isso aos 14 anos, quando foi escolhida para fazer o papel principal da peça O Boi e o Burro a Caminho de Belém, de Maria Clara Machado. Depois disso, Carla Marins decidiu que queria ser atriz; com 15 anos, faz curso de teatro na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no bairro do Jardim Botânico, na cidade do Rio de Janeiro.[2]

Aos 16 anos, com o apoio dos seus pais, Carla Marins começou a investir na carreira e fez vários testes para comerciais. Seu primeiro trabalho foi uma propaganda do McDonald's. Fez o filme para a TV e a locução para rádio. Nessa mesma época, passou a frequentar escolas de teatro e ficou sabendo que a Globo estava precisando de jovens para participar da novela Hipertensão.[3][4] Como fazia o curso de interpretação com o Wolf Maya, ele a convidou para participar do teste e foi aprovada para interpretar uma personagem em 'Hipertensão' quando tinha 17 anos; foi contratada e ficou por cerca de 20 anos na TV Globo.[2]

Posou nua aos 24 anos para a edição de aniversário da revista Playboy, em 1992; posteriormente se arrependeria e, em entrevista ao jornal O Globo em 2021, afirmaria que "Me arrependi já durante as fotos, mas não podia desistir, pagaria uma multa imensa. Estava em Cancún e tive uma experiência horrível com o fotógrafo. Não tinha nada a ver comigo. Isso, para mim, é a marca mais clara de que a gente não possuía senso crítico. Eu tinha uma carreira. Meu corpo serve para atuação, mas para ser objeto de prazer do outro? Já elaborei tudo isso, mas foi muito esquisito."[2]

Ela tem em seu currículo atuações nas novelas Bambolê,[5] Pedra sobre Pedra,[6] Tropicaliente[7] e História de Amor, em que viveu a personagem Joyce, uma das personagens centrais da trama,[4][8] entre outras novelas, e uma comentada participação no clipe Garota Nacional, da banda mineira Skank.[9]

Depois da participação da novela A Indomada, em 1997,[4] Carla Marins afastou-se, por dois anos da TV. Nesse período, ela se casou, mudou para São Paulo e deu preferência à vida pessoal e cursos de teatro. Voltou em 1999, na novela Vila Madalena.[4]

Depois de Vila Madalena, Carla viveu a viúva Judite em Porto dos Milagres, novela de 2001.[4] Fez, ainda pequenas participações na Kubanacan, em 2003[10] e na novela Bang Bang, em 2005.[11]

Carla Marins atuou na peça Melanie Klein, em 2003, ao lado de Natália Thimberg e Rita Elmôr. Em 2005, encenou a peça de Ibsen, O Pequeno Eyolf.[12]

Em 2002 e 2003, Carla participou de episódios do seriado A Grande Família[10] e Sítio do Picapau Amarelo.[13] Também em 2006, Carla Marins participou da novela Pé na Jaca.[14]

Em 2008, Carla Marins esteve no elenco do seriado Faça Sua História (Globo) e participou dos curta-metragem Subsolo[15] e Mãe.[16]

Carla Marins tomou uma decisão radical. Depois de atuar por 22 anos na Rede Globo, a atriz resolveu, em novembro de 2009, mudar para o SBT. Tudo porque se sentiu extremamente seduzida por Serafina Rosa, protagonista de Uma Rosa com Amor, novela que estreou em 2010.[17] "Fiquei ainda mais tentada a aceitar o convite do Del Rangel quando pesquisei na internet sobre a novela e descobri que na primeira versão a Serafina foi feita pela Marília Pêra, que é uma das atrizes que mais admiro na tevê", explica ela, referindo-se ao diretor-geral da novela.

Em 2011, a atriz deixou o SBT e voltou para a Rede Globo, onde interpretou a vilã Amanda na telenovela Morde & Assopra.[18][19]

Em 2017, a atriz assina com a RecordTV para fazer a novela Apocalipse.[20]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

A atriz é casada com o personal trainer Hugo Baltazar desde 2006,[21] com quem tem um filho, Leon, nascido em 16 de outubro de 2008.[22] Carla é associada ao Movimento Humanos Direitos.[23]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1980 Água Viva Amiga de Patrícia[24] Episódio: "16 de outubro"
1986 Hipertensão Carola
1987 Bambolê Cristina Galhardo
1988 Bebê a Bordo Maria Luísa (Sininho)
1989 O Sexo dos Anjos Gigi
1990 Delegacia de Mulheres Alice Episódio: "Acima de Qualquer Suspeita"[25]
A, E, I, O... Urca Suzy Lee
Araponga Arlete
1992 Pedra sobre Pedra Eliane
1993 O Mapa da Mina Elisa Souto
Caso Especial Rosa Episódio: "O Besouro e a Rosa"
1994 Tropicaliente Dalila
1995 História de Amor Joyce Assunção
1997 A Indomada Dinorah Fernandes
A Comédia da Vida Privada Laurinha Episódio: "Papai Foi à Lua"
1998 Mulher Fernanda Episódio: "Prazeres e Limites"
Você Decide Andréa Episódio: "A Neta"
1999 Duda Episódio: "Assunto de Família"
O Belo e as Feras Júlia Episódio: "Dinheiro Só Traz Felicidade"
Vila Madalena Nancy Xavier
2000 Brava Gente Estefânia Episódio: "O Casamento Enganoso"
2001 Porto dos Milagres Judite de Los Reis
2002 A Grande Família Rosemary Episódio: "Vai Ser Tuco na Vida"
Retrato Falado Luana Episódio: "Sônia"[26]
2003 Sítio do Picapau Amarelo Mula-sem-cabeça / Betina Episódio: "O Primo do Carijó"
Kubanacan Oleana Episódios: "20–22 de junho"[27]
2006 Bang Bang Alba Episódio: "21–28 de março"
A Grande Família Cida Episódio: "O Ovo da Serpente"
Pé na Jaca Isadora Cabedelo Haddad (Dorinha)
Papai Noel Existe Filha de Jonas Especial de fim de ano
2008 Faça Sua História Adalgisa dos Santos (Gigi)
2010 Uma Rosa com Amor Serafina Rosa Petrone
2011 Morde & Assopra Amanda Goulart
2012 Malhação: Intensa como a Vida Alice Miranda Temporada 20[28]
2013 As Canalhas Irmã Angélica Episódio: "Irmã Angélica"[29][30]
2015 Os Homens São de Marte Joana Episódio: "Tudo Tem Seu Tempo"
Episódio: "Tempo Amigo"
2016 O Negócio Cibele Episódio: "O Amigo"
2017 Apocalipse Tiatira Abdul (Titi)[31]
2019 Ala Leste Karla Munhael[32]
2021 Amélio, O Homem de Verdade Helena[33]
Gênesis Adália[34] Fase: Jornada de Abraão

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2008 Subsolo Curta-metragem
Mãe Mãe
2014 Jogo de Xadrez Beth

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1985 Valsa nº 6
1987 Calibã
1990 O Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda
1991 As Mil e Uma Noites
1992–94 O Livro dos Cegos
1996 A Noite de Todas as Ceias
2001 As Lágrimas Amargas de Petra Von Kant
2003 Melanie Klein
2004–06 O Pequeno Eyolf
2005 Nocaute
2014 Duas Vezes um Quarto (2x1/4)

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Nomeações Resultado
1987 Prêmio Mambembe[35] Melhor Atriz Revelação
Calibã
Indicado
2008 Brazilian Film Festival of Toronto Melhor Atriz (curta-metragem)
De Volta ao Subsolo
Venceu
2009 Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor Atriz de Série ou Projeto Especial
Faça Sua História
Indicado
2015 Prêmio ABC de Cinema Melhor Atriz
Jogo de Xadrez
Indicado
Festival SESC de Melhores Filmes Melhor Atriz (voto júri) Indicado
Festival de Cinema dos Sertões[36] Melhor Atriz Indicado

Referências

  1. «Marido explica o segredo do corpo de Carla Marins». Extra. 12 de junho de 2013. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  2. a b c d Marcia Disitzer (18 de setembro de 2021). «'Não tenho problema com as minhas rugas', diz Carla Marins, musa dos anos 1990. Atriz, que está em três novelas no Globoplay, diz que se arrepende de ter posado nua, reflete sobre feminismo e fala sobre Regina Duarte: 'Tenho carinho, mas fico triste com o caminho que seguiu'». Caderno "Ela", do jornal O Globo. Consultado em 18 de setembro de 2021 
  3. «Curiosidade: O que Cláudia Abreu, Eri Johnson e Carla Marins têm em comum?». Globo.com. 21 de junho de 2009. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  4. a b c d e «Reveja alguns trabalhos de Carla Marins na Rede Globo». EGO. Globo.com. 14 de julho de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  5. «Bambolê». Globo.com. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  6. «Pedra sobre Pedra». Globo.com. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  7. «Tropicaliente». Globo.com. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  8. «História de Amor». Globo.com. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  9. «LISTA: Participações muito especiais». EGO. Globo.com. 3 de março de 2008. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  10. a b «Carla Marins». Contigo!. Abril.com. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  11. Daniele Barreira (22 de dezembro de 2005). «Carla Marins participa de Bang Bang». O Fuxico. Terra Networks. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  12. «O Pequeno Eyolf estreia em Curitiba». Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  13. «Perdendo a cabeça». Paraná Online. 13 de maio de 2003 
  14. Andréia Takano (16 de novembro de 2006). «Carla Marins retorna à tevê em Pé na Jaca». O Fuxico. Terra Networks. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  15. «Carla Marins filma na Capital». 22 de janeiro de 2008. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  16. Roberto Cunha (20 de abril de 2009). «Curtametragem brasileiro é selecionado na Itália». Adoro Cinema. Consultado em 1 de fevereiro de 2014 
  17. ARCÂNGELA MOTA (5 de maio de 2010). «Com 41 anos, Carla Marins comemora sua primeira protagonista». Terra Networks. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  18. «Carla Marins volta à Globo em "Morde & Assopra"». Natelinha. 1 de julho de 2011. Consultado em 19 de dezembro de 2011 
  19. «Carla Marins entra em "Morde & Assopra" para interpretar a verdadeira mãe de Rafael». UOL. 8 de julho de 2011 
  20. «Record TV acerta com Leona Cavalli, Joana Fomm, Carla Marins e Eduardo Galvão». Telepadi. 8 de julho de 2017. Consultado em 4 de dezembro de 2021 
  21. «Carla Marins se diz feliz ao voltar à TV Globo». Terra Networks. 16 de novembro de 2011. Consultado em 19 de novembro de 2011 
  22. «Nasce o primeiro filho de Carla Marins». Revista Quem. 16 de outubro de 2008. Consultado em 9 de agosto de 2015 
  23. Humanosdireitos Página visitada em 3 de Junho de 2011.
  24. Nilson Xavier. «Água Viva». Teledramaturgia. Consultado em 23 de setembro de 2020 
  25. Marineide investiga uma denúncia de violência sexual
  26. Fabiana Mettrau (27 de junho de 2002). «Carla Marins volta em Retrato Falado com Denise Fraga». Gente & TV. Terra.com. Consultado em 16 de janeiro de 2018 
  27. «Carla Marins chega atirando em Kubanacan». Babado. ig.com. 16 de junho de 2003. Consultado em 3 de julho de 2017 
  28. «Papel de Carla Marins em 'Malhação' ressalta a importância dos pais na educação dos filhos». Caras. UOL. Consultado em 24 de setembro de 2017 
  29. «Irmã Angélica (Carla Marins)». GNT. Globo.com. Consultado em 8 de julho de 2013 
  30. «Canalhas x Canalhados - episódio: Irmã Angélica». GNT. Globo.com. 1 de julho de 2013. Consultado em 8 de julho de 2013 
  31. http://noticiasdetv.com/2017/08/15/carla-marins-divide-papel-com-yana-sardenberg-na-novela-apocalipse/
  32. «Carla Marins, Marcos Breda e Charles Daves estão na elenco da série 'Ala Leste'». Extra. Consultado em 1 de junho de 2020 
  33. «Os atores Thierry Figueira e Natallia Rodrigues protagonizarão a série de comédia Amélio, O Homem de Verdade». Folha Sp. Consultado em 1 de junho de 2020 
  34. «Carla Marins, Ingra Lyberato e Maurício Pitanga farão a novela "Gênesis"». 22 de janeiro de 2020 
  35. Carla Marins Biografia
  36. Analu Tavares leva prêmio de melhor atriz em festival de cinema

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma atriz é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.